terça-feira, 20 de setembro de 2011

Bovespa vira a mão

A pancada no final do pregão desta terça-feira pode estar indicando que o mercado virou a mão na Bovespa. O índice trabalhou 2/3 do dia no campo positivo, onde inclusive conseguiu romper o último topo de curtíssimo prazo na região dos 57.2k, que em tese aumentaria as chances de um teste nos 58.5k. Mas o mercado virou a mão exatamente no ponto em que passa uma LTB (linha de tendência de baixa) de curto prazo, melhor visualizada no gráfico intraday de 60 minutos do índice conforme demonstrado abaixo. Foram mais de 1.000 pontos de queda rápida, em uma região propícia para o aparecimento de operações vendedoras. Esta derrubada no final do pregão deixou o índice na corda bamba para testar a LTA (linha de tendência de alta) de curto prazo no pregão de amanhã, com fortes probabilidades de perda, pois esta é a primeira vez (durante todo o movimento de repique iniciado nos 48k) que a linha de sustentação será testada com um marubozu de baixa.


Esta provável mudança de cenário não pode ser observada no gráfico diário, pois conforme exemplo abaixo, o índice continua na mesma (oscilando entre LTA de curto prazo e resistência dos 58.5k).


A especulação no dólar continua forte, o mercado mantêm o foco no câmbio pois a moeda aqui é boa pra especular (uma das que mais oscilam com a variação do dólar). Os investidores estão preocupados com os empréstimos feitos em dólar pelas empresas brasileiras alguns meses atrás, conforme antecipamos no artigo de ontem. Empresas que não fizeram a proteção em hedge certamente não serão boas opções de investimento para os próximos meses/anos. Infelizmente o Finanças Inteligentes não tem uma lista destas empresas "desprotegidas", caso algum leitor tenha esta informação, sinta-se à vontade em compartilhá-las conosco através dos comentários do blog.

No cenário externo, o rebaixamento do rating da Itália não impactou no desempenho dos mercados europeus. Nem mesmo a declaração do economista-chefe do FMI (Fundo Monetário Internacional), ao dizer que alguns bancos europeus precisam ser recapitalizados para evitar um sério risco de insolvência, conseguiu atingir o mercado europeu que trabalha em repique de alta, aliviando a forte queda das semanas anteriores.

Nos Estados Unidos, o índice Dow Jones continua em sua saga para tentar furar a resistência nos 11.6k, mas sem sucesso desde então. Há mais de um mês alertamos para esta resistência aqui no Finanças Inteligentes e a mesma continua fazendo pressão vendedora sobre o índice, impedindo a continuação do repique de alta.

8 comentários:

  1. Olá, só não disparou hoje este triangulo porque acabou o pregão, más de manhã desde a abertura já vi total fraqueza desde o leilão de abertura, tive a chance de liquidar o restante de Petr4, vou ver amanhã. Parece que teremos dias negros à frente, vamos ver os 48K se será respeitado em breve!!
    Voltando para a Petro, dolarizada está bem configurado uma bandeira baixista, o pesadelo dos comprados!!!
    Ivan

    ResponderExcluir
  2. Senhores,

    No ibov intraday 60 min. pode também ser observada uma divergência baixista no MaCD. Se realmente houver rompimento do triângulo para baixo a projeção deve levar aos 48k.

    abraços

    ResponderExcluir
  3. Amigo,

    Obrigado pela visita e comentário no blog http://rendimentofundoimobiliario.blogspot.com/

    Grato,

    Rodrigo

    ResponderExcluir
  4. Ivan,

    Essa foi a impressão de ontem, como viraram a mão muito rápido em queda forte a tendência é que continuasse hoje. O mercado é imprevisível, mas estes dias está parecendo um faroeste, é tiro pra tudo que é lado rsrs...

    Abcs, bons trades

    ResponderExcluir
  5. Edmar,

    Sim, o problema é que o mercado está muito imprevisível e sem parâmetro. Conforme disse pro Ivan, parece um faroeste. Hoje mesmo tem bolsa subindo, dólar disparando (pra variar), juros futuros subindo, ouro subindo... Assim não tem jeito, tem que cruzar os braços e ver onde é que vai estourar..

    Abcs, bons trades

    ResponderExcluir
  6. Rodrigo,

    Parabéns pelo bom trabalho com FIIs.

    Abcs,

    ResponderExcluir