sexta-feira, 20 de maio de 2011

O que está havendo com a política econômica?

Lamentavelmente informações desencontradas e mentirosas estão se tornando corriqueiras por parte de nossas autoridades políticas. Como todos nós já sabemos, a inflação é o grande problema na economia, o acumulado de 12 meses do IPCA já estourou o teto da meta que é de 6,5%. O principal causador desta disparada da inflação é o próprio governo que não soube tomar as medidas corretas no momento certo, além de abusar demais nos gastos públicos alimentando sua política populista. Porém, na atual conjuntura, estaria de bom tamanho se o problema fosse apenas a inflação. O nosso maior inimigo infelizmente é o próprio governo. Estamos vivenciando uma série crise de confiança no mercado justamente porque o governo não está passando transparência alguma em sua política econômica.

Hoje, o nosso ministro da Fazenda, Guido Mantega, declarou que não há mais necessidade de novas medidas para conter a economia. "Não precisaremos de mais medidas porque já tomamos várias medidas desde o final do ano passado para moderar o crescimento do consumo e do crédito", disse o ministro. Ele destacou também que o pior momento da inflação já passou e que agora a inflação está numa trajetória descendente. Segundo ele, os principais vilões da inflação, como as commodities, já estão caindo. "Daqui para a frente, teremos uma redução gradativa da inflação".

Esta já é a segunda previsão feita pela bola de cristal do Sr. Mantega, a única pessoa no mundo que consegue prever o futuro. Mas o que realmente incomoda é o desencontro de informações e atitudes dentro do próprio governo. O Banco Central mostrou em sua última ata do Copom uma mudança de postura no combate à inflação, o ciclo de aperto monetário que terminaria neste primeiro semestre será prolongado por mais alguns meses. Ou seja, o BC vai continuar anunciando medidas para conter a economia.

Portanto temos de um lado o ministro da Fazenda dizendo que não há necessidade de novas medidas para conter a economia e do outro lado temos o BC dizendo que vai continuar implementando medidas para conter a economia. Que bagunça é essa?

As atitudes descabidas do governo estão refletindo no mercado de capitais. O índice bovespa caiu por 4 semanas seguidas, isso raramente acontece. E das últimas 7 semanas, 6 foram de queda e apenas uma foi de alta. Ainda assim, esta única semana de alta foi modesta, o indice praticamente fechou perto da estabilidade. Analisando o gráfico semanal do Ibovespa podemos ter algum repique técnico nas próximas semanas pois testamos uma linha de retorno do canal de baixa e o nível de sobrevenda está alto. Mesmo assim seria apenas um repique dentro da tendência de baixa maior que está projetando jogar o índice para os 60k.


Dow Jones confirmou a divergência de baixa no semanal conforme havíamos relatado nas análises anteriores com topo marcado em 12.8k. O índice ainda tem bastante espaço para corrigir sem afetar a tendência maior de alta, o suporte mais importante está nos 12.4k.


O mercado europeu segue em linha com Wall Street. Reparem que o DAX (Alemanha) já está testando a linha central de bollinger após demarcar topo em 7.6k confirmando também a divergência de baixa no semanal. Se não segurar nos 7.2k o DAX vai testar a LTA de todo o movimento de alta iniciado em 3.5k.


Na China, a bolsa andou de lado esta semana, mostrando indecisão no mercado. Já é o segundo doji consecutivo abaixo da linha central de bollinger respeitando a LTA mais curta dentro de um canal de baixa maior. O cenário ficou bom para a bolsa de Xangai voltar a subir na semana que vem, mas a tendência de baixa maior no longo prazo continua inalterada.

7 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Heavy Metal,

    É lamentável ouvir declarações errôneas e desencontradas das autoridades políticas, deste jeto como o mercado vai depositar sua confiança no governo? A política populista do PT está afundando o Brasil aos poucos, os impostos estratosféricos arrecadados não são reinvestidos de forma igual na economia e ao invés de crescermos de forma sustentável estamos perdendo indústrias e virando um grande mercado consumidor mundial. Carga tributária alta demais, infraestrutura precária, educação fraca e péssima gestão pública, não vamos pra frente nunca desse jeito. Eu não sei como o governo consegue desperdiçar essa oportunidade única de crescer que o Brasil tem perante a economia mundial.

    A oposição tem que jogar firme também, esse caso do Palocci é apenas mais um no meio de tanta picaretagem que ronda este governo. Estamos chegando no limite, está na hora de dar um basta nisso tudo.

    Abcs,

    ResponderExcluir
  3. Vamos pagar muito caro por toda esta roubalheira petista. Até livros que ensinam o português de forma incorreta o PT instituiu nas escolas públicas... UMA VERGONHA! Agora, seu Creisson do Casseta e Planeta virou Mestre em nossa "línguia".

    Pallocci faturou 20 milhões de reais em sua empresa de "consultoria" (leia-se: Lobby e lavagem de dinheiro oriundo de propinas) em 4 anos. Num país um mínimo sério, este canalha estaria preso.
    Vejo que logo, logo a mentira de que FHC deixou uma herança maldita para o Mulla será colocada a prova. Mentiras repetidas viram verdades (Goebbels que o diga!), mas a Inflação não mente: ele açoita sem dó o lombo dos canalhas que a estão criando, diante dos olhos de todos. Não dá para esconder isso num gole de caninha 51 ou com comícios para analfabetos e bolsistas esmola. Uma hora, a casa cai.

    ResponderExcluir
  4. FI,

    O BC só tem que manter a inflação nos eixos e não tem conseguido. O Sr. Guido é otimista demais. Sua visão, da qual compartilho, é que precisamos de metidas mais severas para o controle inflacionário.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  5. FI,
    Gostaria da sua relevante opinião neste meu post!
    http://investidordefensivo.blogspot.com/2011/05/vale-pena-investir-em-empresas-do-eike.html
    Valeu! Abs!

    ResponderExcluir
  6. Jônatas,

    O Sr. Guido é um ministro que dispensa comentários, pelo visto ele não tem ido no supermercado nos últimos meses. Quando ele fala dá vontade de tampar os ouvidos. Sobre a inflação vejo com muita preocupação a postura do BC e do governo, mesmo que haja uma leve retração este mês, no geral ela está muito puxada. Não devemos cortar o crescimento pra combater a inflação mas o crédito ficou desregulado, muito dinheiro circulando na praça, as pessoas estão se endividando mais do que o normal. E ainda temos pela frente renegociações salariais neste segundo semestre e logo após a bomba do reajuste do salário mínimo em 2012.

    Abcs,

    ResponderExcluir
  7. ID,

    Conforme solicitado, respondi o seu post com a minha opinião. Mas não se deixe influenciar demais pela opinião das pessoas.

    Sucesso e bons negócios,

    ResponderExcluir