quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Medidas macroprudenciais do BC começam a fazer efeito

O Banco Central divulgou hoje a Nota sobre Política Monetária e Crédito. O documento cita que as medidas macroprudenciais implementadas em dezembro de 2010 no crédito à pessoas físicas já começaram a fazer efeito na economia registrando forte retração nas concessões, simultaneamente a expressiva elevação das taxas de juros. A evolução do crédito durante esse período foi moderada, isto é, o custo do dinheiro realmente está ficando mais alto em consequência da menor oferta para se emprestar capital. A fartura do crédito em 2010 acabou. Se você está pensando em pegar um empréstimo é bom ficar atento quanto as taxas de juros cobradas.

Ainda no cenário doméstico o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão confirmou para a próxima quarta-feira o anúncio do detalhamento do corte de R$ 50 bilhões no Orçamento da União, essa informação será avaliada na próxima reunião do Copom. Lembrando que o governo deu uma passo importante para o corte no orçamento deste ano com a vitória sobre o aumento no salário mínimo para R$ 545,00 carimbada ontem pelo Senado.

O clima na Bovespa foi de mais um dia de indecisão, apesar da leve alta o índice está trabalhando dentro de uma pequena congestão de curto prazo que pode ser melhor visualizada pelo gráfico de 60 minutos. Pelo gráfico diário podemos observar a formação do famoso OCOI que se for confirmado pode levar o índice ao teste do canal de baixa na região dos 71k. Ainda não superamos a média móvel simples de 200 períodos, a briga está boa entre compradores e vendedores em cima deste importante patamar de definição de tendência.


No cenário externo os Estados Unidos juntamente com a Arábia Saudita acabaram com a farra das especulações em cima do petróleo, ou pelo menos por enquanto. Juntamente com a Agência Internacional de Engergia esses países anunciaram que podem suprir o abastecimento de petróleo que normalmente viria da Líbia (essa informação foi adiantada aqui mesmo no post de terça-feira quando a Opep também garantiu o suprimento de petróleo). Com isso o preço do barril de petróleo caiu no pregão desta quinta-feira, tanto o Brent negociado em Londres, quanto o Light negociado em Nova York.


Dow Jones deu uma animada no intraday com esse anúncio mas não conseguiu fechar no azul. A região de suporte nos 12k citada ontem (linha horizontal azul) foi testada e respeitada, com reação compradora após o teste, porém como eu disse ontem pode ser apenas um respiro de curto prazo.

2 comentários:

  1. É FI... vamos ficar de olho.

    O IBOV está aparentemente forte, mas os gringos continuam vendidos em contratos de índice futuro.

    DJ no suporte, títulos de 30 anos dos EUA na resistência, dólar no suporte.

    Acho que a brincadeira vai começar agora.

    ResponderExcluir
  2. Pois é The Engineer,

    Temos que ficar de olho nesses treasuries. Preocupa ainda a atuação do governo americano e também do FED na economia, o desemprego continua alto e sem previsão de melhoras.

    Sobre o ibov não estou nada otimista para este ano. Estamos nos arrastando dentro de uma zona de congestão longa (entre 73 e 57k) e acho que vamos ficar dentro desse patamar por mais algum tempo.

    Você deve saber muito bem que tem muita sujeira debaixo do tapete, principalmente nos EUA e Europa. É bom ficar atento pois quando estourar vai dar correria nos mercados.

    ResponderExcluir