sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

Fechamento da Semana

Semana termina com EUA e China em rumos opostos

Logo pela manhã o mercado levou o impacto de um novo aumento no compulsório na China em 0,5 ponto percentual. O Banco da China está na luta contra a inflação está desestimulando a economia com os constantes aumentos do compulsório e também da taxa básica de juro. Os mercados na Ásia continuam caindo, conforme podemos observar no gráfico abaixo da bolsa de Shangai, certamente estão precificando um desaquecimento da economia chinesa em 2011.


Diferentemente da Ásia a situação nos Estados Unidos é outra. A bolsa de Nova York, regada ao dinheiro farto da economia americana proporcionado pelo quantitative easing 
do FED (banco central norte-americano) não para de subir. Dow Jones e S&P500 seguem cravando novas máximas conforme podemos reparar logo abaixo:



Reparem que tanto o Dow Jones, quanto o S&P500 estão cortados para bull market entre as médias. A média simples de 20 períodos cortou a média simples de 50 e depois a de 200 períodos em ambos os índices. Os índices seguem em forte tendência de alta porém com indicadores bastante sobrecomprados no semanal o que joga um alerta para futuras realizações de lucro saudáveis sem atrapalhar em nada a tendência de alta no médio prazo.

Na principal bolsa da Europa (DAX  - Alemanha) podemos reparar que após a realização de lucro das últimas semanas o índice voltou a subir mostrando que sua tendência de alta no médio e longo prazo continua forte, porém está barrado pela resistência em 7070 pontos mantendo alto nível de sobrecompra. 


No Brasil, o índice bovespa fechou a semana com um candle de alta renovando nova máxima e com fortes chances de sair da zona de congestão que já dura mais de um ano. Podemos reparar que a LTA (linha de tendência de alta) foi testada ao extremo, mas não foi perdida, ou seja a tendência de alta foi respeitada. Operando acima da média móvel simples de 20 períodos o índice segue armado para novas altas com objetivo de teste no topo histórico em algumas semanas.

3 comentários:

  1. FI,
    O que acha da GFSA3?
    O preço tem caído bastante, porém a empresa está bem estruturada. Seus ativos são maiores que o valor de todas suas ações somadas. Na minha visão está de graça o papel.
    Boa liquidez e dívidas baixas.
    Eu tenho este papel em carteira, mas devido ao preço baixo estou pensando em fazer um aporte maior. O que pensa? Só lembrando que penso no longo prazo.

    Agradeço desde já a ajuda.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  2. Jônatas,

    Fiz uma rápida análise sobre a Gafisa e ela está disponível na página "Pedidos de Análises"

    Abcs,

    ResponderExcluir
  3. Valeu FI,

    Gostei dos fundamentos da HBOR3.

    Abraço!

    ResponderExcluir