quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Mercados Hoje

Retorno triunfal da GM e Irlanda animam os pregões no mundo todo

Um ano e meio depois de sair da concordata as ações da montadora General Motors retornam a bolsa de valores de Nova York em grande estilo, os papéis da GM dispararam 7% arrastando o mercado pro campo positivo. O IPO levantou algo em torno US$ 23 bilhões que serão utilizados para quitar todas as dívidas restantes e financiar o plano de pensão da companhia. A participação do governo americano na montadora caiu de 61% para 33%, sem dúvida a empresa deu a volta por cima e com este retorno triunfal já fizeram os japoneses soltarem um alerta: "Se os fundos globais colocarem a GM como ação principal no setor automotivo, há uma chance de que as montadoras japonesas sejam empurradas para fora".

Para completar as boas surpresas do dia, o governo irlandês admitiu oficialmente esperar que o país receba dezenas de bilhões de euros (estima-se uma quantia de 100 bilhões de euros) em empréstimos de países europeus e do Fundo Monetário Internacional para ajudar seus bancos e estabilizar a economia. Este anúncio foi antecipado no post de ontem, a Irlanda não tem opção, os bancos irlandeses vem sofrendo saques pesados de clientes com receio do sistema financeiro nacional (e com toda razão).

Impulsionadas pela Irlanda e pelas ações da GM as bolsas européias fecharam em alta no pregão desta quinta-feira. DAX (Alemanha) subiu 2%, FTSE (Inglaterra) fechou em alta de 1,3% e nos Estados Unidos Dow Jones subiu 1,6% e chegou perto da famosa resistência em 11.2k. O índice confirmou impulso pela linha inferior de bollinger e média móvel simples de 50 períodos conforme havíamos comentado a dois dias atrás e está pronto para atacar novamente a última retração fibo de todas as perdas sofridas com a crise do subprime (os 11.255 pontos), a diferença agora é que o índice tem espaço nos indicadores para romper de vez esta barreira importantíssima e continuar subindo. Está com a faca e o queijo na mão.


Ibovespa também confirmando sua trajetória altista após recuperar sua média móvel simples de 50 períodos e passar pela LTB (linha te tendência de baixa) curta. Agora tem pela frente a linha central de bollinger e tem tudo para passar por esta barreira para testar a região dos 72k e continuar subindo. Existe uma possibilidade de se fazer topo descendente no curto prazo e/ou formação do ombro direito de um OCO no gráfico diário que se confirmado jogaria o índice abaixo dos 66k e não seria nada bom para manutenção da tendência de alta no médio prazo. Por enquanto um passo de cada vez, o cenário segue altista no curto/curtíssimo prazo, mas sem euforia.

5 comentários:

  1. Dia de definição amanhã. Acho que se não rompermos estes patamares, os bears (mesmo que os babies) podem se animar...

    ResponderExcluir
  2. AITech, exatamente.

    Veja por exemplo essa linha central de bollinger é um perigo, hoje testamos e não passamos, se amanhã não furar pode chamar força vendedora novamente. E os riscos de se formar topo descendente ou ombro direito do OCO continuam. Esse OCO não pode vingar se não iremos correr risco de reverter a tendência e fazer pivot de baixa no semanal, daí sim perdendo os 66k podemos visitar a base da congestão novamente em 58k. Ibovespa precisa de sair dessa congestão rápido, DAX já saiu...

    Em compensação se furar, os bears que não zeraram posição vão aumentar ainda mais a força compradora liquidando suas posições.

    Abcs,

    ResponderExcluir
  3. FI,

    Muitos ainda estão fazendo o lucro. O mercado foi otimista demais acreditando numa forte subida até o final do ano, alguns analistas falaram em 80k. Fora que a PETR cada vez que respira um pouco, volta a cair, muitos que aproveitaram para especular com ela estão fazendo o lucro assim que possível.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  4. Jônatas,

    Infelismente muitos analistas falam em 80/85k para o final do ano, acho um pouco fora da realidade. O mercado subiu bastante nos últimos meses, foi uma bela pernada de alta desde os 58k mas não dá pra subir sem cair. Este último movimento veio de uma realização de lucros desde os 73k, a base do canal de alta foi testada esta semana com o índice se mantendo dentro deste canal fica tudo ok para manutenção da tendência.

    A Petro está em um canal de baixa desde maio deste ano e ficou "fácil" pra especular (compra na base, vende no topo) e ainda segue valendo o OCO e simétrico estourados em abril. O papel tem tudo pra subir no longo prazo, depende apenas da eficácia de sua gerência administrativa que não passa muita confiança aos investidores na minha opinião.

    Abcs,

    ResponderExcluir
  5. Bela análise. Seu blog possui um conteúdo muito bom. Parabéns.
    Aguardo sua visita no meu blog tb

    www.investidorindependente.blogspot.com

    abraços

    ResponderExcluir