quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Mercados Hoje

Em rítimo de Natal mercados operam em baixa liquidez

Investidores no mundo inteiro estão em temporada de compras... no shopping! A proximidade com o feriado de Natal está diminuindo o volume nos negócios tanto aqui no Brasil quanto no exterior e este volume tende a continuar baixo até a primeira quinzena de janeiro/2011. Na agenda financeira de hoje os investidores se voltaram para os dados da economia norte-americana. O PIB do 3º TRI/2010 dos Estados Unidos desapontou o mercado e veio abaixo do estimado. A economia do país cresceu 2,6% no terceiro trimestre de 2010 (na comparação com o mesmo período do ano anterior) sendo que as estimativas dos analistas era de 2,8%.

Mesmo assim não foi suficiente para impactar negativamente na bolsa de Nova York. O índice S&P500 subiu nesta quarta-feira para o maior nível desde o colapso do Lehman Brothers, amparado pelas ações do setor financeiro. Em um verdadeiro rali de Natal o índice está cravando novas máximas este ano, mas está em alerta para correção devido ao seu alto nível de sobrecompra. Dow Jones um pouco mais tímido está oscilando pouco e subindo com candles pequenos. O lado positivo é que vai se distanciando da região dos 11.455 pontos o que é bom para a tendência de médio prazo pois está criando espaço para uma correção saudável no índice.


Por aqui a Bovespa também operou em volume baixo mas oscilando bastante no intraday dando espaço para alguns daytrades, o giro do pregão fechou em 5,18 bilhões. O grande destaque do dia ficou por conta do Relatório de Inflação do BC (Banco Central) indicando que a taxa selic poderá ser elevada já na primeira reunião do Copom (Comitê de Política Monetária) em janeiro/2011 confirmando as estimativas do Finanças Inteligentes. Nos gráficos podemos perceber que o índice não rompeu a região dos 68.5k na linha central de bollinger e plotou um candle do tipo enforcado que sinaliza topo, porém a melhor avaliação do mercado neste momento é de indecisão. Candles de baixa seguidos por candles de alta limitando o trade, operações curtas de long x short podem ser uma boa opção.

4 comentários:

  1. FI,

    O ano acabou. Vamos ver como ficará a política governamental em 2011. Acredito que será mais desenvolvimentista. O Tombini me parece bem conservador igual ao Mantega. Vou escrever sobre isso semana que vem.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  2. Boa tarde.

    Acho que o Tombini pensa da mesma forma que o Meirelles, tem que ser rigoroso com a política monetária. O problema é se ele vai ser influenciado ou não pelo Mantega e cia. E vai ser testado logo na primeira reunião do Copom em janeiro, vai ter que aumentar a selic não tem jeito. Se não houver aumento ficará evidente quem é que vai mandar no BC.

    Abcs,

    ResponderExcluir
  3. O Meirelles tinha uma visão mais comercial, trabalhou no BankBoston. O Tombini possui uma carreira mais pública, acho que ele será mais flexível e com maior tendência em apoio ao ministro.
    Mas em janeiro, como vc bem lembrou, ele já será colocado à prova. Eu não queria estar no lugar dele, começo difícil.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  4. olá, queres fazer uma parceria de troca de links de blogs? http://teamtrader.wordpress.com/
    me mande um e-mail matheus20101934@hotmail.com

    ResponderExcluir