quarta-feira, 14 de março de 2012

A mancha do Goldman Sachs

Greg Smith, um alto diretor do Goldman Sachs, entrou para a história dos grandes bancos de investimentos ao renunciar nesta quarta-feira a seu cargo de uma forma pouco convencional, por meio de um pesado artigo publicado no The New York Times. Smith acusa a instituição de persuadir os seus clientes a comprar as ações ou ativos de que o banco tenta se livrar ou fazer com que os clientes negociem aquilo que vai gerar maior lucro para o Goldman Sachs. Esta é uma forma de, segundo Smith, tratar os clientes do banco como se fossem “fantoches”.

O ex-diretor ainda disse que a instituição financeira tornou-se um lugar "tóxico e destrutivo" como nunca tinha visto. "Eu fico doente em ver como as pessoas insensivelmente tratam seus clientes. Nos últimos 12 meses eu vi cinco diferentes diretores referirem-se aos seus próprios clientes como fantoches", disse Smith. Nas reuniões que o diretor participava ultimamente, não era gasto um só minuto para se analisar como ajudar os clientes, pois tudo o que importava era "como tirar o máximo de dinheiro possível deles".

Greg Smith era diretor de derivativos em renda variável do banco na Europa, Oriente Médio e África. As suas declarações agridem sensivelmente a imagem do Goldman Sachs, que por sua vez foi acusado, há dois anos atrás, de fraude pelas autoridades reguladoras do mercado nos Estados Unidos.

A renúncia de Greg Smith é no mínimo curiosa, pois foram justamente as operações com derivativos em renda variável que quase arrasaram com o sistema financeiro em 2008 e o Goldman Sachs estava totalmente envolvido nestas operações. Greg Smith, com seu cargo de alta direção dentro do Goldman, foi no mínimo conivente com as perigosas operações de derivativos. Se o ex-diretor não estava contente com a situação dentro do banco porque só foi apresentar sua carta de renúncia à Lloyd Blankfein (líder do Goldman Sachs) após o término da tempestade? Esta carta chegou no mínimo 4 anos atrasada, escrita por um vilão que parece querer se tornar o mais novo mocinho do mercado.

O dia nos mercados foi de poucas novidades após a euforia de ontem. Dow Jones fechou praticamente do mesmo jeito que abriu se mantendo acima do suporte na região dos 13k.

  

No Brasil o índice Bovespa fechou em leve baixa deixando um candle de indecisão acima da linha de suporte em 68k. Movimentação normal após a força do candle de rompimento no dia anterior. Destaque para as empresas de siderurgia, confirmando o que comentávamos nos dias anteriores. A realização de lucros está ocorrendo de forma parcial e heterogênea, portanto atenção redobrada aos setores específicos onde os trades estão abertos. Operações de positions e holds estão na direção do vento, não há com o que se preocupar, apenas administrar o lucro com stops.




Dica: Todas as quarta-feiras às 16:00h passa um programa sobre educação financeira na TV UOL, feito pela GoBlue Investments. Recentemente fizeram um programa exclusivo para abordar o assunto sobre imposto de renda. Aos interessados basta acessar a página da GoBlue Investments para maiores informações.

9 comentários:

  1. eai FI,

    Ambv deu brexa hoje, e akelas noticias sobre cruz3 de ontem pelo visto o mercado nem "esquentou" muito pois so fez uma correcao e zerou devi continuar a alta, e dowjones bem posicionado acima dos 13k tudo indica q haverá forte alta nos proximos dias, hoje o FII fcii11 bombou, sabes qual foi o motivo da movimentacao? abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa, beleza?

      Papel em tendência de alta é caiu-comprou rsrs.. Difícil saber quando a tendência será revertida.

      FFCI11 deu uma disparada até os 1,80 mas depois voltou e fechou em 1,75. Não vi nenhum fato relevante ou informação nova sobre o fundo, provavelmente foi insider ou movimento natural do mercado mesmo já que os FIIs estão subindo bem ultimamente, muita gente pode estar fugindo da renda fixa e comprando FIIs pra realocar carteira. Há umas semanas atrás estava dando sopa nos 1,72 lembra?

      Abcs,

      Excluir
    2. sim lembro, pois comprei de 1,71 ate 1,73 bateu 1,80 deu akela coçada na venda mas agora q entrou volume vamos segurar pra v c supera o patamar dos 1,85 mercadinho bom hj pra comprar papelada realiazando... abraço

      Excluir
    3. As minhas eu peguei nos 1,72. Mas eu não penso em vender. Estou de olho nas MBRF11 também, ainda não tenho nenhuma cota desse fundo, o prédio não é novo, mas o inquilino é muito bom.

      Abcs,

      Excluir
  2. FI,
    O Greg Smith não contou novidade nenhuma. Que eles só querem arrancar o couro dos cliente é evidente faz tempo.
    Agora ele é lobo querendo dar uma de cordeiro. Quer sair bem na foto.

    Abraço,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não foi por acaso que o Goldman Sachs se tornou um banco tão poderoso. Ficaram tão fortes que os caras fazem o que querem. Lembro que no auge da crise do subprime o Goldman entrava vendido "em tudo que via pela frente", até nos ativos que vendiam aos seus próprios clientes. Só pra tirar proveito do pânico nos mercados.

      Outra coisa que pensei mas resolvi não comentar no post. O Greg Smith pode estar entrando num concorrente e soltou esse artigo pra manchar a imagem do Goldman na tentativa de arrastar alguns clientes para o seu "novo" lado. Esse mercado tem muita dança de cadeiras, é um lobo tentando devorar o outro rs

      Abcs,

      Excluir
  3. Por falar em lobos os títulos de 10 anos dos EUA estão fazendo o contrário que Bernanke "queria". Ao invés de abaixarem com a operação Twist, os bonds estão subindo, porque será? Para os bancos poderem liquidar os bonds que compraram ano passado com lucro? FED está amarrado com Wall Street...

    ResponderExcluir
  4. Trabalhei um tempo em banco e é o emprego mais nojento que há. (Bem, imagino que na maioria dos casos.) Ô servicinho miserável e desgraçado!... =) Preferiria trabalhar numa horta, haha.
    E como o FI disse, acho que o tal Smith tá é fazendo política mesmo.
    Carla

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hehehe sei muito bem como é... "Se você quer conhecer o capitalismo na sua essência, trabalhe em banco." É o coração do sistema...

      Por falar em bancos, hoje teve novidade na ata do Copom. Comento no post de hoje

      Abcs,

      Excluir