terça-feira, 31 de maio de 2011

Estrangeiros entram forte e empurram Bovespa

Os investidores estrangeiros entraram forte no mercado à vista no final do último pregão do mês e empurraram o índice bovespa para cima garantindo um fechamento positivo em 1,04% aos 64.6k. O volume de compras por parte das corretoras estrangeiras foi de quase meio bilhão de reais, bem acima do normal. Esta estratégia de compras no mercado à vista pode confirmar as vendas pesadas ocorridas no índice futuro nas últimas semanas, caracterizando uma possível operação de hedge ou talvez uma virada de mão por parte dos estrangeiros. Entender qual é a estratégia dos "donos da bola" é difícil, ainda existem muitas incertezas no ar, mas no final das contas o que importa mesmo é seguir o rastro dos estrangeiros e tentar tirar proveito disso.

Com este volume comprador o Ibovespa fechou na máxima do dia, influenciado também pelo bom desempenho dos mercados asiáticos. O índice consolidou zona de suporte nos 64k após vários testes ocorridos no intraday e continua com próximo alvo marcado na região dos 65.2k conforme destacado pelo Finanças Inteligentes na semana passada. Teoricamente se não azedar nada até a abertura do pregão de amanhã, o índice deverá abrir forte já testando esta região.


Apesar da alta no pregão desta terça-feira, o fechamento do mês de maio não ficou muito bom. O índice bovespa fechou abaixo da linha central de bollinger perdendo LTA e detonando um triângulo, que embora seja ascendente, foi rompido para baixo projetando alvo abaixo dos 60k amparado pela divergência de baixa no MACD. Mas não vamos nos precipitar, num primeiro momento o mercado vai permanecer dentro desta zona de congestão longa (58k a 72k). O lado positivo deste fechamento mensal é que as bandas de bollinger estão bem estreitas indicando que dentro de alguns meses podemos ter uma definição de tendência para algum lado pois vai haver estouro.


As bolsas na Europa e nos Estados Unidos também fecharam em alta (mesmo com os dados ruins da economia americana) devido à expectativa de uma nova ajuda financeira à Grécia. Conforme havia destacado nas últimas análises, se a Grécia não receber esta nova parcela de ajuda financeira, o país poderá quebrar e a União Europeia não está preparada para reestruturar dívidas neste momento.

Dow Jones também fechou na máxima do dia testando a linha central de bollinger juntamente com a LTA. Se estas barreiras forem superadas amanhã, a tendência de baixa no curto prazo poderá ser anulada após a formação de um pivot de alta. MACD reverteu a curvatura e poderá cortar para compra nos próximos dias.

2 comentários:

  1. Teve aquele topo duplo alguns meses atrás e agora essa divergência de MACD.
    Se perder 60k, pode ficar feia a coisa. O que vc acha?

    ResponderExcluir
  2. Anônimo,

    Foi alertado aqui mesmo para esse topo duplo no gráfico mensal em outubro do ano passado, até agora vai confirmando a análise. Essa divergência do MACD é preocupante, e pior ainda foi perder a média de sustentação (20 períodos) com as bandas estreitas.

    Se perder 60k não vai ser tão alarmante assim, na verdade a região base da congestão está em torno dos 58k. Esse suporte sim, se for perdido, pode derrubar o índice pro target de 51k inicialmente (alvo do triângulo no gráfico mensal).

    Mas nada é certo. O mercado pode virar a mão no longo prazo, muita coisa pode acontecer, por isso mesmo vamos monitorando o mercado.

    Abcs,

    ResponderExcluir