sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Strike!

Em um jogo de boliche, quando o jogador consegue derrubar todos os pinos de uma só vez, costama-se dizer que esta pessoa fez um strike. Mas porque estamos falando de boliche em pleno Finanças Inteligentes? Simplesmente porque eu não conseguí achar outra palavra que demonstre melhor o que aconteceu com as diversas bolsas mundiais nesta semana, strike!

Não foi simplesmente uma alta generalizada, foi um movimento que passou por cima de importantes resistências, de uma só vez, e sem demonstrar qualquer cerimônia. Lembra muito bem o famoso strike do boliche.

Começando pelos Estados Unidos, o índice Dow Jones confirmou o rompimento da linha central de bollinger, pivot de alta e ainda por cima atropelou a média móvel simples de 50 períodos. Este movimento foi idêntico no S&P500. Fechamento perto da máxima da semana, com MACD cortado para compra e ainda indicando que a LTB do ultimo topo histórico será testada em algumas semanas.


Na Europa, centro de toda essa euforia na semana, os mercados também fecharam em forte alta. Na Fraça, o índice CAC da bolsa de Paris já subiu quase 25% desde o seu último fundo em 2.6k. Já na Alemanha, o índice DAX passou atravessado pela importante média móvel simples de 200 períodos e ainda teve forças para passar pela linha central de bollinger. É impressionante esta alta na Alemanha, o índice já subiu quase 30% desde o último fundo marcado em 4.9k, no início do mês de setembro.


Na China, a bolsa de Xangai também deixou o seu strike marcado no gráfico. O candle de fechamento envolveu todo o engolfo de baixa da semana anterior virando a mão do mercado e ainda por cima rompendo importante resistência nos 2.4k (penúltimo fundo ascendente da tendência intermediária de baixa).


Fechando o "quarteto do strike", temos a bolsa brasileira. Curiosamente o patinho feio das boslas mundiais, de alguns meses atrás, se tornou o xodó do mercado. Não porque somos a bolsa que mais subiu nesta recuperação mundial, mas sim porque somos o índice que está com o gráfico mais limpo e mais bem desenhado de todos. Matenho o que disse na segunda semana do mês de outubro, o gráfico está uma pintura.


Observando o gráfico do Ibovespa logo acima, podemos reparar uma série de estouros de resistências e pontos importantes nesta semana. Para início de conversa, o divisor de águas (região dos 55k) foi rompido logo no começo da semana. Posteriormente o índice passou pela LTB mais rápida sem dificuldade e logo a linha central de bollinger também foi superada, jogando o índice para testar a a zona de resistência nos 58k que também foi rompida acionando pivot de alta pelo gráfico semanal. Para finalizar, a base da zona de congestão entre 58/72k foi recuperada. Ou seja, se o índice conseguir se manter acima dos 58k nas próximas semanas, esta perda da zona de congestão pode ser caracterizada como o um impressionante bear trap. Nessas condições fica difícil não acreditar que a região dos 65k não será testada nos próximos meses.

Pessoal, a análise de fechamento desta semana é só isso. Me desculpem pela pobreza de informações na parte macroeconômica, mas é porque não apareceu nada importante (além dos blá blá blás da mídia) de ontem para hoje que mereça uma análise. Aliás, existe sim uma coisa muito importante a se dizer: um ótimo final de semana a todos vocês!

Artigos desta semana:

"O dragão ainda cospe fogo"
"Vai no racha, mas vai"
"Faltou bater o martelo"
"Euforia, mas com o pé no chão"

4 comentários:

  1. FI,

    Vem realização de lucros por aí para depois seguir rumo de alta, a meu ver. Hora do ex-ursos ganharem em cima dos ainda vendidos e descobertos. Uma hora a roda gira para frente, na outra... para trás!

    ResponderExcluir
  2. Olá, uma dúvida, falaram em aumentar o fundo Europeu para mais de 1,2Bi, más de onde virá o dinheiro, se pode como nos EUA simplesmete fabricar cédulas?? Não seria mais uma idéia para acalmar os mercados e literalmenta "empurrando com a barriga". O governo daqui deu uma ajuda para a Petro, infelismente perdi o timing correto e não comprei os papéis, agora é ver disparar na segunda. Como está e ficará muito esticada creio em correção até pelo menos por volta dos R$ 21,00, aliás, o mercado todo já pede alguma correção;
    Ivan

    ResponderExcluir
  3. Heavy Metal,

    Sim, o índice está puxado pra curto prazo e será normal aparecer alguma correção de alguns dias. Pode testar 58k ou mesmo 55k sem problemas que a tendência no médio prazo vai se manter. Foi uma bela subida do índice, deixaram os ursos espantados, vamos ver se eles irão se reorganizar nos 60k aproveitando a reistência da média móvel simples de 200 períodos semanal.

    Abcs,

    ResponderExcluir
  4. Ivan,

    Hehe... boa pergunta! Não sabemos ainda, a única coisa de concreto é que estão visitando os países para pedir $$$, inclusive o Brasil. O dinheiro pode ser injetado diretamente no EFSF ou injetado no FMI que irá repassar o recurso para a Europa. Mas não duvido nada se a Europa colocar a maquininha pra trabalhar. O Japão e os EUA já fazem isso... Problema é que no final das contas, imprimir dinheiro sem lastro nunca acaba bem.

    É assim mesmo, não dá pra ficar por dentro de todas as oportunidades do mercado. Basta manter a estratégia e entrar no melhor momento possível. Oportunidades boas sempre aparecem.

    Abcs,

    ResponderExcluir