sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Fechamento da Semana

Risco de contágio da crise européia coloca investidores em alerta

Um país que semanas atrás negava necessitar de ajuda financeira para evitar um colapso em seu sistema financeiro deverá anunciar neste domingo o plano de socorro por parte do FMI em conjunto com a União Européia. Especulações estão girando em torno de 85 bilhões de euros o valor total da ajuda que a Irlanda vai receber, a quantia é abaixo dos 100 bilhões de euros estimados pelos especialistas e antes mesmo de sair já está gerando rumores no mercado se este valor será suficiente para sanear o sistema bancário irlandês. A agência de classificação de risco Standard & Poor's cortou o rating da dívida de três bancos irlandeses, o Anglo Irish Bank, o Bank of Ireland e o Allied Irish Bank. O problema maior é o risco de contágio desta crise fiscal européia. Primeiro foi a Grécia (que também negava precisar de ajuda), agora é a Irlanda, quem será o próximo? Já se fala que Portugal também pode necessitar de um socorro emergencial, que assim como fizeram os governos da Grécia e Irlanda nega estar em dificuldades. A história é a mesma, só mudam os protagonistas. Atenção redobrada na Europa para as próximas semanas pois o DAX (Alemanha) está muito puxado (vide limite da linha vermelha no gráfico) e deixou cenário de possível topo com um candle do tipo enforcado no topo da linha superior de bollinger indicando alta possibilidade de reversão de tendência.


No mercado asiático o clima também é de tensão. As duas Coréias estão em alerta de guerra. Hoje o regime comunista da Coreia do Norte direcionou novas ameaças a Seul, dizendo que responderá "sem piedade" a qualquer provocação do país vizinho, o que contribuiu para aumentar a preocupação dos investidores. Com isso o Hang Seng China Enterprise caiu pela terceira semana consecutiva e segue em queda íngrime estourando suportes e formando um Three Black Crows (formação de candles de baixa) indicando que a queda na bolsa chinesa pode estar apenas no início. Bear market para China no curto e médio prazo.

  
Nos Estados Unidos nem o "Black Friday" (sexta-feira após o Dia de Ação de Graças, quando varejistas no país oferecem descontos aos consumidores para zerar os estoques) animaram os investidores em Nova York que funcionou em horário reduzido. Dow Jones fechou em baixa testando mais uma vez a importante região da média móvel simples de 200 períodos no gráfico semanal. Esta média não pode ser perdida, caso contrário as vendas poderão aumentar ainda mais jogando o índice para um teste na LTA (linha de tendência de alta). Além do que, muitos investidores de longo prazo utilizam esta média para direcionarem suas estratégias.


A situação do ibovespa não é nada animadora pelo gráfico semanal. Apesar do teste feito na LTA que vem do fundo em 29k e também da linha central de bollinger a forma com que chegou a esta importante região assusta um pouco. O candle foi de baixa expressiva e invalidou o martelo da semana passada renovando nova mínima, está faltando uma reação por parte da força compradora. Mas por enquanto os compradores de médio e longo prazo continuam respirando pois o índice está acima desta LTA e linha central de bollinger. Em caso de perda destas linhas vamos com tudo pra testar os 66k, aí é que mora o problema pois as operações vendedoras poderão aparecer com mais força ainda. Tendência de baixa continua pelo gráfico semanal.

2 comentários:

  1. Olá FI.

    Mais uma vez, ótima análise. A impressão que fica de todo este cenário é: os gráficos produzem a notícia (por mais estranho que pareça).
    As bolsas subiram consideravelmente e precisavam de um motivo para realizar....eis que todo o problema na Europa (que já está velho) volta a cena. Posições vendidas nos contratos futuros já vinham aumentando...parece tudo desenhado.

    ResponderExcluir
  2. AITech, obrigado!

    A verdade é que quando as bolsas precisam de realizar lucros basta qualquer notícia pra tocar o "terror" nos mercados levando a um efeito manada. Nessas horas podem aparecer boas oportunidades de compras para os mais agressivos.

    Bolsa da Alemanha puxada demais, Chinha despencando com padrão de candles bearish, Dow Jones refugou o rompimento dos 11.2k, Ibovespa com pivot de baixa no gráfico diário, e commodities viraram pra baixo. Cenário nebuloso...

    ResponderExcluir