segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Enquanto isso o mundo desaquece

Nas últimas semanas todas as atenções estão sendo concentradas no teatro político entre os congressistas americanos para a aprovação do limite de endividamento dos Estados Unidos. De qualquer forma a elevação da dívida (que deverá ser concretizada amanhã) não altera em nada a complicada situação da economia no país. Na semana passada tivemos uma péssima notícia com o PIB dos Estados Unidos, que veio bem abaixo do previsto. Hoje também tivemos outra notícia ruim, não só nos Estados Unidos, como no mundo inteiro, a atividade manufatureira continua reduzindo o rítimo de crescimento nos 4 cantos do planeta.

O Índice de Gerentes de Compras do setor manufatureiro da China registrou recuo nas condições de negócios. Em julho, o indicador caiu para 49,3 ante os 50,1 pontos registrados em junho. A leitura ficou abaixo de 50 pontos (o que demonstra retração na atividade manufatureira) pela primeira vez desde julho de 2010. Na Índia este mesmo indicador caiu para 53,6 ante 55,3 pontos registrados em junho. O índice teve a maior baixa em 20 meses.

No Reino Unido também houve retração na atividade manufatureira. O Índice de Gerentes de Compras caiu para 49,1 ante 51,4 pontos registrados no mês de junho. Esta foi a menor leitura desde o mês de junho de 2009. Na zona do euro, este mesmo indicador caiu para 50,4 ante 52 pontos registrados em junho e também com a mais baixa pontuação desde outubro de 2009.

Para fechar com chave de "ouro" (se bem que está mais para uma "chave apodrecida"), nos Estados Unidos o índice que mede a atividade do setor manufatureiro simplesmente despencou. O indicador caiu de 55,3 em junho para 50,9 pontos no mês passado. Para se ter uma idéia o mercado esperava um número em torno de 55 pontos. Esse foi o baque que derrubou as bolsas de valores no mundo inteiro, o indicador da atividade manufatureira confirma que a economia mundial está em processo de desaquecimento.

Os mercados na Europa fecharam em forte baixa com estes indicadores. Já em Wall Street (bem como no Brasil) a queda foi suavizada no final do pregão devido as boas perspectivas para aprovação do projeto de aumento do limite de endividamento dos Estados Unidos. Dow Jones fechou com um doji de indecisão em cima da região dos 12.1k após o teste sobre a LTA (confirmando o que havíamos destacado na análise da semana passada), que forma um triângulo simétrico. A região dos 12k poderá continuar segurando a queda do índice no curto prazo e dar espaço para um movimento de repique (que se iniciou hoje pelo intraday).


Na Bovespa a situação não é diferente. Após a abertura eufórica o índice despencou minutos depois com os dados decepcionantes mencionados no início desta análise. O índice bovespa também fechou com um doji de indecisão (apesar de estar mais para spinning top) seguindo as movimentações no intraday de Wall Street. O mercado segue dando suas oportunidades para trades rápidos apenas (pois estamos tecnicamente em bear market), podemos ter um provável repique até a linha central de bollinger ou resistência dos 60.5k.

2 comentários:

  1. ibov 58k indo para o vinagre?
    Será que vamos pegar umas promoções de 20k?

    ResponderExcluir
  2. Boa tarde anônimo,

    Sim, na verdade os 60k eram de maior importância por ser um patamar psicológico. Mas hoje perdemos a última prega pra segurar na congestão, significa que agora até bull vai querer virar bear na bolsa, por ser um mercado tecnicamente vendido. Na análise de hoje falarei mais sobre isso.

    Abcs, bons trades

    ResponderExcluir