sexta-feira, 4 de março de 2011

Poupança fecha o mês de fevereiro com captação negativa

De acordo com os dados do Banco Central divulgados nesta sexta-feira, a captação líquida do mês de fevereiro (depósitos menos saques) da poupança ficou negativa em R$ 745,2 milhões, ou seja, os saques superaram os depósitos. Em janeiro a captação foi positiva em R$ 275 milhões. O mês de fevereiro é marcado pelo aumento nos gastos com educação, tributos e demais despesas, porém há um outro fator que motivou a retirada desses recursos.

A caderneta de poupança tem perdido sistematicamente para a inflação, se os seus investimentos estão centralizados na poupança você provavelmente está perdendo dinheiro ou invés de ganhar dinheiro, justamente porque o poder de compra diminuiu. A inflação (IPCA) acumulada dos últimos 12 meses já está em 6% e o IGP-M fechou 2010 com alta de 11,32%. Portanto os investimentos mais conservadores não estão fazendo o seu dinheiro render, a solução seria procurar CDBs de bancos menores (normalmente oferecem taxas entre 95 a 100% do CDI) ou comprar títulos do tesouro. Lembrando que o Fundo Garantidor de Crédito (FGC) garante até R$ 70 mil de suas aplicações em caso de falência do banco. 

Nos mercados o que marcou a semana foi a disparada no preço do barril de petróleo e nesta sexta-feira o petróleo subiu mais uma vez. Em Nova York o barril fechou cotado a 105,23 dólares, enquanto na praça de Londres o preço da commodity atingiu 115,97 dólares. O índice Dow Jones fechou esta semana com um candle de indecisão após a queda da semana anterior e ainda segue respeitando o suporte nos 12k. As médias móveis mais longas (50 e 200 períodos) cortaram para compra confirmando a tendência de alta no médio e longo prazo para o Dow Jones. Este corte também irá acontecer no S&P500 provavelmente na próxima semana.


Na Alemanha também houve um candle de indecisão na semana, seguido da forte baixa da semana anterior. Apesar da queda, o índice segue respeitando o seu suporte na linha dos 7k. Em caso da queda continuar existe espaço de sobra para uma correção sem alterar a tendência de alta no médio e longo prazo.


No mercado asiático as bolsas dos países emergentes estão recuperando no curto prazo parte das perdas sofridas recentemente. A bolsa da Índia fechou com um candle de alta engolfando o anterior de baixa renovando nova máxima, pode ter soltado fundo no semanal. Já a bolsa de Xangai, conforme podemos observar logo abaixo, segue animada após a parada para respirar na semana passada. Está em um belo upside iniciado na região dos 2.5k, fechando esta semana perto da máxima aos 2.9k.


Finalizando com o Ibovespa a semana foi de muitos altos e baixos e volatilidade alta, porém conseguimos fechar perto da máxima colado nos 68k. A tarefa difícil de romper esta região ficou para semana que vem, como o índice encontra-se abaixo da linha central de bollinger do semanal temos que ficar atentos quanto ao reaparecimento das operações vendedoras, pois abaixo desta média as vendas costumam aparecer com maior facilidade. Porém enquanto o índice estiver trabalhando acima dos 64k as esperanças para o lado comprador permanecerão vivas.


As postagens serão retomadas na próxima quarta-feira dia 09/03/2011. Bom carnaval a todos!

3 comentários: