quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Papai Noel do ano: BCE

O post de ontem do Finanças Inteligentes merece um destaque maior pois revela o verdadeiro presente de natal ao mercado este ano. 523 bancos europeus tiveram acesso à empréstimos de 3 anos do Banco Central Europeu (BCE), gerando um repasse ao sistema financeiro de quase meio trilhão de euros na primeira fase desta operação. A segunda rodada de empréstimos acontecerá no dia 29 de fevereiro de 2012.

Mesmo que a quantia emprestada seja alta (demonstrando que a situação no sistema financeiro europeu era muito grave), bastou uma ação coordenada do BCE (pois não foi necessária aprovação de parlamentos, Bundesbank, Merkel, etc.) e resolveu-se o problema da liquidez no mercado interbancário europeu. Ao que tudo indicada estava praticamente seca. É claro que não foi da melhor forma possível, mas para o mercado o que importa é liquidez no sistema.

O que os bancos irão fazer com este recurso captado ainda é uma incógnita, mas pelo menos a liquidez no mercado interbancário voltará a normalidade. Podemos afirmar que este era um dos obstáculos a serem superados para a resolução da crise na Europa. A parte mais difícil ficará por conta do lado econômico. As políticas de austeridade fiscal irão pressionar os PIBs negativamente nos próximos trimestres, podendo jogar alguns países da Europa em recessão. Não menos importante, faltará ainda uma solução para os altos yelds de títulos soberanos europeus (tais como Itália, Espanha, Portugal, Bélgica... Grécia é um caso perdido) e administração de defaults inevitáveis. “Resumindo matematicamente” podemos dizer que 33% da crise na Europa começa a ser resolvida.

O diretor do BCE (Lorenzo Bini Smaghi), disse hoje uma outra notícia que os mercados adoram ouvir. Segundo Smaghi, os riscos deflacionários na zona do euro seriam uma razão para adotar uma flexibilização quantitativa (programa de recompra de títulos soberanos) na região.

Dow Jones fechou o dia em leve alta e já realizou o teste na região dos 12.2k mantendo a análise de curto/curtíssimo prazo feita na terça-feira. Se esta resistência for rompida nos próximos dias será acionado pivot de alta jogando mais um gás no índice para manter a pernada de alta rumo ao teste de sua LTB histórica (TH).


O Ibovespa fechou o dia em alta de 1,23% mantendo a tendência iniciada a partir do fundo em 55.3k. O movimento hoje foi importante pois o índice conseguiu romper sua linha central de bollinger que estava barrando a continuação da tendência de alta nos dois últimos pregões. Tem espaço para manter o movimento e testar novamente a região de resistência nos 59.6k em alguns dias/semanas.

11 comentários:

  1. Realmente o dia de compra foi hj, e eu so recebo amanha para adquirir mais papeis hohoho esse papai noel europeu vem de saco cheio mesmo heim!

    ResponderExcluir
  2. saimon,

    Ação é D+3. Se o seu pagamento é garantido poderia ter sapecado a compra ontem ou hoje. Na verdade o movimento começou nos 55.3k na terça-feira.

    Boas compras!

    Abcs,

    ResponderExcluir
  3. Olha lá como a americana tá lindona e o Ibov parece um maltrapilho. haha... Só a China pra dar um empurrãozinho?...
    Carla

    ResponderExcluir
  4. Muita calmaria, mas ta com cara que vão elevar no fechamento. Será?

    ResponderExcluir
  5. "Anômino", eu acho que "empurram" pra cima no fechamento. Mas que tá pesado, tá...
    Devíamos estar nos 60k agora. Mas parece que estão vendendo emergentes.

    ResponderExcluir
  6. Carla,

    Se depender da China estamos fritos porque estão em processo de desaceleração da economia. Bolsa de Xangai está horrorosa. Vamos ver como vai fechar a semana

    Abcs,

    ResponderExcluir
  7. Anônimo,

    Estou achando até volátil, raparam uns stops no intraday agora pouco. Veja como caiu e voltou a subir rápido. Famoso rapa stop de natal rsrs

    Abcs,

    ResponderExcluir
  8. Anônimo 2,

    Com esse voluminho está fácil de empurrar

    Abcs,

    ResponderExcluir
  9. Acho que os grandes investidores, fundos, compram "emergentes" antes de comprar Brasil, ou China etc. Parece que é este o problema do Ibov no momento. Desaceleração econômica, inflação. Ações de bancos e consumo podem subir, mas o maior peso do Ibov é commodities, certo? Por isso acho que não passaremos os 60k. A não ser que seja um trapzinho especulativo... Parei por hoje e talvez semana que vem. Não está promissor no momento, nem na compra nem na venda.
    Carla

    ResponderExcluir
  10. Carla,

    No índice Bovespa os maiores pesos são de commodities e bancos. O resto são setores que pouco influenciam no íncide. Por causa disso é "fácil" fazer aquele esquema do rodízio também.

    Ultimamente temos que estar desconfiando de tudo pra operar no curto prazo, ainda mais agora que é mercado sem volume fica ainda mais fácil de manipular. Olho vivo

    Abcs,

    ResponderExcluir