quinta-feira, 1 de setembro de 2011

4,5% é meta fictícia

O surpreendente corte de 0,5 p.p. na taxa selic, anunciada ontem (mostrando perda de autonomia do Banco Central), pode estar demonstrando que o Banco Central abandonou (teoricamente) a meta de inflação em 4,5% ao ano. O novo objetivo da política monetária é estimular o crescimento do PIB mesmo que este seja acompanhando de uma ingrata pressão inflacionária. Tolerar uma inflação mais elevada para sustentar o crescimento do país parece ser uma decisão correta? Do que adianta crescer acima de 4,5% de forma desordenada se temos gargalos enormes na área de infraestrutura, tributária e educacional? Do que adianta ter um bom mercado consumidor interno se não conseguimos atender a nossa própria demanda? Como o país vai aumentar a sua taxa de poupança interna (e consequentemente os investimentos) se a população tem que pagar mais caro pela cesta básica todos os meses?

As projeções para a inflação em 2012 subiram consideravelmente após a decisão do Copom, ninguém mais sabe qual é a meta real de inflação do governo, o mercado está desnorteado. Os 4,5% estão se tornando uma meta fictícia. Talvez o Banco Central esteja trabalhando, no escuro, com um patamar de 5% a 5,5% de inflação anual, o que não é nada saudável para a economia e muito menos para o nosso bolso.

Além disso a credibilidade do Banco Central está sendo abalada à nível global. Hoje os principais jornais de economia e finanças do Brasil e do mundo soltaram pesadas críticas quanto à postura e decisão do Banco Central. O corte na taxa selic aconteceu um dia após a presidente Dilma Rousseff praticamente exigir um corte dos juros numa entrevista no rádio.

A bolsa de valores no Brasil continuou sua trajetória altista se ajustando há um cenário de juros mais baixos no país. O índice bovespa conseguiu romper a sua média móvel simples de 50 períodos e resistência dos 57.6k com um forte volume de negociações. São 5 dias seguidos de alta e os indicadores ficaram totalmente sobrecomprados no intraday, abrindo espaço para realização de lucros no pregão de amanhã (movimento que se inicou hoje no final do pregão). Esticando um pouco o prazo, o pivot de alta acionado no gráfico diário, pode garantir que a região dos 60k seja testada em poucas semanas.


Para os investidores que mantêm posições compradas basta ajustar o stop para garantir o lucro, para os que estão líquidos o nível de sobrecompra não garante um boa relação de risco x retorno para abertura de novas posições compradas. Para os que querem especular na venda (no intraday), as condições estão melhores para esta sexta-feira.

Em Wall Street, o índice Dow Jones fechou o dia em queda refletindo o baixo número de contratações no mercado de trabalho norte-americano. O índice fechou abaixo da resistência em 11.6k marcando configuração de topo onde possibilitou o surgimento de uma nova LTB (linha de tendência de baixa) no curto prazo.

8 comentários:

  1. FI ,

    queria ver mais informações sobre o mercado ações que vc acha interessante para comprar vender , se possivel, desde já agradeço a seus comentários sobre a ecomonia brasileira e mundial .

    ass: lluner

    ResponderExcluir
  2. Boa Noite Keep
    Hoje saiu tanta "gente" do governo dizendo que o BC tem autonomia que só reforçou minha visão de que não é e nunca será enquanto o PT for governo.
    Pior; Agiram como especuladores, apostam em algo que não esta certo que venha a acontecer. Pior ainda; Nós que especulamos sabemos os riscos que corremos, o BC não sabe o rsico que corre com o tiro que deu!
    Vamos aguardar para ver a lambança que vai ser!
    Grande abraço
    PF

    ResponderExcluir
  3. lluner,

    Boa! Agora já não vejo tanta coisa interessante pra comprar, na época dos pânicos de baixa deixei recomendação para ações de empresas bem fundamentadas boas pagadaoras de dividendos. Você já tem carteira formada ou está pensando em formar alguma? Tem preferência por algum setor em específico?

    Abcs,

    ResponderExcluir
  4. Paulo,

    Bom te ver por aqui! Concordo com o que disse, o governo não soube nem esconder a sua influência sobre o BC, a entidade deixa de ser técnica e passa a ser política, as explicações para o corte na taxa de juros, sinceramente são ridículas para qualquer um que acompanha o mercado. Se a inflação voltar a disparar (o que não duvido) a taxa poderá subir para um patamar bem pior do que antes. Vamos ver o que deve sair na ata semana que vem.

    Abcs e bons trades!

    ResponderExcluir
  5. FI ,

    estou pensando em fazer uma , estou a cinco anos no mercado e sinceramente não soube escolher açoes de qualidade e perdi muito dinheiro nessa escolha , por isso que estou pedindo uma ajuda para recomeçar essa nova fase e esquecer o passado ,Agradeço desde já atenção

    ass:lluner

    ResponderExcluir
  6. lluner,

    Só pra eu entender melhor. Você zerou tudo, ficou 100% líquido e agora está querendo retornar mas fazendo a coisa certa? Se quizer pode me enviar um e-mail que te respondo com o que for possível ajudar.

    Abcs,

    ResponderExcluir
  7. FI ,

    não zerei tudo porque o prejuizo seria muito grande , vou tentar começar de novo com um novo capital

    email : cassio@arriscatudo.com

    ResponderExcluir