quinta-feira, 30 de junho de 2011

Bovespa fora de sintonia

Mais uma vez a Bovespa operou totalmente "desplugada" do mercado internacional, o descolamento com Wall Street e Europa é notório desde o final do ano passado, mas o que está acontecendo nos últimos dias chama a atenção. No curto prazo estamos descolando também dos mercados emergentes, Xangai (China) e Bombay (Índia) por exemplo (índices que normalmente tem a mesma movimentação do Ibovespa) estão em pleno rally de alta enquanto aqui no Brasil o único rally que estamos vendo no pregão são as disparadas dos micos (ações sem fundamentos e de baixa liquidez).

Este descolamento com os emergentes começa a preocupar, a Bovespa está se tornando o sell-off dos mercados, o paraíso das operações vendedoras. Motivos para "vender Brasil" é o que não faltam, foram tratados insistentemente aqui no Finanças Inteligentes nos meses anteriores, porém já são mais de 6 meses de queda. Se o mercado não mostrar alguma reação, o ânimo dos vendedores aumentará ainda mais e consequentemente o ânimo dos compradores se reduzirá, favorecendo assim a um cenário de queda mais prolongada.

O gráfico mensal do Ibovespa está simplesmente horroroso. Segundo candle de baixa consecutivo abaixo da média móvel simples de 20 períodos (reparem como esta média faz o papel de sustentação em uma tendência de alta) renovando mínima anterior. Não há qualquer sinal de fundo para o médio/longo prazo e a região dos 60k deverá ser defendida por unhas e dentes pelos compradores, isto porque esta é a linha mais importante para se evitar uma tendência de baixa mais prolongada. Por enquanto a tendência de baixa no médio prazo segue inalterada e mostrando força mês após mês.



Para se ter uma idéia da fraqueza no Índice Bovespa vamos observar o fechamento das principais bolsas mundiais nesta quinta-feira: Xangai (China) alta de 1,23%, Hang Seng (Hong Kong) subiu 1,53%, DAX (Alemanha) avançou 1,13%, FTSE (Inglaterra) ganhou 1,53%, CAC (França) subiu 1,48% e na "matriz" em Wall Street, Dow Jones teve alta de 1,25%, S&P500 avançou 1,01% e Nasdaq fechou com 1,21% de alta. Veja abaixo o rally de alta no Dow Jones, 4 candles consecutivos de forte alta rompendo resistências, LTBs, médias e tudo que aparece na frente do Dow Jones. Reparem como a banda de bollinger fez o movimento de abertura e mesmo assim o candle de hoje ficou pra fora da linha superior, por este motivo os preços devem corrigir um pouco para voltar pra dentro da banda e seguir a pernada.


Já no Ibovespa não há rally de alta, no gráfico diário logo abaixo podemos observar 2 dojis de indecisão abaixo da LTB indicando indecisão na continuação do repique. Comparando com o gráfico do Dow Jones podemos até supor que estamos fazendo papel de hedge no mundo, "compram lá e vendem aqui".


Outro fator preocupante é o câmbio, basta o dólar fechar abaixo de 1,58 para aparecer autoridades políticas dizendo que novas medidas de intervenção no mercado podem surgir, hoje foi a vez do ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, Fernando Pimentel, dizer que "o sinal amarelo está aceso", em referência à queda do dólar. Essas atitudes acabam gerando incertezas no mercado e consequentemente espantando o investidor da bolsa.

2 comentários:

  1. Vendo o gráfico, creio que o próximo suporte abaixo dos 60k é lá pelos 52 ou 53k.
    No momento, o melhor é esperar e deixe que os grandes se matem pela ganância em comprar e querer adivinhar o fundo. O pior dos investidores são aqueles que pensam saber onde estão os fundos e topos de um gráfico.
    O IBovespa está se desmanchando na minha opinião. E isso pode durar mais 2 anos, até que os eventos esportivos de magnitude mundial aconteçam de verdade. Pois agora mesmo, ninguém acredita que o Brasil será capaz o suficiente em realizar os mesmos com sucesso.
    O controle da inflação, creio que já está encaminhada. E o problema da Grécia, dai é um caso que foge de nossas mãos, ou melhor, da mão do governo brasileiro.
    O jeito é esperar.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  2. EvertonRic,

    Infelizmente parece que pegaram pra vender Brasil este ano e as vendas se concentraram mais nos papéis de alta liquidez, que chama a anteção pois não é fácil derrubar uma petro, gerdau, usiminas, csn, etc... tem que ter muito volume vendedor e conseguiram fazer isso. Agora acho que estão começando a direcionar estas vendas nas middle/small caps aliviando um pouco a barra das blue chips, fazendo o famoso rodízio.

    Abaixo dos 60k o próximo suporte seria na região dos 57k, porém este é menos relevante. A força pra segurar teria que ser nos 60k. Ajudaria um pouco se a administração do governo fosse mais eficiente e transmitisse alguma confiança. Mas por enquanto...

    Abcs, bons negócios

    ResponderExcluir