quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Chegou a hora Mario Draghi


A reunião do BCE (banco central europeu) marcada para amanhã está gerando uma grande expectativa do mercado financeiro quanto ao anúncio de um novo plano para atrair de volta os investidores privados aos mercados de dívida soberana na Europa.

Há boatos circulando no mercado sobre um programa do BCE que prevê a compra de títulos da dívida pública de até três anos (excluindo assim os títulos de longo prazo) para os países da zona do euro que apresentarem dificuldades em encontrar compradores no mercado.

Espera-se que tal medida seja anunciada no discurso de Mario Draghi, após a reunião do BCE, que deverá ser acompanhada por uma redução na taxa básica de juros. Será uma grande decepção para o mercado caso nenhuma medida seja anunciada amanhã. O BCE não tem mais tempo para “pensar”, o risco de uma grave crise na Espanha está aumentando cada vez mais com a recente deterioração do sistema bancário do país. Neste exato momento o sistema financeiro espanhol está passando por uma crise de liquidez e para complicar ainda mais, os clientes estão aumentando as transferências de recursos para bancos fora do país.

Apesar de toda esta expectativa com a reunião do BCE, os mercados europeus fecharam o dia em rumos opostos, alguns apresentando leva alta, outros leve baixa. Em Wall Street o índice Dow Jones fechou o dia em leve alta deixando um candle do tipo doji que significa indecisão. Segue pressionado entre a LTB e região de suporte psicológico nos 13k.

  
No Brasil o índice Bovespa se descolou do mercado internacional em decorrência da medida do governo que elevará para 25% (em média) o imposto de importação de 100 produtos, incluindo siderúrgicos e petroquímicos. As siderúrgicas dispararam arrastando as demais blue chips do índice.

Com esta alta de hoje pode-se observar possível formação de um fundo intermediário em 56.2k. Amanhã teremos briga boa pela LTB que vem do topo em 60.2k, ao mesmo tempo em que os touros irão defender a região de fundo intermediário em 56.2k. O rompimento de algumas dessas linhas poderá apresentar oportunidade de entrada no curtíssimo prazo.


12 comentários:

  1. O mercado está sempre na expectativa de um amanhã.
    O problema é que o amanhã é um dia que nunca chega.
    Devemos viver o presente, mas na bolsa estamos sempre remoendo o passado ou prevendo o futuro.
    E por isso nunca estamos satisfeitos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como o mercado envolve muitas variáveis que podem afetar nossos investimentos, eu acho válido tentarmos prever as principais possibilidades do mercado para podermos ter estratégias definidas para enfrentar o que de fato vier a acontecer.

      Já remoer o passado é coisa de fracassado. Mas aprender com os erros passados é algo inteligentíssimo, para podermos viver melhor o presente sem voltar a repetir os mesmos erros no mercado.

      Ânimo, pessoal! Para qualquer lado que o mercado for, ele está cheio de oportunidades, mas só encontra quem as procura. Vamos estudar, fazer nossa lição de casa, que seremos vencedores nos nossos investimentos!

      Excluir
    2. Anônimo e Adubo da bolsa,

      Iria completar esta frase, mas deixei de propósito justamente por isso mesmo que vocês estão comentando:

      "Amanhã teremos briga boa pela LTB que vem do topo em 60.2k, ao mesmo tempo em que os touros irão defender a região de fundo intermediário em 56.2k. O rompimento de algumas dessas linhas poderá apresentar oportunidade de entrada no curtíssimo prazo."

      O importante é saber o que fazer independente pra onde o mercado for.

      Abcs e bons negócios

      Excluir
  2. Que loucura foi essa hoje com a Usiminas? Eu peguei meio no susto e ainda assim ganhei 200zentão! kkkkk

    Seria uma reversão ou é aquela história do moribundo que dá uma melhoradinha e cai morto, FI? kkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No Brasil o índice Bovespa se descolou do mercado internacional em decorrência da medida do governo que elevará para 25% (em média) o imposto de importação de 100 produtos, incluindo siderúrgicos e petroquímicos. As siderúrgicas dispararam arrastando as demais blue chips do índice.

      Excluir
    2. Boa! Pegou a sua parte da pizza é o que importa!

      Tem cara de GAP de fuga, mas esse papel só opero trades também. Então não apostaria neste GAP pois não tenho corgaem pra montar posições longas nesse ativo.

      Abcs, bons trades pessoal

      Excluir
  3. so aumentar as aliquotas nao resolve muito o cenario nebuloso das siderurgicas. Eh logico que tera um ajuste nos contratos para neutralizar o imposto. Pra mim o governo começou a atirar de todo lado. A conta da farra do credito facil ta aparecendo.. Ivngomes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na minha opinião também não resolve muita coisa não. O que pesa mesmo é o custo Brasil. O prolema não é externo e sim interno.

      Abcs, bons negócios

      Excluir
  4. Olá FI!

    Espero que o BCE tome uma posição firme porque mais uma fala mole vai fazer tudo despencar... E aproveitando por que não faz mais análises de ações individuais? Seria muito interessante se voltasse com estes posts.

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa! Tudo bom General?

      Por enquanto faço análises de ativos individuais apenas quando sou solicitado. Foco nos índices pois são imparciais. Mas é uma boa idéia a se pensar..

      Abcs, bons investimentos

      Excluir
  5. Estou cada vez mais convencido (como diria o Lula) de que no momento so podemos manter posições de curto prazo.
    Não ceio que essa alta das siderurgicas vai perdurar por muito tempo então temos de nos aproveitarmos desses movimentos de curto prazo. Estamos bem longe do livre mercado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza. Não dá pra ser ganancioso em mercados de congestão. As oportunidades estão no curto prazo apenas. Quando o mercado entrar em um período de bull market aí sim podemos nos posicionar tranquilamente em operações mais longas.

      Abcs, bons negócios

      Excluir