terça-feira, 7 de junho de 2011

Palocci cai pela segunda vez

O ministro da Casa Civil, Antonio Palocci, não conseguiu convencer a oposição (e também a todos os brasileiros) sobre suas atividades suspeitas e entregou hoje a tarde o seu "pedido de demissão" à presidente Dilma Roussef. Palocci vive novamente a experiência de deixar um posto no alto escalão do governo federal sob suspeita de irregularidades e corrupção. Desta vez as suspeitas caíram sobre sua evolução patrimonial no período em que foi deputado federal, antes de se tornar o principal auxiliar da presidente Dilma.

A situação de Palocci começou a complicar quando o jornal Folha de São Paulo publicou uma matéria provando que o ex-ministro multiplicou por 20 vezes o seu patrimônio no período em que ele foi deputado federal de 2007 a 2010. Palocci também está envolvido em um suposto tráfico de influência e os fatos que são de nosso conhecimento podem ser apenas a ponta do iceberg de um gigantesco esquema dentro do governo petista.

Com a saída de Palocci o governo começa a se enfraquecer confirmando a desconfiança no mercado refletida pela queda no índice bovespa desde o mês de novembro do ano passado. Com isso o governo perdeu o pouco de credibilidade que ainda restava dentro do mercado, pois havia afirmado várias vezes nas semanas anteriores que caso envolvendo o patrimônio de Palocci estava encerrado, numa tentativa de proteção ao ministro.

No mercado financeiro o índice bovespa devolveu quase toda a alta do dia no final do pregão mas respeitou a linha de suporte nos 63k. Reparem que existe uma nova zona de congestão de curto prazo demarcada com as linhas cinzas no gráfico entre 63k a 65k. O rompimento desta faixa de congestão deverá sinalizar o rumo do mercado para as próximas semanas.


Nos Estados Unidos o pronunciamento do presidente do Federal Reserve, Ben Bernanke, jogou "água no chopp de Wall Street" que estava operando em alta até então. Bernanke disse que a recuperação da economia americana continua "frustradamente" lenta, mas que deverá se acelerar no segundo semestre deste ano (pra quem anda devagar qualquer 0,10% a mais no PIB é uma aceleração). Ele não sinalizou nenhuma nova medida de estímulo à economia e Wall Street fechou em baixa mais uma vez. Dow Jones está caindo em linha reta, não conseguiu se segurar no suporte dos 12.1k e o cenário para médio prazo não está ficando nada bom (para os comprados). A queda dos últimos dias foi tão forte que o nível de sobrevenda no Dow Jones já está alto demais.

9 comentários:

  1. Será que teremos algo parecido com o mensalão? Esta história esta estranha mesmo.
    Você poderia falar da PETR4? Ela perdeu o fundo de nov/2010?
    Abraços,
    Marcos

    ResponderExcluir
  2. Marcos,

    No mínimo suspeita. Sobre a PETR4 ela perdeu sim o último fundo de outubro/2010 que era a base de sustentação dessa congestão dos últimos 6 meses. Com isso o papel detonou mais um pivot de baixa alimentando a tendência de queda. Próximos suportes de longo prazo na região dos 22,30 ; 20,75 ; 18,80 ; 16,95.

    Abcs, bons trades

    ResponderExcluir
  3. FI,

    Obrigado.

    Abraços,
    Marcos

    ResponderExcluir
  4. Sei não,Hoje estava Lendo na Exame :

    Melhor gestor dos EUA prevê novo crash nas bolsas
    Para Bob Rodriguez, gestor do fundo de ações americano com o maior rendimento nos últimos 25 anos, investidor deveria começar a reduzir desde já o risco de seu portfólio.Materia Completa no Site.

    Na Bolsa tudo pode Acontecer,Mais quem Ganhou ate Meados de 2008 Ganhou. Agora virou Loteria.

    Finaças Inteligentes,esta de Parabens.Não Deixo de Ler um Dia.

    ResponderExcluir
  5. macr3,

    Eu lí esta reportagem, até tinha separado para falar na análise de hoje. O que o Bob fala tem peso no mercado, outros gestores e economistas mais renomados também estão falando o mesmo. O Dow Jones US Banks deu a "dica" em fevereiro deste ano quando marcou topo e nós (Bovespa) estamos vendidos desde novembro/2010. Eu ainda soltei um alerta de topo duplo no fechamento do mês de outubro do ano passado e desde então vejo mercado dando brecha apenas para trades curtos e nada mais. A não ser pra quem gosta de comprar faca caindo montnado uma carteira de longo prazo.

    Também estou sempre passando pelo seu blog, você é um dos poucos que conseguem rastrear o movimento dos estrangeiros. Parabéns pelo trabalho,

    Abcs,

    ResponderExcluir
  6. FI,

    Papailocci caiu, mas não pagou o pato. Não explicou nada, nada fez, é o mais honesto dos homens., etc e etc... Eis minha pergunta: se nada fez de errado, POR QUÊ SAIU???? Paradoxo, compadre, paradoxo...

    ResponderExcluir
  7. Em tempo, FI:

    Quero aumentar minha posição em Renda Fixa. Compraria T. Tesouro pré-fixados agora?

    ResponderExcluir
  8. Heavy Metal,

    Agora que a oposição tem que pegar firme mesmo e desbancar esse esquema nítido dentro do PT.

    Sobre renda fixa o momento é propício para se ter uma boa exposição, mas não considero atraente o rendimento das LTNs do tesouro, visto que muitos bancos (pequenos e médios) pagam coisa de 1% a mais no CDB pré-fixado e no pós-fixado não é difícil achar 109% do CDI. Sem falar que existe a garantia de 70k pelo FGC em caso de falência da instituição. Já no tesouro direto não há garantia se o país der um default por exemplo (como já ocorreu no passado)

    Abcs,

    ResponderExcluir
  9. Ainda mais com o PT governando, agora a dívida do paí é feita pela PTlhada - e muita dívida RUIM... TÁ SOOOOODA!!! Vou ouvir Metallica no volume máximo pra fritar meus neurônios e esquecer onde moramos. Só assim. Em tempo: VIVA MEU VASQUINHO!!! hehehehe

    ResponderExcluir