sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Correria nos mercados

As vésperas do fechamento de contrato de opções, o Ibovespa fecha a semana com nada mais nada menos que 7,4% de alta. É pra colocar qualquer vendido de cabelo em pé. O mais interessante é que tudo começou no dia 04/10/2011, onde Wall Street (de forma impiedosa por sinal) emplacou o bear trap mais forte do ano. Tamanha força deste movimento (mais de 1.000 pontos de alta em apenas 2 semanas) que o índice continuou disparando nos dias seguintes arrastando as demais bolsas mundiais.

O Ibovespa, que chegou a testar a região dos 49.4k na semana passada, fechou o pregão desta sexta-feira colado no objetivo principal da virada de mão no mercado nacional, aos 55k. O marubozu de alta desta semana confirma tudo o que foi dito na análise de ontem (leia aqui). Agora, com a semana já encerrada, podemos observar melhor a pintura do gráfico semanal logo abaixo:


Um fundo de pavio longo inferior formado por um martelo aos 47.8k, e um segundo fundo ascendente de pavio longo inferior formado aos 49.4k. Podemos formar uma LTA curta entre esses dois pontos, indicando início de uma possível tendência de alta para o médio prazo (nos próximos meses). Como as oscilações foram fortes nos meses anteriores (gerando grandes candles nos gráficos), a região para acionar o pivot de alta no semanal está apenas aos 58.6k, alto demais. Este é um ponto preocupante, pois será difícil achar papel barato para comprar após o possível rompimento para cima dos 58.6k.

Apesar desta boa sinalização dos gráficos mais longos, os movimentos de curto/curtíssimo prazo continuam os mesmos. Sobe e desce rotineiro, com pitadas de volatilidade. Na próxima semana podemos encontrar um movimento de realização de lucros para as operações de curto prazo, afinal de contas, foram mais de 7% só nesta semana.

Esta virada de mão limpou muita venda em aberto do mercado, por isso subimos tão fácil esta semana. Os vendidos ficaram com um pé atrás após levarem um forte bear trap, mas 55k é ponto pra entrar vendido na segunda-feira, jogando junto com um possível movimento de realização de lucros. Se o volume de vendas entrar com um pouco mais de força nos 55k, as operações vendedoras ganham um pouco mais de confiança podendo ser prolongadas por mais alguns dias na intenção de jogar o mercado para testar suportes mais abaixo. Até os 52k e/ou base da LTA no semanal é muita lenha pra queimar e mesmo assim não irá invalidar esta tendência de alta no médio prazo, caso as mesmas sejam respeitadas. Por outro lado, se as vendas não aparecerem nos 55k, pode ser um sinal de que os ursos correram mesmo para toca.

O movimento em Wall Street também está bem parecido com o nosso. Fechamento da semana com um marubozu de alta, com início de rompimento da tão sofrida região de resistência aos 11.6k. A média móvel simples de 20 períodos semanal já está sendo testada, o que pode jogar um pouco de pressão vendedora sobre o índice nos próximos dias. O rompimento desta zona de congestão de curto prazo para cima, poderá injetar mais ânimo aos mercados para as próximas semanas/meses.


Na Europa os mercados continuam repicando forte. O DAX (Alemanha) passa por uma fase bastante volátil, de movimentos fortes e rápidos (também não é pra menos, a crise na Europa esquartejou as ações nas bolsas de valores, principalmente as do setor bancário). O DAX já subiu 20% desde o mês passado, poderá encontrar certa resistência para continuar subindo na próxima semana. A média móvel simples de 200 períodos está sendo testada, seria até mesmo saudável para o índice entrar em um movimento de realização de lucros.


Também tivemos reação das bolsas no mercado asiático. O índice da bolsa de Xangai (China) fechou na máxima da semana marcando fundo sobre a região dos 2.3k. O nível de sobrevenda está muito alto, índice longe de suas LTBs (até mesmo a mais rápida) e médias móveis. Sinal de que um rally de natal poderá acontecer por lá também.


No cenário macroeconômico não temos novidades, a situação segue delicada conforme nosso acompanhamento diário. Haverá uma reunião "importante" (está entre aspas, pois nos últimos anos os resultados obtidos a partir destas reuniões do G 20 são no mínimo decepcionantes) dos ministros de Finanças do G-20 na França, neste final de semana. Entre os assuntos abordados está o aumento da capacidade de empréstimos do FMI, com um objetivo de injetar ainda mais recurso aos países deficitários da zona do euro.

Há uma divergência interna entre o grupo dos Brics, composto por Brasil, Índia, China, Rússia e África do Sul, na questão que envolve as contribuições destes países para a crise da dívida soberana na Europa. O Brasil levantou esta idéia de contribuição (em outras palavras, "doar"o nosso dinheiro aos europeus) mas não encontrou apoio dentro do próprio grupo.

Os ratings na Europa continuam a cair. Hoje foi a vez da S&P cortar o rating da Espanha de AA para AA- com perspectiva negativa. Um dos bancos mais famosos da Europa, o suíço UBS, também sofreu corte de rating pela agência de classificação de risco Fitch. Os poderosos americanos, Morgan Stanley e Goldman Sachs (senhores do mundo) também estão sob a mira da Fitch para cortes nos ratings.


Posts desta semana:


Não se precipitem ao mercado. Frieza, paciência e estratégia são essencias tanto para entrar, quanto para sair. Tenham um ótimo final de semana!

10 comentários:

  1. F.I.,

    Simplesmente fantástico suas análises... Parabéns!!! Confesso que acompanho este blog apenas dois meses... não perco sequer uma análise!!!

    Carlos

    ResponderExcluir
  2. Muito bom mesmo o site. Não confio nessa alta. Agora vem um bull trap.

    ResponderExcluir
  3. FI,
    Será que mudaremos de tendência? Difícil dizer.
    O momento ainda apresenta boas empresas com preços de entrada bem atrativos. A hora é ainda de chegada a bolsa para o não-trade.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  4. Carlos,

    Obrigado! Que bom, espero estar ajudando.

    Abcs, bons investimentos

    ResponderExcluir
  5. Armando Mafra,

    Obrigado! Sim, sempre temos que consderar o outro lado também. Pode aparecer um bulltrap das mesmas proporções deste beartrap, vamos ver o que o mercado vai aprontar.

    Abcs, bons trades

    ResponderExcluir
  6. Jônatas,

    Para o longo prazo não, a tendência de baixa continua firme e forte, talvez vamos ver o teste desta tendência só no ano que vem e olhe lá. O Ibovespa soltou um fundo que pode ser temporário (ou não), mas parece que estamos em uma secundária de alta que pode durar algumas boas semanas ou meses.

    Mesmo assim o mercado deve continuar chacoalhando, acho que vão socar venda nos 55k, o que será ótimo pra pegar alguma coisa barata pra position.

    Abcs, bons investimentos

    ResponderExcluir
  7. Olá, nas corretoras o assunto é esse mesmo, estão escolhendo os papéis para entrarem vendidos, creio que vão socar mais as queridinhas mesmo, Vale, Petro, Siderurgicas e bancos, estou de olho pois o mercado pode repetir movimento da falha de rompimento, a bandeira de baixa na matriz ainda é válida e tudo originou à partir do rebaixamento, observe o volume decrescente no Sp500, é olho vivo mesmo pois os ursos já já aparecem!!!
    O que vç acha da Usim5?? To pensando numa venda com objetivo em R$ 10,00, obrigado;
    Ivan

    ResponderExcluir
  8. Ivan,

    Sim, devem estar doidos pra derrubar amanhã, ainda mais porque ibov subiu muito rápido e é vencitmento de contratos de opções. Acho que vão pegar a petro pra surrar (apenas palpite)

    A USIM5 não está tão fácil assim pra socar (apesar de estar colada abaixo da linha central) igual da última vez em que falamos o timming certinho, papel marcou topo e foi nos 10,00. A resistência boa pra socar (com menos risco) seria nos 12,80 se ela chegasse lá de uma vez. Mas se tem gordura pra queimar dá pra arriscar uma venda amanhã, com stop acima da média simples de 20 se furar. Olha a VALE5 e CSNA3, se refugar na média de 20 períodos a força vendedora aumenta.

    Abcs, bons trades

    ResponderExcluir
  9. Caiu, de fato. Aí fiquei na dúvida.

    O que garante que essa queda não é também uma espécie de bull-trap? Como distinguir um simples queda, de uma correção, de uma bull-trap?

    Obrigado,
    TR

    ResponderExcluir
  10. Olá TR,

    Neste caso a queda não foi uma surpresa, pelo menos para mim. O risco x retorno pra socar nos 55k estava muito bom, foi o que aconteceu. Só teremos bulltrap (armadilha para touros, enganar os compradores) se perdermos os 52k, LTA de curto prazo e fechar a semana com um candle de topo de preferência.

    Na análise de hoje falarei mais sobre isso.

    Abcs, bons negócios

    ResponderExcluir