quarta-feira, 16 de março de 2011

Risco de uma catástrofe nuclear no Japão espalha tensão nos mercados

Lamentavelmente a situação na usina de Fukushima no Japão nesse momento é grave e bastante séria. Mais cedo o chefe de energia da União Europeia (UE), Günther Oettinger, disse que a situação na usina nuclear japonesa está fora de controle, ele alertou também que nas próximas horas poderá ocorrer "uma nova catástrofe" na usina nuclear japonesa de Fukushima. No final da tarde os Estados Unidos soltou um alerta dizendo que a radiação na área de Fukushima é extremamente alta, ocasionada pelo fato de que a piscina de armazenamento de combustível usado no reator 4 da usina nuclear japonesa não tem mais água, o que gera níveis de radiação bem mais altos. A Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) confirmou que houve danos nos núcleos dos reatores 1, 2, e 3 do complexo, porém a AIEA não detalhou a gravidade dos danos, afirmando que não se pode dizer ainda que a situação esteja fora de controle.

A foto ao lado foi divulgada nesta quarta-feira mostrando os reatores 3 e 4 da usina nuclear de Fukushima, mesmo para quem não entende nada de energia nuclear (eu me incluo nesse grupo), só de observar a imagem dá para perceber que a situação realmente é muito grave. Outro problema segundo os especialistas é que a evaporação da água da piscina de combustíveis reciclados (que está quase ao ar livre) poderia liberar dejetos radioativos diretamente na atmosfera, por isso mesmo as autoridades japonesas tentam a todo custo molhar o reator para impedir essa evaporação.

Diante desse temor o índice que mede a "tensão" dos mercados, o famoso VIX, disparou nesta quarta-feira conforme podemos observar no gráfico abaixo refletindo em um aumento de stress nas bolsas de valores elevando assim o nível de volatilidade nos mercados em todo planeta. No dia 25 de fevereiro cheguei a soltar um alerta de que a volatilidade iria aumentar nos mercados, quem se interessar pela leitura segue o link do post: "A volatilidade está de volta"   http://www.financasinteligentes.com/2011/02/volatilidade-esta-de-volta.html.


As bolsas asiáticas fecharam em alta acompanhando um movimento de repique técnico do Nikkei e também porque a situação começou a piorar depois que esses mercados estavam fechados. O mercado europeu que estava aberto quando a situação passou a ficar mais crítica despencou no pregão de hoje, Wall Street também caiu forte e nós não ficamos para trás, apesar de que o Ibovespa está caindo em menor intensidade comparado aos mercados de países desenvolvidos conforme podemos observar logo abaixo


Reparem que o candle de hoje fez um teste na LTB secundária (linha vermelha mais curta) juntamente com a média móvel simples de 200 períodos e não resistiu à pressão. Agora estamos novamente na base da zona de congestão em 66k, porém com pouca possibilidade de segurar nesta importante linha de suporte no curto prazo devido à grave crise nuclear no Japão.

Nesse momento acho que o mais importante mesmo são as preces ao povo japonês, vamos torcer e rezar para que as autoridades japonesas consigam evitar uma nova catástrofe no Japão.

2 comentários:

  1. Olá, FI.
    Qual sua opinião sobre a previsão de valorização da moeda Euro frente ao Real, após essa catástrofe no Japão?

    ResponderExcluir
  2. Olá Fabiana,

    Na verdade o euro x real no curto prazo vem se valorizando desde o mês de janeiro quando testou com sucesso a linha de suporte em 2,17 e tem margem pra buscar até 2,40. O que puxa mais a valorização do euro é a própria europa que está se recuperando (lentamente) da crise do subprime. Esta tragédia no Japão poderá jogar a economia deles em recessão no curto prazo o que causaria impacto na economia européia (aliás no mundo inteiro). Nesses momentos de incerteza econômica a corrida por moedas aumenta gerando uma valorização maior, porém não apostaria numa valorização constante do euro para o longo prazo. A crise fiscal na Europa ainda preocupa.

    Abcs,

    ResponderExcluir