sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Liquidez já atinge bancos europeus

O clima de desconfiança no mercado já começa a afetar a liquidez do sistema financeiro europeu. A situação ainda não é grave, porém uma grande parte dos bancos na Europa estão tendo dificuldades para captar dinheiro no mercado a custo baixo. Como a confiança no mercado caiu (e continua caindo) é normal que os investidores retirem dinheiro dos bancos com receio de um agravamento na crise da dívida soberana que afeta diretamente o sistema financeiro europeu. A baixa confiança também atinge o mercado interbancário (operações entre bancos). Os bancos passam a liberar dinheiro em operações mais curtas e com custos mais elevados, consequentemente a liquidez no sistema começa a diminuir.

É por este motivo que as ações de bancos europeus estão despencando nas bolsas de valores. Só nesta semana, boa parte das ações de bancos italianos (e demais países adjacentes) caíram mais de 10% no mercado. Justamente porque o custo de captação do dinheiro para os bancos está ficando mais caro, refletindo um cenário de menor liquidez dentro do sistema financeiro. Alguns bancos tiveram que recorrer ao BCE (Banco Central Europeu) para se capitalizarem, o Intesa Sanpaolo (maior banco da Itália), confirmou ter contraído 15 bilhões de euros em empréstimos com vencimento em três meses no BCE.

A disparada nos títulos da dívida pública de países europeus, como Itália e Espanha por exemplo agrava ainda mais a situação pois a desconfiança no mercado aumenta a medida que as fontes de financiamento bancário nesses países começam a diminuir. Com isso os bancos estrangeiros (fora da Europa) ficam com um pé atrás na hora de fechar operações de financiamento com bancos europeus, principalmente os italianos que viraram alvo do mercado nestas últimas semanas.

Esta crise de confiança no mercado pode ser explicada pela falta de coordenação política dentro dos próprios governantes europeus. Opiniões políticas divergentes dentro do bloco estão inviabilizando uma reestruturação organizada de toda a União Europeia. Os representantes políticos na zona do euro tentam defender o interesse nacional, olham para o "próprio umbigo" e "esquecem" que estão sob moeda única. Parece que esta semana a Alemanha gritou: salve-se quem puder! Isso acabou gerando o pânico nos mercados.

As bolsas no mundo inteiro foram duramente afetadas pelos acontecimentos desta semanda. Em especial a Bovespa, cujo seu principal índice recentemente entrou  em bear market atraindo atenção dos ursos no mundo inteiro. Motivos para tamanha queda no índice brasileiro não faltam, foram insistentemente relatados aqui no Finanças Inteligentes nos últimos meses. Portanto, na análise de hoje vamos deixar de lado o cenário político/econômico brasileiro para focarmos em um dado técnico importante. Para isso terei que alterar a dinâmica da análise das bolsas mundiais que faço todas as sextas-feiras. Ao invés de analisar os gráficos separadamente, irei juntá-los em um mesmo plano para efeito de comparação de desempenho entre os principais índices mundiais. O resultado desta "bagunça" pode ser observado no gráfico abaixo:


Primeiramente vamos identificar as cores. Em verde temos o desempenho do Ibovespa, em branco temos o desempenho do Dow Jones (Estados Unidos), em azul o desempenho do DAX (Alemanha), em amarelo o desempenho de Xangai (China) e na linha vermelha temos a oscilação do Nikkei (Japão). Reparem que a Bovespa foi a bolsa que mais se recuperou após o crash de 2008, além de ser o único índice a testar o topo histórico (tudo bem, não tocamos nos 74k à risca, mas chegamos bem perto).

Todos os demais índices mundiais não conseguiram se recuperar após o crash de 2008, com excessão do Ibovespa. A grande maioria não chegou nem perto do último topo histórico. Reparem como a bolsa de Xangai (representando o país que mais cresce no mundo) está bem distante de sua máxima história. Outro ponto a se observar é que mesmo com toda esta queda no ano o Ibovespa ainda está com o melhor desempenho entre as bolsas mundiais, isso porque o índice subiu absurdamente em 2009.

Muitos economistas e analistas estão dizendo que o mercado está sendo irracional com a bolsa brasileira. Será mesmo? Será que o mercado foi racional ao inflar a Bovespa em 2009 e irracional com todos os demais índices mundiais que subiram bem menos? O mundo estava errado e nós estávamos corretos? Fica aí esta reflexão para avaliarmos se nós realmente somos os "injustiçados" por estarmos caindo mais do que os demais índices mundiais.

Outro ponto a ser considerado é a relação entre o Ibovespa e o índice de volatilidade (o famoso VIX). Quando o VIX sobe, significa que a volatilidade do mercado está subindo, isto é, a tensão fica maior e os investidores vendem ativos nas bolsas de valores. Quando o VIX cai, significa que a volatilidade está diminuindo, isto é, a tensão é menor e os investidores voltam a comprar ativos nas bolsas de valores.


No gráfico acima podemos observar que o melhor ponto de compra do Ibovespa foi quando o VIX (linha vermelha) marcou o seu nível máximo de pontuação, que representava o fundo do poço da crise financeira em 2008. Foi exatamente na época em que a bolsa marcou fundo nos 29k e retomou a trajetória de alta. Olhando o nível atual do VIX podemos afirmar que a volatilidade do mercado ainda está baixa (porém subindo agressivamente nas últimas semanas), se comparada aos níveis de 2008.

O melhor ponto de compra para operações de longo prazo está nos raros momentos em que o índice de volatilidade dispara ininterruptamente, sinalizando pânico generalizado no mercado, como aconteceu em 2008. E pode ser que esta oportunidade única volte a aparecer novamente, estamos iniciando uma nova fase da crise de 2008 com a deterioração dos déficits fiscais nos países desenvolvidos. O centro da crise agora é o Estado, que gastou demais para tirar as economias da recessão.

O cenário ainda é incerto, a economia mundial tende a crescer menos nos próximos anos com os cortes orçamentários na Europa e Estados Unidos. Não sabemos quando teremos outro crash como o de 2008, mas podemos estar preparados para tirar dinheiro do mercado quando este dia chegar.

17 comentários:

  1. Bela analise, só faltou falar do rebaixamento do USA pela S&P

    ResponderExcluir
  2. Olá Anônimo,

    Exatamente. Eu fiquei sabendo do rebaixamento só depois que publiquei o artigo. Vou fazer um breve comentário sobre o que acho

    ResponderExcluir
  3. Apesar de tudo este downgrade não me surpreendeu. O rebaixamento dos EUA já era esperado porque:

    - estava sob perspectiva negativa,
    - déficit fiscal alto demais,
    - problemas econômicos graves (como desemprego) sem resolução,
    - deterioração do dólar,
    - elevação da dívida vinculada à um plano de corte nos gastos num momento em que a economia necessita de incentivo,

    Portanto este rebaixamento é totalmente justo. Aliás na minha opinião a nota já deveria ter sido cortada em 2008.

    Agora na prática as consequências para o mercado serão duras com este downgrade. Alguns fundos são obrigados a comprar ativos AAA, e os Estados Unidos eram a grande referência. Poderá ocorrer uma fuga mais intensa de capitais para demais ativos triple A, alguns investidores mais espertos já anteciparam um movimento no franco suíço esta semana. Outra parte desses recursos deverão ficar em caixa, parado, pois vai faltar opções no mercado para realocação. O Bank of New York Mellon já está cobrando para receber alguns depósitos de clientes que querem deixar o dinheiro parado dentro do banco sem render nada.

    Finalizando achei sensato a S&P anunciar o downgrade após o fechamento dos mercados na sexta-feira para evitar um circuit break nas bolsas mundiais. Provavelmente o governo, sabendo que iria ser rebaixado, pediu que fosse feito o anúncio na sexta-feira após fechar os mercados.

    ResponderExcluir
  4. Bom dia,

    Leio seus posts há cerca de 3 meses.Não conhecia o site até então. Gostaria de parabenizar pela linha de raciocinio que sempre foi simples, nunca emotiva ou turbulenta.

    Um abraço,

    Samuel
    @samuel_rcx

    ResponderExcluir
  5. FI, obrigado pelo gráfico que havia sugerido em um post anterior - acho que a BOVESPA está sofrendo uma correcao natural por ter subido mais que as outras bolsas e acredito que deverá corrigir até os 45K, de acordo com dados da XP sobre o PL das empresas. E, mais uma vez, suas colocacoes sao excelentes - a análise do VIX foi uma aula para salvar e guardar em arquivo. Obrigado por compartilhar seus conhecimentos com os seus leitores. Um abraco

    ResponderExcluir
  6. Rebaixamento ja estava precificado.

    O dow jones ja sabia desde a tarde de sexta feira.

    rebaixamento do titulo americano só ajuda o Brasil.

    Titulos brasileiros ficarão mais atraentes, e o país terá menos despesas com juros, diminuindo a relação divida/pib.

    ResponderExcluir
  7. O VIX é o Inverso da euforia.

    O VIX nao vai subir muito mais.

    Nao existia o efeito euforia no mercado e o rating AA ja esta precificado.

    Alem disso, nao temos bancos, seguradoras e montadoras de carros se quebrando.

    Desemprego nos EUA melhorando, entao, esperar o VIX voltar o que foi em 2008 é conversa fiada.

    ResponderExcluir
  8. Olá, quinta feira meu stop foi simplesmente pulado, stop abaixo da mínima de 20-07, até tinha falado com vç dias atráz , por poucos centavos apenas, resultado estava viajando quando à noite verifiquei estava lá na carteira as petro lá embaixo...agora só me resta esperar pull-back e pular fora pois o alvo é o fundo de 2008 em dolar, desde ano passado que marquei no gráfico o alvo nos 48~50k, creio que teremos uma correção até as médias mais rápidas por volta dos 58K, importante fundo perdido e depois prossegue o movimento baixista, se nos 48K não montar fundo....
    Ivan

    ResponderExcluir
  9. Samuel,

    Obrigado!

    Abcs e bons investimentos,

    ResponderExcluir
  10. Anônimo,

    As ordens! Juntando tudo em um só gráfico realmente ficou mais fácil de enxergar, valeu pela dica! Eu não lí ainda esses dados da XP, mas mensurar target de queda da bolsa pelo P/L é complicado. O P/L sozinho não significa nada na análise fundamentalista, ele é apenas um recurso a mais para projetar se a empresa tem boas perspectivas futuras. A empresa pode ter um P/L baixo e continuar caindo porque as perspectivas não são boas, ou o segmento ficou ruim.

    Quem sou eu pra dar alguma aula! rsrs... mas é bom guardar esse VIX mesmo. Obrigado e bons investimentos

    Abcs,

    ResponderExcluir
  11. Anônimo 2,

    Pra mim já era esperado o rebaixamento, aliás chegou até tarde demais. Merecia cortar logo quando os EUA aumentaram sistematicamente o orçamento militar e cortaram os impostos para os mais ricos no governo Bush. Isso colaborou e muito com o aumento da dívida americana.

    Ainda é cedo pra saber, mas acho que o alvo para aplicações triple A será no Reino Unido ou Canadá. E talvez uma corrida maior por franco suíço no mercado de moedas.

    Abcs,

    ResponderExcluir
  12. Anônimo 3,

    Não podemos afirmar com certeza se o VIX vai continuar subindo ou caindo, o estudo que eu fiz é pra demonstrar que as melhores oportunidades para formar carteira de hold na bolsa são quando o VIX dispara ininterruptamente, que são nos momentos mais agudos das crises.

    Sobre o desemprego nos EUA ele ainda está muito alto, acima dos 9%, e os gastos do governo com os desempregados estão entre os maiores nas últimas décadas. O mercado imobiliário americano está em depressão e isso dificulta muito na recuperação.

    Abcs,

    ResponderExcluir
  13. Ivan,

    Se serve de consolo o seu stop estava posicionado no lugar certo. O papel derreteu depois disso. Agora você tem que reavaliar a estratégia pois o mercado pulou seu stop. Se você quer fazer caixa mas ao mesmo tempo não quer ficar 100% líquido na petro, talvez segurar 1/3 e vender 2/3 da posição no pullback seja uma boa se você realmente acredita no papel pra longo prazo.

    Como ficamos mais de 2 anos dentro de uma congestão a tendência é o movimento de rompimento da mesma ser um pouco mais forte e prolongado, como os suportes são fracos, abaixo de 60k é rezar ave maria.

    Abcs, bons trades

    ResponderExcluir
  14. FONTES LIGADAS AO SENADOR CARIOCA DORNELLES, DIZEM QUE EIKE BATISTA ESTÁ PARA COMPRAR A REDE DE HOTEIS OTHON COM INVESTIMENTOS DE 420 MILHOES.

    http://tostaoimoveis.com.br/images/artigos/ARTIGO%20-%20%20RIO%20DE%20JANEIRO,%20CANTEIRO%20DE%20OBRAS%20PARA%20OS%20JOGOS%20DE%202016%20X%20AS%20CONQUISTAS%20DAS%20OLIMPIADAS.pdf

    ResponderExcluir
  15. Obrigado, o que mais me preocupa é o gráfico indexado em U$$, depois dá uma olhada, chamo isso de armadilha do cambio, o preço se aproxima da tetração 61,8 de toda perna altista desde 2008, observe que em 2008 após perda desdes patamares houve uma corrida rápida até os U$$ 6,00, vamos supor que o dolar suba até R$ 1,80 então teremos a Petr4 batendo em R$ 10,80, como em bolsa tudo é possível...
    Ivan

    ResponderExcluir
  16. Anônimo,

    O Eike é mestre em vender porcaria na bolsa para o pequeno investidor. Ele poderia "compar" não só os hotéis Othon, como também a Telebrás, Mundial, Laep, KEPL3, TOYB4, etc...

    Cuidado que o mercado está cheio de iscas pra pegar sardinha.

    Abcs,

    ResponderExcluir
  17. Ivan,

    Concordo. O gráfico em dólar preocupa, mas ultimamente não está havendo muita lógica entre câmbio e bolsa. Normalmente quando um cai o outro sobe, e eu já cansei de ver bolsa e dólar caindo ao mesmo tempo rsrs. Perdeu um pouco da lógica, mesmo porque o governo tem anunciado várias intervenções no câmbio. A regra muda e o mercado fica confuso e como a tensão está aumentano aí é que se perde toda a lógica mesmo.

    Abs,

    ResponderExcluir