sexta-feira, 26 de agosto de 2011

O coelho fugiu da cartola

O tão aguardado discurso de Ben Bernanke (lembrando que Bernanke não é rei), presidente do Federal Reserve, nesta sexta-feira em Jackson Hole (Estados Unidos) deixou um vazio no mercado. O anúncio de um quantitative easing 3 não foi confirmado contrariando toda a expectativa criada durante a semana por diversos analistas. De fato foi uma notícia importante, pois conforme destacamos no artigo de sexta-feira dia 19/08/2011 "FED, bancos e liquidez. A combinação do desastre", existe a possibilidade da economia americana entrar em estagflação (inflação cresce, mas a economia não). Injetando mais liquidez no sistema, este risco de estagflação aumenta consideravelmente, já que a inflação "acordou" nos Estados Unidos e mais dinheiro na economia impulsionaria ainda mais as pressões inflacionárias em um cenário onde o desemprego continua muito alto e sem sinais de melhora.

Mas este discurso de Bernanke merece outro destaque, o Federal Reserve não tem coelho na cartola. Bernanke não anunciou nenhuma medida a ser adotada pela autoridade monetária, não trouxe nenhuma novidade ao mercado e ainda por cima empurrou o problema para a administração do governo Obama. Realmente o FED está ficando sem margem de manobra, a taxa de juros é praticamente nula e deverá continuar assim nos próximos anos, os programas de quantitative easing não impulsionaram a economia como deveriam e os bancos não estão seguros em liberar mais crédito ao mercado (estão preferindo manter as reservas em caixa ou aplicar no mercado de capitais). As empresas não estão seguras em investir (e consequentemente aumentar as contratações) e as pessoas continuam inseguras com a economia norte-americana e gastam menos. É um círculo vicioso provocado pela falta de confiança geral no mercado.

A falta de opções dentro do FED obrigou Bernanke a pedir (em outras palavras) "um tempo" ao mercado. A reunião de setembro sobre política monetária será ampliada para dois dias, enquanto isso o comitê continuará a avaliar as perspectivas econômicas no país, ou seja, estão mais perdidos do que nunca e ainda não sabem o que fazer. Enquanto isso o presidente do FED passou a batata quente para o presidente Obama, Bernanke cobrou mais gastos por parte do governo para acelerar a retomada do crescimento econômico, mas se "esqueceu" que os Estados Unidos precisam reduzir o déficit fiscal e isto implica em cortes nos gastos públicos daqui pra frente. Percebeu como a situação está complicada? Onde está o coelho da cartola? Será que ele fugiu? Não existe uma saída simples que não seja dolorosa para a economia dos Estados Unidos.

O índice Dow Jones fechou a semana em alta, com um candle de fundo acima do suporte da média móvel simples de 200 períodos. 10.7k é a região de fundo temporário no gráfico semanal, como a queda foi muito intensa nas últimas 4 semanas é normal o índice parar para respirar e aliviar os indicadores. Para as próximas semanas Dow Jones poderá trabalhar um topo descendente dentro da tendência de baixa predominante no médio e longo prazo.


Na Europa a semana também foi de alívio para as principais bolsas do continente. O DAX (Alemanha) marcou um martelo invertido fora das bandas de bollinger em região de extrema sobrevenda indicando que poderá manter o repique de alta ou lateralizar nas próximas semanas.


Apesar de tudo as bolsas europeias estão apenas aliviando a pressão vendedora que foi esmagadora nas últimas semanas. Sinais de que o novo pacote para a Grécia pode estar fracassando se intensificaram na sexta-feira, depois que o endividado país alertou que não vai seguir em frente com a troca de bônus se o acordo não atingir as metas (pelo menos 90% dos investidores), mesmo enquanto autoridades europeias tentavam resolver as divergências sobre a participação da Finlândia no plano de resgate.

A Grécia tem que rolar 135 bilhões de euros de sua dívida pública por títulos de prazo mais longo, mas a parcela de instituições financeiras que decidiram participar do programa "voluntário" de rolagem está entre 60% e 70%. Além disso o governo finlandês afirmou que o acordo com a Grécia para as garantias estava fora de negociação, e que as conversas agora estão concentradas em encontrar garantias alternativas que sejam adequadas para todos os países da região do euro. Parece que a Finanlândia não vai mesmo participar do pacote de socorro à Grécia se não receber garantias, e no momento ainda não há solução para este impasse.

Nos mercados emergentes a semana também foi de alívio momentâneo. A bolsa de Xangai na China conseguiu marcar fundo temporário na região dos 2.5k em um engolfo de alta que poderá garantir o movimento de repique para as próximas semanas. No médio e longo prazo o mercado continua vendedor, reparem que até as médias móveis mais longas (como a de 200 períodos) estão bem inclinadas para baixo, extremamente vendedoras.


A desaceleração e o risco de recessão nos países desenvolvidos continua sendo um dos principais entraves para as economias dos países emergentes. Cortes nos gatos públicos para reduzir os déficits fiscais de diversos países na Europa e Estados Unidos deverão impactar negativamente o crescimento da economia mundial, incluindo os países emergentes.

O gráfico das commodities já está antecipando este desaquecimento da economia mundial. Menor crescimento significa primeiramente menor demanda por commodities. Conforme podemos observar no gráfico abaixo os preços das commodities estão em tendência de queda, a LTA que sustentou todo o movimento altista desde novembro de 2008 foi perdida recentemente com topos e fundos descendentes, confirmando a trajetória de baixa iniciada no início deste ano.


Finalizando com o Ibovespa, o índice fechou a semana em alta. O movimento de repique iniciado no fundo em 48k se tornou um movimento lateral entre a resistência dos 55k e o suporte dos 52k. O mercado brasileiro está andando de lado há duas semanas, o que não é um bom sinal, pois permite a aproximação das médias móveis mais rápidas sem que o movimento do índice seja ascendente. Reparem como a linha central de bollinger ainda está bem distante da pontuação do índice, esta distância deverá se encurtar nas próximas semanas/meses.


O nível de sobrevenda continua muito alto e mesmo assim a força compradora demonstra fraqueza para encaixar um repique de alta mais consistente. Para médio e longo prazo a tendência de baixa permanece inalterada.

9 comentários:

  1. Prezado,

    Sabia que a criptonita tinha enfraquecido super bernie!
    Vai ficar para o natal!
    Abs
    Samuel

    ResponderExcluir
  2. Somente há pouco tempo tomei conhecimento do “Finanças Inteligentes”. Devo dizer esta foi uma grata surpresa, pois suas análises são de excelente qualidade (objetivas e oportunas).
    Na oportunidade gostaria de fazer uma sugestão: Seria possível incluir a análise do dólar pronto nos comentários diários. Isto tem interessado a muita gente...
    Mais uma vez parabéns pelas análises.
    Forte Abraço

    ResponderExcluir
  3. Samuel,

    Não só enfraqueceu como o deixou na mão rs.. A equipe do FED vai ter que quebrar a cabeça agora pra tentar achar alguma solução, mas uma coisa é certa: o remédio é amargo e não há como fugir dos efeitos colaterais.

    Abcs,

    ResponderExcluir
  4. Edmar,

    Obrigado! Seja bem-vindo ao Finanças Inteligentes!

    O blog é aberto para acatar as sugestões dos leitores, fiz uma análise para médio/longo prazo do dólar agora e coloquei no menu: Pedidos de Análises ( http://www.financasinteligentes.com/p/pedidos-de-analises.html ). Lendo a análise você vai perceber que o câmbio está trabalhando em uma zona de congestão e não tem apresentado muitas novidades, por isso não toco muito neste assunto. Mas estamos de olho e sempre que surgir alguma coisa novidade / alteração / intervenção, etc vamos abordar este assunto aqui.

    Abcs,

    ResponderExcluir
  5. Caro FI,

    Gostaria que você desse uma lida nesse novo post meu:

    http://heavymetalinvestimentos.blogspot.com/2011/08/cuidado-com-os-trolls.html

    Obrigado!

    ResponderExcluir
  6. Não conhecia o blog, dei uma olhada nos post antigos e achei muito interessante! Parabéns!

    http://encontrodeinvestidoras.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Geral Investimentos,

    Obrigado! Seja bem vindo!

    Abcs,

    ResponderExcluir
  8. Já favoritei teu blog, acabei comprando uns livros indicados por ti.. E com isso fiz algumas analises sobre Fesa4, Forja taurus e Eucatex e todas essas mostra indices P/L e P/VPA excelentes.. teria como analisar pelo menos uma delas.. Ou até mesmo a Kepler Weber que vem melhorando substancialmente porém sua cotação consegue estar em um patamar inferior ao de 2007 quando a empresa estava na merda

    Abraços
    Eduardo

    ResponderExcluir