terça-feira, 18 de outubro de 2011

Pegadinha do "The Guardian"?

O jornal britânico The Guardian afirmou ao final da tarde desta terça-feira que França e Alemanha concordaram em aumentar o fundo de resgate da zona do euro (o famoso EFSF, na sigla em inglês), passando a tratar o fundo como uma entidade garantidora de empréstimos e adotando medidas para ampliar seu poder de fogo para 2 trilhões de euros.

Independente se esta notícia é verdade ou não, vamos tentar analisar o fato de forma racional. Em primeiro lugar, o EFSF passou por extrema dificuldade e desentendimentos entre as lideranças do bloco para funcionar com um valor de 440 bilhões de euros. Vale a pena lembrar que há poucos dias atrás este valor (440 bilhões de euros) foi barrado pelo parlamento da Eslováquia para posterior aprovação. Demais países da zona do euro também tiveram dificuldades em aprovar o fundo, caso contrário ele já estaria funcionando há bastante tempo.

Portanto, em primeiro lugar, como Alemanha e França teriam poder para aumentar, na canetada, o EFSF sem a aprovação dos demais países e dos próprios Parlamentos? Em segundo lugar, da onde é que sairão esses 2 trilhões de euros? Sendo que os 440 bilhões já deram bastante trabalho? Em terceiro lugar, porque a imprensa britânica resolveu soltar esta notícia perto do fechamento dos mercados em Wall Street? Coincidentemente em uma região de extrema importância para definição de movimento para as próximas semanas e/ou meses, a famosa resistência dos 11.6k no Dow Jones.

Esta notícia está com cheiro, gosto e jeito de manipular um corte sobre esta forte zona de resistência no Dow Jones (11.6k) e S&P500 (1.2k, ambas com as mesmas características). O mercado inteiro está de olho nesta zona de congestão em Wall Street, visível aqui também no Brasil, um rompimento para cima poderá jogar os mercados em um forte movimento de alta.

A mídia brasileira, repleta de analistas renomados, simplesmente endossou o que foi relatado pelo The Guardian sem qualquer julgamento, malícia ou raciocínio lógico. Resta saber se este boato é realmente uma verdade ou não. O Finanças Inteligentes não tem o poder de julgar a veracidade de uma informação, como não há nada oficializado, o poder de fogo do EFSF continua em 440 bilhões de euros e com forte resistência da Alemanha referente à liberação de crédito do fundo para o setor financeiro europeu.

O índice Dow Jones disparou mas não conseguiu fechar acima da famosa zona de resistência aos 11.6k. O gráfico ficou totalmente confuso, duas anulações de topo seguidas, esta segunda por interferência da mídia sobre o mercado. O que podemos afirmar é que a resistência está ficando cada vez mais forte.


Na Bovespa o movimento foi idêntico, seguindo a correria de Wall Street. A nossa principal zona de resistência de curto prazo (55k) também não foi rompida, o fechamento ficou em cima. A reação do Ibovespa começou após o teste da linha central de bollinger, o que poderia ser um bom sinal caso o movimento tivesse ocorrido de forma natural. Amanhã o pregão será decisivo para definição de tendência para o curto/curtíssimo prazo, no Brasil e nos Estados Unidos.


Por fim, conforme tem acontecido rotineiramente nas últimas semanas/meses, houve mais um corte de rating após os fechamentos dos mercados. A agência de classificação de risco Moody's cortou o rating da Espanha em dois níveis, "dizendo que os elevados níveis de dívida do setores bancário e corporativo deixam o país vulnerável à problemas de financiamento". A perspectiva negativa foi mantida, mostrando que mais cortes poderão ocorrer no próximo ano.

19 comentários:

  1. Boa noite, FI.

    Parabéns pelo blog. Análises irretocáveis, raciocínio cartesiano, linguagem clara e direta.
    Venho seguindo desde que encontrei-o há aproximadamente dois meses.

    Paulo

    ResponderExcluir
  2. Olá Paulo,

    Obrigado! Sempre fico feliz ao saber que tenho leitores fiéis. Espero que o blog esteja ajudando dentro do possível, a todos nós!

    Abcs, bons investimentos

    ResponderExcluir
  3. Essa sua resposta me fez lembrar do livro "O Homem mais rico da Babilônia". Que sua bem aventurança em dividir seus conhecimentos seja recompensado em dobro.

    Também me enquadro na situação do Paulo, desde que descobri seu site, sempre leio antes de dormir.

    Foi difícil esse período de recesso (suas férias), só não mais, porque tambem estive viajando mais ou menos no mesmo periodo.

    Abs.

    ResponderExcluir
  4. Tb sou leitor fiel, mesmo quando quero ficar longe de bolsa leio o artigo do dia.

    ResponderExcluir
  5. Rogerio,

    Esta é a intenção. Dividir conhecimento, ajudar no que for possível, estamos aqui pra isso!

    Em períodos de recesso, eventualmente posso responder e-mails caso esteja apto.

    Abcs, obrigado e bons negócios!

    ResponderExcluir
  6. Ricardo,

    Obrigado! As vezes é bom ficar longe da bolsa mesmo.

    Abcs, bons investimentos

    ResponderExcluir
  7. OLá, confuso é pouco, o mercado está é louco, o que tem de gente tomando violinada!!
    Mesmo o Ibov batendo na linha do segundo ombro o EWZ na matriz ainda tem que andar um pouco mais e está em tendencia total de baixa, este EWZ é um fundo com Adr's Brasileiras, um bom termometro do apetite dos gringos aqui;
    Se me permite, venho alertar seus leitores para antes de se sair às compras tem que se confirmar que o mercado virou para alta, o que por enquanto para mim é mero repique, a mídia tenta subir no grito o mercado, em 2008 nem sei quantas fundos do poço o Ibov fez!!!
    Ivan

    ResponderExcluir
  8. Ivan,

    Correto. Boa contribuição, aliás o espaço aqui é democrático, para trocar idéias devemos expor nossas opinões mesmo! Não tem que pedir permissão rs..

    Em uma visão de longo prazo concordo que o mercado não virou e está longe de virar. Acho que vamos testar a tendência de baixa no LP só ano que vem. No curto e médio prazo é outra história, oportunidades para ambos os lados. No médio prazo pode caber um position e no curto/curtíssimo está mais complicado porque estão violinando mesmo sem dó. Operação tem que ser faroeste, rápido e tiro curto.

    Abcs, bons trades

    ResponderExcluir
  9. Desta vez tá difícil opinar... Vou "apostar" e ficar líquida. Apesar de o mercado tentar forçar a alta, o DJI tá esticado e macd perde força. IBOV "parece" um pouquinho melhor, talvez apostando na alta com um provável corte de juros. Porém, será que esse corte já não tá precificado?...
    Carla

    ResponderExcluir
  10. Carla,

    Sim, ficou confuso, ainda mais com esses boatos-bomba da mídia atrapalhando. Essa resistência no Dji está dando o que falar, é de suma importância para as próximas semanas/meses. No Ibov a mesma coisa, os 55k podem ser o divisor de águas neste curto/médio prazo. A briga pelo menos está boa, vale a pena acompanhar de camarote rs.

    Acho que o corte está precificado sim, só não vejo ainda fuga de investimentos da RF para RV. Fluxo ($$$) de pessoa física na Bovespa continua caindo, desde 2008. Incrível.

    Abcs,

    ResponderExcluir
  11. Prezados,

    A reuters hoje confirmou que realmente foi uma pegadinha do The Guardian.

    "Não há acordo sobre aumento de fundo europeu, dizem fontes"

    http://br.reuters.com/article/topNews/idBRSPE79I01T20111019

    ResponderExcluir
  12. Quero acreditar que o Ibov faz seu rally de Natal. Mas o Dow, com aquele desenho, tá difícil, né?...
    Acho que os "boatos" fazem parte do mercado. E os gráficos sempre nos dão algum tipo de "apoio".
    Carla

    ResponderExcluir
  13. Carla,

    No Dow e também no S&P, em pontos importantes de definição. Para curto/curtíssimo prazo, melhor a fazer é assistir de camarote esta briga de hoje, o lado que o mercado definir o trader tem que seguir. Ibov tem base pra esse rally de natal, mas acho vamos continuar dando umas boas chacoalhadas ainda.

    Abcs, bons trades

    ResponderExcluir
  14. Ursada fazendo o mesmo movimento de ontem na VALE5.
    Será que sai outra notícia no The Guardian para mudar o rumo? rs

    ResponderExcluir
  15. Anônimo,

    Sim. Mercado pegou a Vale pra bater, os aluguéis dispararam, pode saber que tem player no meio.

    Até agora o The Guardian "se faz de bobo". Nem tocam no assunto na página incial deles
    http://www.guardian.co.uk/

    Hehe... deve ter sido só pra chamar a atenção e ganhar mais $$$ com patrocinadores. Em 24h o jornal virou referência no mundo inteiro.

    Abcs,

    ResponderExcluir
  16. No Dow, olha só a MME233, no diário.
    A forte barreira do momento...

    ResponderExcluir
  17. Anônimo,

    E nada de romper rs..

    Esses 11.6k no Dow Jones é osso duro de roer... por outro lado a mms200 semanal está fazendo o papel de suporte. Por enquanto mercado segue nessa congestão.

    Abcs,

    ResponderExcluir
  18. mme233 (ou simples, e 200...) resistência no diário, e mme233 (ou simples, e 200) no semanal como suporte. Mas que briga, hein!
    Pode até ser que faça um ralliezinho de Natal, mas que desenhinho feio, hein! É tão feio que precisam ficar fabricando "boatos"! haha...

    ResponderExcluir
  19. Anônimo,

    Exato, tá tão feio que essa congestão está se arrastando... quanto mais se arrastar, mais forte será o movimento para o lado que romper.

    Abcs,

    ResponderExcluir