terça-feira, 8 de maio de 2012

A zona (dentro) do euro


A eleição legislativa do final de semana, para formar um governo de coalizão na Grécia, acabou sendo um fiasco devido ao resultado bem fragmentado (pulverizado entre vários partidos) e a divergência de idéias entre os representantes políticos.  O primeiro-ministro pelo partido Coalizão de Esquerda, Alexis Tsipras, ameaçou nacionalizar os bancos e afirmou que o compromisso da Grécia com o acordo de resgate da UE (União Europeia) e do FMI (Fundo Monetário Internacional) tornou-se nulo. Esta declaração derrubou os mercados europeus e arrastou os demais índices mundiais.

Segundo Antonis Samaras, líder do partido conservador da Grécia, as condições impostas por Alexis Tsipras afundariam o país. Os líderes políticos da Alemanha ameaçaram suspender ajuda à Grécia caso o governo não cumpra com todas as regras estabelecidas no plano de resgate.

Os principais partidos políticos gregos deveriam estar envolvidos em um processo de formação de um governo de coalizão para dar prosseguimento ao plano de reestruturação da Grécia. Mas com estas propostas radicais o país não vai chegar a lugar algum, os partidos continuarão divididos e provavelmente a população será convocada novamente para novas eleições.

Ainda na Europa, foi marcada uma reunião de cúpula  extraordinária dos chefes de estado em Bruxelas, no dia 23 de maio. Um dos objetivos desta reunião é a negociação de um acordo entre França e Alemanha em torno da inclusão de uma política de crescimento resultante de um afrouxamento nas metas fiscais. Lembrando que a proposta da França já foi rechaçada pela Alemanha conforme divulgamos ontem.

Na Espanha, boatos de que o governo está elaborando um plano de salvamento para o Bankia (terceiro maior do país), ajudaram a derrubar os índices europeus. A imprensa espanhola indica que o Bankia poderá receber entre 7 bilhões de euros a 10 bilhões de euros em capital adicional via dinheiro público. O Bankia é uma problemática instituição financeira formada a partir de uma fusão de sete bancos de poupança espanhóis (também problemáticos), conhecidos no mercado como "cajas". O presidente executivo do banco, Rodrigo Rato, anunciou sua renúncia ao cargo nesta terça-feira.

As bolsas na Europa fecharam em forte baixa. Em Wall Street, o índice Dow Jones conseguiu se recuperar ao final do pregão e fechou o dia com um martelo. Este candle pode caracterizar fundo levemente acima da zona de resistência nos 12.7k. Possibilidade de voltar a subir, ao menos que seja um repique, nos próximos dias.

  
No Brasil o índice Bovespa fechou em baixa realizando teste sobre a região de suporte psicológico dos 60k. Esta linha de suporte possui alto grau de relevância, portanto é natural que os movimentos de repiques apareçam. Foi o que aconteceu hoje. Por enquanto ainda não há formação de fundo no gráfico diário e nenhum sinal de que o movimento de queda será interrompido nesta região.


30 comentários:

  1. Olá FI, o que me chamou a atenção, Usim5 deu uma estacionada na região dos R$ 10,00 podendo dar algum tiro curto no rompimento dos R$ 10,30 com alvo até os R$ 11,00, BBAS3 numa deriva de baixa podendo repicar até as medias caso rompa a figura, SANB11 desconfigurou um triangulo decrescente podendo chegar aos R$ 16,50 e caso rompa aos R$ 17,50;
    Bom quanto ao Ibov perdeu o suporte dos 61,3K, agora é resistencia e também temos os 60,5 que tbm é resistencia intraday, um cenário nada favorável, sem contar que tal qual o Ibov papéis de peso estão em configurações semelhantes, alvo teórico do pivot de baixa é a faixa de 55~56K; No semanal não vi ainda esgotamento da força vendedora, ainda tem espaço nos rastreadores que utilizo;
    Ivngomes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ivngomes,

      Essas posições pode dar um caldo pra operar comprado contra tendência, mas como gosto de dizer, tem que ser tiro curto e atenção redobrada.

      O alvo desta congestão/bandeira poderá fazer o índice perder sua LTA dos 48k. Mas se o mercado seguisse os alvos também seria muito fácil ganhar dinheiro rsrs. Vamos monitorando possíveis desdobramentos.

      Abcs, bons negócios

      Excluir
    2. Se USIM5 continuar apresentando prejuízos, vai cair mais ainda!

      Excluir
    3. dimarcinho,

      E graficamente também não está muito boa.


      Abcs, bons investimentos

      Excluir
  2. isso vai longe, vamo buscar os 48k do ano passado, salve-se quem puder!!! mais um ano de bons aportes em boas empresas...abraço FI!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saimon_Rijo,

      Vamos ver se vai sair alguma promoção. Por enquanto tudo normal rsrs..

      Abcs, bons investimentos

      Excluir
  3. Vamos aproveitar essa queda para comprar boas empresas com foco no longo prazo! Assim como 2008, o mundo não vai acabar!!! Quem aproveitou a queda e comprou mais ganhou muito!!!

    Abtaço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Investidor em Ação,

      Com certeza! É nas grandes quedas que estão as melhores oportunidades da bolsa. Mas como disse acima, por enquanto acho que está tudo normal. Os preços não estão saltando aos olhos, mas sabe-se lá o que poderá acontecer.

      Abcs, bons investimentos

      Excluir
  4. Paulo Simões Diniz9 de maio de 2012 01:37

    Pelo jeito o europeu está querendo QEs à moda americana: dinheiro do BCE à vontade e à juro zero. Nos Estados Unidos vem dando certo parcialmente visto que o País vem crescendo lentamente mas empregos não são gerados na velocidade que a população necessita. Tá parecendo que vão na direção de enfraquecer o euro. Se não der certo, criam barreiras comerciais aos produtos chineses.É a fase do desespero.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paulo Simões,

      O desemprego ainda está alto nos EUA, apesar de ter diminuído nos últimos meses já que muitas pessoas desistiram de procurar emprego e estas não entram nas estatísticas. Realmente, o euro enfraquecido pode ser um alívio, tanto é que ultimamente deram um jeito de fazer a cotação cair.

      Abcs, bons negócios

      Excluir
  5. FI, como havia prometido participar mais deste espaço, volto hoje para opinar a respeito do que eu vejo a respeito do cenário macroeconômico. As noticias do front internacional revelam “sob meu ponto de vista” que num futuro bem próximo, esta decretado a falência do euro. A Grécia caminha inevitavelmente rumo ao defalt desorganizado e todas estamos vendo crescer a influência e poder político de partidos de extrema direita de cunho fascista, onde hoje já ocupam 21 cadeiras no parlamento. Não muito distante desta realidade grega temos a França cujo novo presidente já assumiu disposto a rever todos os acordos anteriormente firmados. A Espanha dando claros sinais de problemas em seu sistema financeiro enfim...
    Lembra-se até onde caiu o IBOV quando da perspectiva de defalt da Grécia?
    Pois então, ao meu ver hoje temos um quadro de horizonte bem mais definido e catastrófico.
    Soma-se a isso o atual patamar em que se encontra o DJ, temos uma cama armada para grandes quedas generalizadas na bolsa.
    Agora falando de finanças pessoais, hoje realizei alterações estratégicas em meu portfólio.
    Tendo em vista que prevejo o pior cenário possível a curto/médio prazo e acreditando que o IBOV volta aos 48 mil pontos em breve, comprei ações da Gafisa, PDG e Vanguarda cujo valores estão bastante penalizados e não possui espaço para maiores quedas e ofereci estas ações como garantia em uma operação de termo (venda descoberta) em ações da Minerva, JBS, Klabin e Hypermarcas, papeis estes que estão hiper valorizados.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não creio que o Euro acabe... Eu acho que, quando o Euro estiver de fato ameaçado, a Alemanha vai abrir o cofre e ceder à chantagem dos países periféricos...

      Excluir
    2. Olá, se chegar nos 48K estaremos presenciando a quebra da LTA desde o fundo de 2008. ai a coisa fica feia, tem que se sustentar lá por volta dos 55K.
      Ivngomes

      Excluir
    3. Fabricio, curiosidade.. pq Gafisa?

      Excluir
    4. Ostra, a escolha da Gafisa é por questões fundamentalistas. A empresa sofreu uma forte depreciação de mercado em função dos problemas apresentados pela Tenda. Mas a diretoria foi corajosa e bastante transparente com seus acionistas ao tirar do armario todos os esqueletos e lançalos no balanço(PDG não fez isso em relação a Agra). Hoje as ações da Gafisa são negociadas quase que pela metade de seu valor patrimonial e levando-se em consideração que a diretoria trabalha no sentido de freiar novos lançamentos e priorizar a amortização de dividas e vendas dos projetos ainda em construção, vejo que o horizonte da empresa para médio e longo prazo bastante interessante.

      Excluir
    5. Fabricio Santos,

      Se continuar tudo do jeito que está, o euro caminha pra esse cenário. Ano passado comentei sobre isso em alguns posts. Mas existe a possibilidade de reestruturação de toda a zona do euro, para evitar um desastre. Acho que essa é uma das últimas opções disponíveis na mesa em caso de um agravamento do cenário na Europa.

      Abcs, bons investimentos

      Excluir
    6. Também acho meio difícil a Alemanha bancar a conta. Vamos ver, essa novela ainda tem muitos capítulos pra rodar rsrs

      Obrigado pela participação de todos!

      Abcs,

      Excluir
  6. Concordo com o Max. Todos os paízes que já "quebraram", acabaram se refazendo. O euro não vai quebrar. Temos sim uma enorme chance de fazer compras de longo prazo nos próximos meses. Como dizem os mestres, crises geram execelentes oportunidades.
    Arnaldo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Arnaldo,

      Não tem segredo, é só esperar a tempestade chegar rsrs

      Abcs, bons negócios

      Excluir
  7. também acho que o EURO não vai acabar agora, mas talvez tenha uma grande mudança, algo como a saida da Grécia. Não podemos duvidar de nada, quem diria nos anos 60/70 que a URSS ia rachar um dia?
    Ivan

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ivan,

      Bem lembrado. E foi um tombo de gigante. Não podemos duvidar de nada e só podemos confiar em nós mesmos.

      Abcs, bons negócios

      Excluir
  8. Tb não acredito q o euro vá acabar agora, mas acredito no seu enfraquecimento, não montaria posição na moeda nesse momento.
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ostra,

      Euro está bom pra levar umas sapatadas rsrs...

      Abcs, bons trades

      Excluir
  9. Petro rumo ao pré-sal.
    Ibov é sangue pra todo lado.
    Preservem seu capital para a promoção de inverno.
    Minhas doletas bateram 1,96.
    Amo muito tudo isso.
    Anônimo do BC

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hoje comprei Petr, Vale e Itau, porque o Ibov bateu na MM200 (59.300). Trade curto, aproveitar um provável repique.
      Arnaldo

      Excluir
    2. Anônimo do BC,

      E os seus chefes nem estão precisando de entrar mais no câmbio. O próprio mercado está levantando a moeda. Segue com passaporte carimbado para visitar os 2,00.

      Abcs, bons negócios

      Excluir
    3. Arnaldo,

      Boa sorte! Já deu pra fazer um spread heim? Proteja o lucro e deixe o resto por conta do nosso amigo Sr. Mercado.

      Abcs, bons trades

      Excluir
  10. BC vai continuar arriscando na queda de juros após o IPCA de abril?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sir Income,

      O problema é que o BC sofre influências do governo. Acho que irão cortar a taxa selic mesmo assim e anunciar o abandono da meta de inflação no segundo semestre.

      Abcs, bons negócios

      Excluir