quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Mercados Hoje

Moody's ameça cortar o rating da Espanha, euro cai e nós vamos juntos

O pregão desta quarta-feira foi marcado pelo novo alerta da Moody's em rebaixar mais uma vez a nota de crédito de Espanha. A agência de classificação de risco afirmou que talvez rebaixaria o rating da Espanha em razão das "necessidades elevadas de refinanciamento para 2011" e diante das dificuldades do país em obter financiamentos nos mercados. Lembrando que em Setembro deste ano a Espanha foi rebaixada pela Moody's por apresentar um crescimento econômico muito fraco.

Direta ou indieramente a bolsa brasileira foi afetada por esta notícia, pois o euro caiu forçando commodities pra baixo e dólar pra cima. Mesmo com Dow Jones, S&P500, DAX e FTSE fechando em leve baixa no geral (perto da estabilidade) nós não estamos conseguindo mais seguir a nossa "matriz". O nosso movimento está sendo influenciado pela oscilação do euro, venho batendo nesta tecla há bastante tempo. Vamos ver o gráfico do euro x dólar:


Percebe-se que o euro continua em tendência de queda e está trabalhando abaixo da média móvel simples de 20 períodos (assim como o ibovespa), o patamar de 1,33 era uma região muito importante para o euro e foi perdida hoje com um candle de baixa expressiva. É claro que não seguimos 100% o euro, também estamos sendo influenciados em partes pela bolsa de Shangai, mas infelizmente estamos totalmente descolados da bolsa de Nova York no qual em toda a história do índice bovespa foi o nosso principal padrão de referência. Não significa que iremos seguir o euro eternamente, esse descolamento pode e deve parar em algum momento, mas por enquanto não demonstra nenhum sinal.

Com isso o ibovespa fechou confirmando as vendas abertas no toque da linha central de bollinger perdendo o suporte em 68.8k e mirando testar novamente a média móvel simples de 200 períodos do gráfico diário. Limite para a correção no curto prazo está em 67.2k, perdendo esse patamar a situação complica ainda mais para o lado comprador.


Dow Jones que ontem rompeu o último topo ascendente em 11.455 pontos não conseguiu engatar uma alta no pregão de hoje mesmo com os dados positivos da produção industrial americana que aumentou 0,4% no mês de novembro. Está parecendo que o índice foi empurrado nos últimos dias, subindo muito devagar e com volume decrescente o que confirmaria essa tese. Pode estar armando um "bull trap" na região dos 11.4k.

Nenhum comentário:

Postar um comentário