segunda-feira, 16 de abril de 2012

A ignorância populista na América Latina

Intervenção excessiva do estado sobre a economia, medidas antidumping (intervenções do governo para proteção da indústria nacional contra os produtos importados), manipulação do câmbio, aumento da carga tributária e estatização de empresas líderes de mercado. Esta é a política que está dominando a América Latina nos últimos anos e infelizmente, com raras exceções (Chile por exemplo), vai empurrar novamente a maioria dos países do continente para o buraco.

A presidente da Argentina, Cristina Kirchner, disse nesta segunda-feira que vai enviar ao Congresso um projeto de lei para expropriar o acionista majoritário da maior petroleira do país, a YPF (controlada pela espanhola Repsol-YPF). Em outras palavras a Argentina vai estatizar a YPF abocanhando 51% da empresa controlada pelos espanhóis, na canetada.

Nossos hermanos argentinos fizeram o favor de mostrar mundo o que se passa dentro da América Latina. Este movimento acaba acentuando a presença do Estado na economia e coloca o país à beira da um grande conflito com a União Europeia. A aquisição do controle pelo governo argentino irá danificar seriamente o ambiente de negócios na Argentina, além de respingar nos demais países do continente, pois a política pública é a mesma.

Em seu comunicado nesta segunda-feira, Cristina Kirchner disse que se espelhou no modelo praticado dentro da Petrobras. Agora somos um péssimo exemplo e nossa imagem, que já estava ligeiramente danificada no cenário externo, começa a se deteriorar ainda mais. A atual diretoria da petrolífera YPF já foi dissolvida e o comando está nas mãos do governo argentino.

O governo argentino já havia nacionalizado a Aerolíneas Argentinas, fundos de pensão privados, a maior distribuidora local de águas do país e agora parte para o setor de petróleo e gás. Na questão tributária o governo argentino tenta extrair o máximo possível do lucro das empresas, tal como é feito aqui no Brasil. Hoje mesmo o fisco argentino suspendeu o registro de operador de grãos da gigante americana do agronegócio (Bunge). A medida retira alguns benefícios de suas atividades no país, enquanto a Justiça determinou um embargo dos bens da empresa (envolvendo ativos da ordem de 57 milhões de dólares) por supostas irregularidades fiscais.

A ignorância das autoridades políticas dentro da América Latina está sacrificando mais uma vez o crescimento econômico e sustentado na região. Um passo pra frente e dois pra trás. Pagamos caro pelos erros do passado e estamos cometendo-os novamente. Assim continuaremos a ser o mesmo continente de sempre.

Nas bolsas mundiais o dia foi de movimentos tímidos e distintos. Nos Estados Unidos o índice Dow Jones fechou em alta de 0,60% mas foi novamente barrado pela média móvel simples de 50 períodos. Resistência esta reforçada pelo patamar psicológico dos 13k. Três testes seguidos sem rompimento poderá jogar o índice para retestar último fundo de curto prazo em 12.7k.

  

No Brasil o índice Bovespa abriu o dia puxado para cima devido o acerto de posições no mercado de opções. Após o vencimento, o índice voltou a cair e fechou o dia com um spinning top (candle lembra um doji) que indica indecisão. Suporte fraco de curto prazo nos 61.3k é o último obstáculo antes de um teste sobre a região dos 60k. Os 63k estão barrando um movimento de repique mais consistente.


32 comentários:

  1. Essa mulher é um lixo, um completo lixo.

    A Argentina nem sabe no que se meteu. Eles vão ter sérios problemas daqui pra frente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nunca imaginei que a personificação da "voz do mercado" viesse aqui com o nome de pobretão e com a foto do Chavez.

      É muita ironia para a minha cabeça.

      :)))
      TR

      Excluir
    2. Pobretao,

      E ela ainda teve que falar que se espelhou no "modelo" da Petrobras, pra piorar mais ainda. Argentina está dando um tiro no pé... daqui a pouco começa o "panelaço"

      Abcs,

      Excluir
    3. TR,

      Pobretao só o nome mesmo, porque pelo blog dele, de pobre não tem nada rsrs... Tá cheio da grana

      Abcs,

      Excluir
    4. A ideia do ranking dele é muito legal!

      E sim, ele está cheio da grana. Vai ver o cara tá até usando HFT nas ordens da bolsa.

      Hahahahaha.
      TR

      Excluir
    5. TR,

      rsrss Pobretao é tubarão disfarçado.

      O blog é bom. Eu sempre dou umas risadas com o que ele escreve

      Excluir
    6. É, boa observação anonimo.

      Mas sou o pobretão que quer luxo, quer fazer parte do sistema.

      É o que os idiotas comunistas não entendem. Eu quero dinheiro, quero luxo mas quero ser protegido pelos chefes canalhas e as corporações exploradoras.

      Dificil ter os dois por isso eu vou no dinheiro sendo estuprado pelos chefes diariamente.

      Abração a todos e ao FI.

      Excluir
  2. América latina = continente TODO esquerdista

    O câncer assim que saiu do leste europeu, veio direto pra américa latina

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Futuro milionário,

      Exatamente. Incrível é que já foram tantas cabeçadas no passado fazendo a mesma agora, e agora a América Latina de novo utilizando a mesma política. Insistir no erro é burrice...

      Abcs,

      Excluir
  3. Chaves, eu diria que eles já tem sérios problemas faz tempo. rsrsrs.

    Um povo que elege uma bicuda dessas e tem como ídolo o Maradona, merece isso e muito mais.

    No Brasil congelaram a poupança, mas nunca se apropriaram do privado dessa maneira.

    Acho que isso reforça a diferença entre Brasil e Argentina. O peso deve continuar perdendo valor frente ao dólar, o que facilita o turismo da brasileirada.
    Vamos invadir Buenos Aires, mas cuidado! Podem expropriar sua carteira e celular no aeroporto. hahahah

    Anônimo do BC

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo do BC,

      rsrsrs... não duvido nada! Já desembarca dizendo: tá bom, mas levem só os 51% que está na carteira. kkkkk

      Sobre intervenções, antidupping, tributação, estatização, etc.. o Brasil faz o mesmo, mas de outras formas não tão descaradas assim.

      Abcs,

      Excluir
  4. A maior roubada é a estatização, atraso de vida. Pensando como investidor não colocaria 01 real na Argentina. Não a toa que a América Latina não se desenvolve. Mas é como dizem cada povo tem o politico que merece, nós merecemos os nossos pois reclamamos mais de um gol mal marcado do que quando um politico vota pra si um aumento de 100%.
    Ivan

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ivan,

      Isso aí. Estatização é atraso de vida eterno. A empresa passará a servir os interesses do estado, o resto fica pra segundo plano. América Latina vai perder o bonde mais uma vez...

      Abcs,

      Excluir
  5. Em resumo, los-hermanos vão quebrar novamente, será que vai sobrar sobre nossos ombros tbm?? FI acho que já já os comprados vão jogar a toalha por aqui, o que vç vê?? Se o índice for abaixo dos 60K muitos stops serão acionados, vamos ver se monta um sinal de reversão pois ai sim dará um bom retorno, um bull-trap;
    Ivngomes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ivngomes,

      Deve sobrar para o Mercosul também. Isso desestabiliza todo o ambiente de negócios aqui (continente).

      Se depender da Previ, vamos perder os 60k. Hoje saiu a notícia de que o fundo quer desovar 7,5 bilhões de ações de sua carteira, reduzindo em 5% exposição em renda variável. E tem outro agravante: por se tratar de uma Previ (não é um fundo qualquer), pode acabar incentivando os outros fundos a fazerem o mesmo.

      Abcs,

      Excluir
  6. Finanças Bom mesmo vai ser na Hora que ela Resolver Invadir as Falkland ( Malvinas para Los Hermanos )
    Finanças quero te Agradecer pelos Sites.
    Me Tira uma Duvida,já que ainda vou ler a Respeito.
    A Cobrança do IR é o mesmo que as Operações com Ações ?
    É mais Interessante Aplicar via HB,ou Através de Fundos ?
    Grande Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. macr3,

      Levaram um coro da Inglaterra nas Malvinas, em uma semana os ingleses deixaram os argentinos de joelhos. Comparando as forças militares dos dois países, não há condições alguma para Argentina tentar qualquer coisa ali, a não ser que sejam kamikazes.

      Os rendimentos dos FIIs são isentos de IR. Só haverá cobrança de IR quando você vender as cotas. Independente do valor (mesmo se for abaixo dos 20k mensais) haverá incidência de IR, se não me engano de 20%.

      Aplicação via HB mesmo, ou mesa de operações.

      Abcs,

      Excluir
  7. Pois é...
    Será que já devemos nos preparar e aprender como abrir conta em corretoras e bancos de países mais civilizados?
    Porque parece que teremos anos duros pela frente...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo,

      Espero que não rsrs... Eu não sei como funciona direito, mas se não me engano não há muito segredo. É só procurar uma corretora estrangeira por aqui e enviar a papelada.

      Abcs,

      Excluir
  8. A história é o laboratório da economia....
    No meu humilde laboratório, a Arg está se encaminhando para o descontrole da inflação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Primeiro o desabastecimento. Depois o congelamento dos preços. Depois o mercado negro. Depois a intervenção ineficaz. Ela não tem o bigode do Sarney, mas repete essa história passo a passo.

      Do alto dos nossos bilhões de dólares em divisas externas e de uma Petrobrás que paga pelo nosso controle de preços é fácil criticar a Argentina. É muito fácil. Mas, vocês precisam colocar isso num contexto próprio deles. Eles já estão ferrados. E não podem ir aos Estados Unidos reclamar de tsunami monetário. Não podem ir à Europa e subir o tom sobre uma tal "guerra do cambial". A nossa indústria grita a deles está sendo velada. E faz tempo!

      Já viu aquele carro velho andando por aí com um adesivo assim: "se está ruim pra mim, imagine para a classe média"?

      É igual.
      Só que dentro do carro velho estamos todos nós.
      Hahahahaha
      TR

      Excluir
    2. Anônimo,

      Está sim. A inflação na Argentina é maior do que a nossa no Brasil. Sinceramente, não dá pra entender o que passa na cabeça da Dona Cristina...

      Abcs,

      Excluir
    3. TR,

      E quem está dirigindo esse carro velho? Que medo! Dá-lhe sindo de segurança kkkkkkkk

      A primeira coisa que a Argentina precisa fazer pra reverter essa lambança toda é rever sua política externa. Esse seria o primeiro passo, mas de preferência com outra pessoa na presidência.

      Abcs,

      Excluir
  9. Pior foi a figura dizer que espelhou-se no modelo adotado no Brasil. Um erro que justifica o outro, nada mais.... e segue o baile em um pedaço de continente no qual grande parte dos políticos nada consegue enxergar além dos próprios interesses, em vez de preocupar-se "com o bem de todos e a felicidade geral da nação". O engraçado é que vivemos de forma cíclica: erramos, corrigimos o erro e depois cometemos novamente os mesmos erros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. investindoalp,

      Concordo. E pagamos caro para corrigir esses erros...

      Abcs,

      Excluir
  10. Olha esse dólar aí mano!!!

    Anônimo do BC.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. To vendo, faturando bem nas verdinhas heim? Hehe!

      Já pensou em liquidar 20% da posição, apenas pra proteger parte do lucro? (caso o improvável aconteça, o mercado vire a mão, você não correria o risco de perder)

      Abcs,

      Excluir
  11. Olá, FI onde tem a notícia que a Previ irá diminuir exposição em ativos?? Isso é um fato altamente relevante pois certamente vai abalar as Blue-ships;
    Viu hoje as altas bem seletivas?? Vem sangria já já!!
    Ivngomes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ivangomes,

      Vou te mandar o link que saiu na folha: http://www1.folha.uol.com.br/mercado/1077039-previ-deve-se-desfazer-de-r-75-bilhoes-em-acoes-neste-ano.shtml

      Outros veículos de comunicação também chegaram a divulgar a notícia ontem à noite

      Abcs,

      Excluir
  12. Argentina andando para trás... que política mais esdruxula.
    Realmente ficou ruim para o Brasil. Os países daqui choram demais e fazem de menos. Já cansei de ouvir a Dilma falando de Tsunami...
    O Brasil quer crescer sem assumir a responsabilidade de ser adulto.

    Abraço FI,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jônatas,

      Don't cry for me Argentina rsrs... Ridículo o que fizeram, estão andando para trás mesmo. O Brasil está disfarçadamente no mesmo caminho, a intervenção do estado sobre a economia está bem acima do que eu consideraria ideal. O governo tem participação em muitas empresas de grande porte no país.

      Abcs,

      Excluir