terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Wishful thinking

Wishful thinking é uma expressão inglesa de difícil compreensão. Tentando trazer para o português, pode ser entendida como ilusão, auto-engano, auto-sugestão, desejo, fantasia, sonho, utopia, excesso de otimismo, subjetivismo, falta de realismo, falta de objetividade, etc. Um bom exemplo de Wishful thinking no mercado de capitais está na clássica fala do economista Irving Fisher quando disse que "os preços das ações atingiram o que parece ser um patamar elevado permanente".

Fisher na verdade estava sofrendo de wishful thinking, pois suas declarações expressavam o seu desejo por um mercado “eternamente altista”. Suas decisões estavam sendo impactadas por este desejo, transformando-o hipoteticamente em realidade, inibindo o raciocínio lógico ao mesmo tempo em que caía no subjetivismo perdendo a sua racionalidade.

Poucas semanas depois das declarações de Fisher, o mercado de capitais entrou em sua pior crise desde sua existência, em 1929, que posteriormente gerou a Grande Depressão.

Mas porque estamos falando de Wishful Thinking no post de hoje? Porque a grande maioria dos investidores estavam pessimistas nos últimos dias sofrendo de um “Wishful Thinking ao inverso” sem que ao menos percebêssemos que estávamos caindo fora da realidade. Vivendo uma pura ilusão de mercado que só cai. Reparem no pessimismo explícito no título de nossa análise de ontem. Também não é pra menos, ficamos mal acostumados com as quedas recentes e perdemos um pouco da racionalidade embarcando no excesso de otimismo de todo esse movimento de baixa.

Quando a realidade vêm à tona, o efeito é assustador. Pode ser feito uma analogia com o famoso livro de Conan Doyle, “O Cão dos Baskervilles”, onde conta uma das histórias mais famosas do detetive Sherlock Holmes. O mistério de um cão diabólico que assombrava a família Baskervilles e matava-os de susto sem precisar ao menos encostar ou chegar perto dos respectivos membros desta família.

Pois bem, o que aconteceu hoje nos mercados só tem essa explicação. Um susto forte ao estilo do cão dos baskervilles provocado por um wishful thinking ao inverso. Muitos papéis de peso no índice estavam testando suas LTAs e linhas de suporte importantes, alguns chegaram a perder estas linhas, mas a reação apareceu e com ela veio o susto que originou toda essa correrira para fechar vendas e abrir posições compradas. Porque isso acontece? Não sei responder, talvez nem os psicólogos consigam. Mas estava nítido o sinal, papéis bem sobrevendidos em regiões de suportes importantes. Se não é pra comprar aí, aonde é que iremos comprar? É claro, operações visando o curto prazo.

Os candles estão nítidos e comprovam esta tese. Ibovespa fechou em forte alta marcando fundo sob a região dos 55.3k e já está realizando pullback sobre a LTA mais rápida perdida recentemente, “curiosamente” na mesma região da linha central de bollinger. Há de se encontrar alguma resistência nesta região, mas ao que tudo indica o movimento é forte e deverá continuar.


O mesmo movimento aconteceu nas demais praças mundiais, assim como na matriz Dow Jones. Candle de forte alta recuperando a linha central de bollinger e média móvel simples de 200 períodos. Tem gás para testar a resistência em 12.2k.

14 comentários:

  1. FI,


    TO cansado de escutar noticia que fala isso, aquilo e acola .O que vejo que estamos em um mercado de baixo com stops curto e ganhso pequenos , tem ações que cairam mais de 50 % sem nenhuma explicação interna e sim explicação externa , principalmente com a crise na europa . Temos que ver quase exclusivamente os gráficos que informam como o mercado está e como pderá ficar .

    ResponderExcluir
  2. FI,

    Boa noite!

    Mesmo com seu excelente artigo, ainda me restou uma duvida: é hora de comprar???
    Abraços!!

    Carlos

    ResponderExcluir
  3. Anônimo,

    Um dia a mídia escreve que esperanças quanto à Europa blá blá blá e no outro escreve pessimismos quanto à Europa blá blá blá... Tudo na verdade não passa de um blá blá blá rs, porque não é assim que se guia pelo mercado no curto prazo. Tem de levar em consideração os movimentos e padrões técnicos. Feeling também conta. E pela técnica é possível arrancar algum do mercado mas as operações tem que ser curtas, não tem outro jeito no momento pois estamos operando congestões voláteis.

    Abcs,

    ResponderExcluir
  4. Carlos,

    Sim, para curto/curtíssimo prazo tem espaço pra manter a alta (não significa que irá subir em linha reta..). E como gosto de frizar: mercado é de trincheira, entrou fez lucro, manda pro bolso ou protege com stop.

    Agora é cada um com o seu sistema e gestão de risco. Eu particularmente gosto de operar mais em baixo então já passou do ponto pra mim, mas pra muita gente ainda está no ponto pra entrar.

    Abcs,

    ResponderExcluir
  5. FI,

    Então... porisso lhe fiz a pergunta... justamente..."Agora é cada um com o seu sistema e gestão de risco. Eu particularmente gosto de operar mais em baixo então já passou do ponto pra mim, mas pra muita gente ainda está no ponto pra entrar"... justamente é minha dúvida.... to indeciso!

    ResponderExcluir
  6. Carlos,

    Entendi. Então vou lhe dar uma dica crucial: na dúvida não faça nada. Se você opera indeciso vai sofrer com a volatilidade e efeitos psicológicos proporcionados pelas notícias e movimentos da bolsa. Você tem que abrir um trade 100% seguro e com uma estratégia bem definida de entrada e saída.

    Não se preocupe em perder uma oportunidade porque bolsa tem todo o dia e as oportunidades vão continuar aparecer até que o mercado acabe. Quanto mais agente acompanha, mais agente aprende.

    Abcs,

    ResponderExcluir
  7. A minha opinião é, como já disse algumas vezes, que estamos em cima de médias móveis de longo prazo, e isso provoca alta volatilidade e vários traps. Entretanto, os volumes ainda são pessimistas. Neste momento a bolsa americana tem desenho e indicações bem melhores que as demais praças. China, Índia e Brasil ainda estão mais ruinzinhos... Um exemplo é que OBV do Ibov está ruim, e OBV do Dow Jones está altista. Vamos ver a americana consegue puxar o resto pra cima...
    Carla

    ResponderExcluir
  8. FI,

    Linda menção a Sir Arthur. Muito bom o post.

    Eu ainda estou no aguardo da Europa. O $ parado na poupança esperando por uma tendência de mercado.

    Will

    ResponderExcluir
  9. Excelente a última resposta para o Carlos. Parabéns !!!

    Com esse movimento de ontem e considerando também que Europa abriu em alta e também estão em alta os futuros americanos, só resta acreditar que:

    PAPAI NOEL VOLTOU !!!

    ResponderExcluir
  10. Carla,

    "Curiosamente" essas bolsas que você citou são todas emergentes =)

    Dow Jones é a matriz e vai continuar influenciando nos movimentos de curtíssimo prazo, mas no médio e longo prazo não seria absurdo as bolsas emergentes andarem juntas independente da matriz. Se esticarmos a visão estamos mais pra Bombay na Índia do que pra Dow Jones.

    Mercado não está muito fácil pra nós. Há mais de um ano descolamos da matriz e a volatilidade está bem alta.

    Abcs,

    ResponderExcluir
  11. Will,

    Obrigado! Achei a história uma boa analogia para explicar o movimento de ontem.

    Nosso amigo Buffet costuma dizer. Regra número 1 para todo e qualquer investidor: não perder dinheiro.

    Quando aparecer um momento bom estaremos preparados para entrar.

    Vamo que vamo!

    Abcs,

    ResponderExcluir
  12. Rogerio,

    Obrigado! É o papai noel resolveu dar uma passadinha rápida por aqui, só não podem deixar ele ir embora com os presentes rss

    Mercado tem espaço pra subir, inclusive pra atacar 60k com força. Acho que ou rompe dessa vez ou ficará nessa congestão entre 55k-60k

    Abcs,

    ResponderExcluir
  13. Anonimo do 1o comentário,
    Ao ler pensei comigo sobre as ações que cairam mais de 50%...
    Acho que a maioria caiu por motivos internos e problemas muito palpaveis: hype, construtoras, siderurgicas, petro...
    Claro que na euforia empresas com boas histórias de crescimento sobem sem parar mas quando vem o pessimismo as cotaçoes vao buscar o poder de lucro...
    Porém muitos setores estão nas máximas...

    FI,
    Se não me engano foi vc quem disse antes de agosto que estava pessimista e iria liquidar sua carteira de LP...
    Já recomprou?
    Não pensa em liquida-la novamente (se já não o fez) nos 60K..?

    Abs,

    Sergio

    ResponderExcluir
  14. Sergio,

    Me desculpe ví o seu post somente agora. Sim, se não me engano liquidei tudo em meados de março deste ano, tinha só uns 10% ou 15% da carteira em renda variável mas mesmo assim zerei tudo. Comecei a reabrir compras para hold alguns meses depois e dei sorte por comprar a maioria dos papéis neste último crash que derrubou a bolsa. Devo estar com mais ou menos 10% ou 15% novamente em renda variável e penso sim em liquidar tudo de novo se subir, com excessão dos FIIs.

    Eu falo que são compras visando longo prazo, mas acabo não resistindo rs. Provavelmente se for nos 60k devo descarregar alguma coisa, principalmente as que subiram muito.

    Abcs,

    ResponderExcluir