quinta-feira, 16 de agosto de 2012

China faz a alegria do mercado e injeta mais dinheiro no sistema


O Banco do Povo da China (considerado o banco central chinês) anunciou hoje que injetou, apenas nesta semana, mais de 11 bilhões de dólares (cerca de 75 bilhões de yuans) no sistema financeiro. Esta foi a maior injeção de liquidez em seis semanas e normalmente acontece quando o banco central quer impulsionar o crescimento econômico através de outras ferramentas alternativas ao corte na taxa básica de juros.

Com a desaceleração na economia, aumento do custo no setor manufatureiro e a virada no câmbio (valorização do yuan frente ao dólar), parte dos recursos (inclusive o capital especulativo) começaram a sair da China em direção aos mercados de países desenvolvidos.

Menos recursos fluindo no sistema financeiro chinês, acaba apertando o mercado financeiro, aumentando assim dificuldade para os bancos emprestarem dinheiro e por conseqüência prejudicando o crescimento econômico. No mês de julho, cerca de 3,8 bilhões de yuans (507 milhões de dólares) deixaram os bancos chineses em moeda estrangeira.

As injeções de dinheiro por meio das operações do Banco do Povo da China no mercado aberto visam tapar este buraco e reduzir as taxas do mercado monetário, conseqüentemente diminuindo os custos de financiamento para as empresas. Este grande volume em oferta financeira também sinaliza uma maior flexibilidade do banco central, pois em tese estão deixando de usar os cortes na taxa básica de juros e reservas compulsórias dos bancos.

Ao abrir mão do corte na taxa básica de juro, o banco central revela sua preocupação com a inflação (principalmente no que se refere ao aumento nos preços dos alimentos). Esta ferramenta é mais agressiva, mas causa um impacto inflacionário considerável como “efeito colateral do remédio”.

A notícia foi de grande impacto e causou uma reviravolta nos mercados. Nos Estados Unidos o índice Dow Jones reverteu o sinal de esgotamento e furou a resistência de curto prazo criada pelo mercado em 13.2k. Um novo pivot de alta foi acionado e a LTA de curto prazo foi respeitada.

  
O índice Bovespa também fechou o pregão desta quinta-feira com um movimento importante após o doji de indecisão deixado acima da linha de suporte em 57.6k. Os vendidos que não liquidaram as posições nesta importante linha de suporte levaram um contra ataque da força compradora e correm risco de levar stop com prejuízo caso a média móvel de 200 períodos seja rompida. A formação gráfica facilitou o ataque sobre a média que será feito amanhã. As chances de rompimento aumentaram mesmo com o mercado sob o risco da sobrecompra e baixa volatilidade.


23 comentários:

  1. FI, eu estou líquido. Se romper essa MM de 200 dias, vou de cabeça em GFSA3 e PDGR3! kkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eike Rico,

      Escolheu papéis bem voláteis heim rsrs... Boa sorte!

      Abcs,

      Excluir
  2. E depois da zona de acumulação, rompemos a resistencia de 58000 pontos no retangulo, fizemos o pullback, e agora vamos romper os 60000 pontos. Tudo como manda o figurino !
    Comprado até o talo e avante !
    Anônimo da alll

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É meu caro, se passar bonito desta média de 200 períodos não tem nem 60k que segure, na minha humilde opinião.

      Abcs, bons trades!

      Excluir
  3. Facebook: A bolha explodiu?

    http://www.youtube.com/watch?v=EI4J811mUN0&feature=g-u-u

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se a bolha do Facebook explodir, Nasdaq entra em crash contaminando Wall Street e por consequência o resto dos mercados mundiais.

      Acho normal essa correção nos preços. Não é uma queda abrupta ao estilo crash ou estouro de bolha, mas sim uma queda "lenta" prejudicando apenas os acionistas desta empresa (se é que isso pode ser chamado de empresa rsrs).

      Abcs, bons negócios

      Excluir
  4. Há uma quinta dimensão além daquelas conhecidas pelo Homem. É uma dimensão tão vasta quanto o espaço e tão desprovida de tempo quanto o infinito. É o espaço intermediário entre a luz e a sombra, entre a ciência e a superstição; e se encontra entre o abismo dos temores do Homem e o cume dos seus conhecimentos.

    É a dimensão da fantasia. Uma região Além da Imaginação. --> Região que o IBOVESPA se encontra no momento...

    Sigo firme (apesar do prejuizo) em minha convicção de que o atual patamar do ibovespa é uma piada de mau gosto...

    Alguém aqui ja se deu conta de que quase todas as 62 empresas que compõem o indice IBOV apresentaram prejuizo em seus balanços? e que mesmo assim estas empresas estão valendo mais do que quando geravam lucro?

    * PDG apresenta o maior prejuizo da história da cia e sobe 12%

    * BROOKFIELD anuncia aumentar(subscrever) 1/3 do numero total de ações em circulação no mercado a R$3,06 e as ações sobem 17% em 3 dias fechando a R$3,62

    * CSN apresenta um prejuizo de 1 bilhão mas ações sobem 4%

    * Por ai vai...

    E ainda tem gente que acha alguma lógica matemática ou fundamentalista para justificar isso...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Talvez seja o medo das injeções monetárias. Mesmo com quebra de safra e necessidade de aumento da gasolina, o mercado acredita que BC vai baixar juros.

      Excluir
    2. Fabricio Santos, a questão não é entender o Ibovespa, é sentir ele... kkkk

      E sempre com o stop ligado, claro.

      Excluir
    3. A lógica óbvia é que o mercado não precifica resultados do trimestre passado e sim os resultados dos trimestres futuros...amigo, compre, vai subir.

      Excluir
    4. bom, a PDG sobe 12% depois de cair mais de 60% de 2010 até hoje, então pode ser que a precificação não seja tão injusta assim

      Excluir
    5. Fabricio,
      Conhece o Twilight Zone? Eu sou fã...
      Carla

      Excluir
    6. É aquela velha história da soberania do mercado. Sempre irão existir motivos pra subir e motivos pra cair, mas quem decide o que vai acontecer é o Sr. Mercado e não a nossa vontade. No momento e nos últimos anos, os motivos fundamentalistas e econômicos pra cair são maiores. Isso acaba gerando uma incerteza/bloqueio em nosso sistema na hora de entrar comprado. Na minha opinião o melhor momento para entupir a carteira de renda variável sem maiores preocupações, são exatamente nos momentos de crash dos mercados. Nos demais momentos a dúvida/incerteza/medo atrapalham bastante na hora de entrar pesado no mercado, pois não há aquela "garantia" de que estamos comprando ativos a preços ridiculamente baratos.

      Abcs a todos e parabéns pela ótima discussão !

      Excluir
  5. Creio que há, ainda, muitas incertezas no horizonte. Não acredito que uma simples injeção de dinheiro do BB chinês seja capaz de resolver tantas incertezas. sem contar que o sistema financeiro chines não é nada transparente.
    No curto prazo a linha de 60k pode ser rompida, mas não creio que esse movimento seja perene, portanto cautela e caldo de galinha continua sendo minha estrategia. Nada de movimentos muito arrojados pois as nuvens negras continuam pairando no ar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sandman,

      O BC chinês fez o que deveria fazer para tentar estimular a economia e Wall Street gostou, mas veja como as bolsas estão perigosas na sobrecompra, a euforia durou apenas um dia. Cortar taxa de juros está inviável devido as pressões inflacionárias, principalmente dos alimentos. FED, BCE e demais banqueiros centrais estão passando pelo mesmo dilema...

      Abcs, bons investimentos

      Excluir
  6. Olá, FI enquanto o dolar não perder a região dos R$ 2,xx o que poderia ser retomada por parte dos gringos continuo com a mesma opinião baixista para médio prazo. Nunca vi tanta manipulação de informações segurando os mercados, prometem isso e aquilo, nada aconteçe e os mercados sobem, algo não bate nessa conta não é??
    ivngomes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu vejo manipulação de informação desde que entrei na Bolsa. hehe... Deve ser assim desde que as Bolsas existem. Mas acho "normal".
      Carla

      Excluir
    2. Tem muita conta que não fecha no mercado. Ativos podres que ainda continuam circulando dentro do sistema financeiro, injeção de liquidez do passado que ficou empossada dentro dos bancos, economias em recessão ou processo de desaceleração, etc. Incerteza é o que não falta no mercado, mas estamos aqui pra tentar fazer dinheiro independente do que acontecer. Então precisamos ter estratégia para mercado de alta e de baixa. Eu por exemplo continuo apenas pisando na arena pra fazer uns trades e nada mais.

      Abcs, bons negócios pessoal

      Excluir
    3. Acho que o dinheiro da economia real é diferente do dinheiro das Bolsas. Ou seja, se há problema na economia real, mas há liquidez, então as Bolsas podem subir. Por isso nunca me surpreendo com altas "inexplicáveis", como agora. (Carla)

      Excluir
    4. Com certeza, o dinheiro que circula nas bolsas é o hot money, ou seja o capital especulativo. O dinheiro que circula na economia é basicamente crédito fornecido pelo sistema financeiro.

      O mesmo vale para baixas "inexplicáveis" também em períodos de bull market.

      Abcs, bons trades

      Excluir
  7. Me parece mais psicológica do que efetiva essa "injeção" de U$ 11,8 bi na economia Chinesa. Estamos falando de 0,15% do seu PIB. É muito pouco, quando comparado por exemplo, com a necessidade dos bancos da Espanha que está na casa dos 8%.
    Concordo que o Sr. Mercado, apesar de ficar de olho na economia mundial, segue sua lógica que lhe é muito peculiar, até mesmo por não ser lógica. Mas de uma ponto eu estou convicto: A economia mundial, vai amargar tempos difíceis ainda, pois a lógica prevalece nesse cenário.
    Considero a análise do Fabricio bastante pertinente. Os cupins trabalharam muito, só que na calada. E num determinado momento a estrutura pode ruir.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ze Piu,

      Realmente é inexpressivo à um montante anual, mas esta foi apenas uma injeção semanal. Muitas outras iguais a esta deverão ocorrer esse ano ainda para irrigar o sistema. Sobre a economia mundial concordo com você, estamos em processo de desaceleração do crescimento.

      Abcs, bons investimentos

      Excluir
  8. Afrouxamento monetário não resolve nada. Economia cresce com ativos reais e explosões de tecnologia e inovação.

    Logo logo a bolsa cai de novo.

    ResponderExcluir