segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Escutou alguém gritando "arriba" por aí?


Caros amigos(as) do blog Finanças Inteligentes, se me permitem gostaria de começar o post de hoje fazendo uma pergunta simples: A desaceleração da economia chinesa está afetando o desempenho das demais economias mundiais. Certo? Errado. O modelo de crescimento econômico do México (baseado na forte expansão do setor industrial) parece estar dando certo e tem atraído, cada vez mais, atenção dos investidores e do mercado em geral.

O México está se tornando uma solução viável contra aos aumentos salariais que estão ocorrendo na China, elevando sensivelmente o custo de produção no gigante asiático. O México já é considerado um lugar mais barato para se fabricar uma série de produtos destinados ao mercado americano. Segundo o Boston Consulting Group, o salário industrial médio da China já supera a média mexicana.

Um reflexo deste otimismo com o México pode ser observado através do principal índice do mercado acionário mexicano. Há uma certa semelhança com o Ibovespa, a diferença é que a recuperação recente da bolsa do México está muito mais forte do que a nossa. A pernada de alta iniciada no final de 2011 já superou o topo de 2010 e se aproxima rapidamente do topo histórico do índice, restando apenas duas resistências pela frente.


A ascensão da economia mexicana provoca comparações com a economia brasileira, a maior da América Latina. Porque o Brasil não está acompanhando o bom desempenho dos mexicanos? Nossa economia foi muito beneficiada com a explosão nos preços das commodities, iniciada em 2002, provocada principalmente pelo forte crescimento da economia chinesa.

Mas com a desaceleração da China e a percepção de que as commodities não irão “bombar pra sempre”, o que será da economia brasileira daqui alguns anos se continuarmos nesta política de exportação de commodities e produtos agrícolas? É por isso que todos os esforços do governo devem estar centralizados para que o setor industrial possa voltar a ganhar competitividade, para primeiramente não perder atividade industrial que ainda opera, de forma heróica, dentro do nosso país e posteriormente atrair novas indústrias fazendo uma concorrência com o México.

Nos mercados o dia foi de leve baixa para os principais índices mundiais, seguindo a tendência de queda no curto prazo iniciada na sexta-feira da semana passada. Nos Estados Unidos o índice Dow Jones fechou o pregão em leve baixa após respeitar milimetricamente a linha de retorno do canal de alta.

  

No Brasil o índice Bovespa fechou o pregão em queda de 0,48%, deixando um spinning top, confirmando o mercado vendedor de curto prazo. Com esta queda o índice retornou para dentro das bandas de bollinger, porém não há região de suporte relevante até os 60k. Para os próximos dias (e talvez semanas) o índice deverá trabalhar dentro de uma possível nova zona de congestão entre 63.4k e 60k (não altera a tendência de alta no médio prazo), com manutenção da perna de baixa no curtíssimo prazo.


32 comentários:

  1. A Bolsa da China está derretendo mesmo...

    Agora, a Shanghay Composite está em -2,14%

    Parece que vamos ter mudanças dos players da economia mundial novamente. Mas o Player mor, nada muda... Os EEUU continuam sendo os donos da bola... kkkkkkkkkk

    Um abraço IF!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eike Rico,

      É meu caro, a coisa está feia lá em Xangai, pra variar rsrs...

      A China cresceu forte nas últimas décadas, mas deixou para trás uma série de problemas estruturais que já estão causando impacto sobre o crescimento. Na minha opinião, a China dificilmente voltará a crescer algo perto dos seus 10% novamente. Daqui pra frente o mercado vai ter que se acostumar com uma expansão em torno de 5% a 7% para os próximos anos.

      Os Estados Unidos é a verdadeira aula prática do capitalismo. Cresceram de forma impecável. Dificilmente a China consegue repetir o feito dos americanos, o ponto fraco dos xing-lings é justamente o que não dá pra mexer, o sistema político.

      Abcs, bons negócios

      Excluir
    2. FI, eu não sei não... Mas esse crescimento chinês tá com cara de maquiagem de novela mexicana... kkkk

      Se numa democracia o pessoal já mente em pencas, imagina num sistema fechado como o chinês...

      Excluir
    3. Hahaha! Boa!

      Pois é, não dá pra depositar muita confiança no governo chinês. Temos que utilizar as pesquisas estrangeiras, que são mais imparciais. Por exemplo, pra acompanhar o desempenho da atividade industrial costumo olhar resultados divulgados pelo HSBC e Instituto Markit.

      Abcs,

      Excluir
  2. FI,

    Viu a volatilidade no petróleo. Apesar de tudo, conseguiu firmar acima da MMA200. Acha que continua subindo?

    Abraços,
    Sir Income

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sir Income,

      Sim, aparentemente foi uma queda sem motivo no noticiário econômico. Não consegui achar nada que poderia estar relacionado ao movimento. Provavelmente foi especulação mesmo, o pessoal está ficando muito ansioso com o barril chegando perto os 100 dólares. Não é bom para a economia mundial que está acentuando o movimento de desaceleração.

      Abcs, bons investimentos

      Excluir
  3. vcs viram que o Thor virou diretor, ainda bem que é diretor de por?a nenhuma. Se ele comandar uma empresa do mesmo jeito que guia o carro coitado dos acionistas..kkkk
    Ivan C.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se fosse assessor, seria o próprio Aspone... kkkk

      Excluir
    2. Não dá nem pra comentar uma bizarrisse dessas rsrs...

      Na minha opinião, acho que esse Eike está querendo derrubar os papéis das suas empresas pra fechar capital. Já limpou o que tinha que tirar do mercado. Agora é tocar o barco, o capital já está alavancado mesmo.

      Abcs a todos!

      Excluir
  4. Sobre a questão industrial. Trabalho em uma empresa em que desde 1968 mantínhamos uma cadeia produtiva que ia desde a extração das matérias-primas vegetais até a purificação final e exportação dos ativos farmacêuticos. Quanto mais próximo do final da cadeia produtiva maior a intensidade dos gastos com MOD e Energia.
    Na última década observamos que era mais fácil transferir para outros países as operações de final da cadeia e manter no Brasil apenas uma fração inicial do processo (a parte agrícola da cadeia - com menor valor agregado).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. José Wilson,

      Exatamente. O exemplo da sua empresa é uma triste realidade do que vem acontecendo nos últimos anos com o setor industrial. O seu caso ainda tem algum "ponto positivo" (se é que pode-se dizer isso), pois o parque industrial não chegou a se tornar exatamente um mero centro de distribuição. Mas definitivamente é quase impossível montar uma cadeia produtiva no Brasil e fechar a conta no azul sem receber incentivos fiscais. O governo se empolgou demais com o boom no mercado de commodities e deixou o setor industrial afundar na lama.

      Abcs, bons negócios

      Excluir
  5. Olá FI!

    Belos argumentos, não sabia dessa ascenção do México perante a queda da China e isso só mostra que o mundo sempre encontra uma nova parede para se apoiar e a mídia então... Nem se fale logo vai abordar o assunto que tratou aqui, rsrs.
    Acredito que o movimento do Ibov seja natural por causa do dia de vencimento de opções e muitos realizaram lucros, também é bom que caia um pouco para voltarmos as posições, estou tentando desenvolver uma estratégia em opções mais "segura" para lucrar um pouco seja na queda ou na subida, por acaso opera opções?

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. General,

      Pois é, daqui há pouco a mídia coloca o chapéu de mexicano e começa a comer uns nachos, tomar umas tequilas rsrs...

      Sim, até o momento é uma correção natural e extremamente necessária. O lado negativo das arrancadas fortes é que os gráficos podem ficar sem zonas de suporte no curto prazo. Legal, o caminho é por aí mesmo, desenvolver uma estratégia própria. Particularmente não gosto de operar opções, prefiro ficar somente com os ativos no mercado à vista.

      Pode entrar em contato comigo através do e-mail: financasinteligentes@gmail.com

      Abcs, bons negócios

      Excluir
  6. FI, sobre seu texto o brasil não tem mesmo nem como se aproveitar desse custo China, pois o custo Brasil bate recorde a cada ano, assim sempre seremos o país do futuro. Na minha opinião é um país totalmente deficitário de infraestrutura, é só ver nossos trens de transporte que andam numa velocidade média baixa, nossas estradas então. O problema é que a resolução de tudo isso anda a passo de tartaruga.Falta investimento, mas que é que quer investir num país em que as regras mudam conforme se precise de apoio da população pra ganhar um votinhos.
    Ivan C.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ivan C.,

      Correto. O custo China é uma formiguinha perto do custo (elefante) Brasil. O governo começou a se mexer para tentar dar um pouco de competitividade ao setor industrial, mas espero que essas medidas sejam apenas o "primeiro passo do início", porque tem muita lição de casa que deixou de ser feita desde a eleição do Lula. Não vai ser em um ano que vamos corrigir os defeitos acumulados durante todo este período, o governo vai ter que manter esta linha para os próximos anos (apesar de que as medidas adotadas possuem um apelo eleitoral). Caso contrário não vamos sair do lugar. É muito cedo pra ficarmos otimistas demais, o governo vai ter que mostrar serviço.

      Abcs, bons investimentos

      Excluir
  7. Olá FI, ao meu ver é questão de tempo para as comodyties, exeto alimentos, voltarem aos patamares antes vividos, o minério de ferro custava 20Uss a tonelada e o petróleo 30u$$ o barril, estes eram preços praticados por décadas e de 2002 pra cá explodiram com a farra das bolsas, foi muito benéfico aos países exportadores más creio que a festa está acabando. Será um processo longo, más estou convencido que já está em curso.
    Lembro que em 2001 o Ibov estava batendo no Th de 18k, muitos estavam achando cara demais tanto que até 2003 tomou uma pancada de -55% e depois só festa!!
    Ivan

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ivan,

      A Noruma, uma das maiores corretoras japonesas, acredita piamente que o boom nas commodities chegou ao fim. Pode ser também que daqui pra frente os preços encontrem um patamar mediano e trabalhem numa zona de congestão de longo prazo.

      Abcs, bons negócios

      Excluir
  8. Num futuro distante, a África será o continente para onde os países desenvolvidos exportarão seus produtos aos montes.

    Só espero que não acabe em guerra como aconteceu no início do século XX.

    []s!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. dimarcinho,

      Alguns países na África já estão se destacando, pena que o crescimento deles é parecido com o brasileiro, não conseguem agregar valor no produto.

      Abcs, bons investimentos

      Excluir
  9. Cemig ta demais, que entrou dia 11 se deu muito bem.
    Deve testar 31,50 e depois 34 na minha opinião.
    Empresa muito boa, mesmo com reajuste.
    Bbas foi a mesma coisa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. tem que ter sangue frio pra entrar em empresas como a Cemig depois de quedas como essa... Já BBAS também acho um bom papel, eu saí antecipadamente nos 25,10 porém pretendo entrar novamente caso o papel volte a preços mais baratos

      Excluir
    2. Mercado andou meio travado ontem e hoje parece estar a mesma coisa. Com isso acabou pagando o repique que estava devendo para as elétricas. Parabéns para quem entrou, melhor spread de curtíssimo prazo.

      Fora isso, o que está dando pra fazer por enquanto é monitorar a LTB no intraday de 60 minutos. Testando neste exato momento, se não rompê-la poderá jogar o índice para retestar fundo em 61.4k, onde a perda poderá acionar pivot de baixa no curtíssimo prazo.

      Abcs a todos!

      Excluir
  10. BM&F livre da concorrência.

    Bats desistiu de implantar uma bolsa de valores no Brasil. Custo muito alto.

    http://economia.uol.com.br/ultimas-noticias/reuters/2012/09/18/bats-desiste-de-plano-de-lancar-bolsa-no-brasil-segundo-jornal.jhtm

    ResponderExcluir
  11. FI,

    Com todo esse dinheiro jogado no sistema, com o preço dos ativos inflando, com o IBOV fazendo pivô de alta no gráfico semanal, com volume e rompendo os 60mil, estou pensando em voltar a entrar forte na bolsa, antes que a crise acabe (afinal, já se passaram quase 5 anos desde o estouro)!

    abs

    Henrique

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Henrique,

      Vontade é o que não falta, não é? rsrs... Mas você não está achando tudo muito fácil e óbvio demais? Quando tudo está a favor e todo mundo fala a mesma língua no mercado fico sempre com o pé atrás. Apesar de tudo, acredito que deveremos manter a tendência de alta no médio prazo, testar a LTB principal, etc. Mas nem por isso entrei com chumbo grosso quando saiu QE3, porque o ponto de saída estava longe e portanto cobrando um preço alto no mercado.

      Entendo que o ponto ideal para entrar pesado nesses casos é quando o custo x benefício esteja muito bom, ou seja, um ponto de risco x retorno bem favorável, preferencialmente numa região forte de compra bem posicionada que apresente uma saída barata caso o mercado esteja contra a sua posição.

      Abcs, bons negócios

      Excluir
    2. Olá Henrique, cuidado que pode ter areia movediça no caminho...rsss
      Fi, depois dá uma olhada em Elpl4 que tá armando um bom rompimento na região dos R$ 19,50. Papel ainda não corrigiu a forte baixa ocorrida, pra mim pode buscar a região dos R$ 24 38,2 fibo, caso rompa esta congestão de fundo.
      Ivan

      Excluir
    3. Acho que pra ELPL4 sair desta situação de curto prazo (congestão) e inverter para uma tendência de alta, tem que passar com muita força dos 19,85 pra levar os 20,50 junto. Preferencialmente com um candle de força. Neste caso poderá chegar lá nos 24,00 carregado pela tendência e fechar o GAP.

      Estou de olho mesmo é no Ibovespa. Doji no diário, colado na LTB intraday. Tá querendo emitir um bilhete de compra para retestar 62.6k.

      Abcs,

      Excluir
  12. Rompimento da LTB no intraday ficou para ser confirmada amanhã. Se passar por ela, pode dar um tiro curto na compra.

    ResponderExcluir
  13. Bono Vox é sardinha kkkk

    http://www.youtube.com/watch?v=7U-J-kI4y6I&feature=g-u-u

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. rsrs...

      Tem um investidor famoso, não me recordo do nome agora, que diz algo que faz sentido. Não sair do seu ramo de negócio. No caso do Bono, se ele faz dinheiro com a música, continue fazendo dinheiro com a música. Foi se aventurar em um ambiente de negócio que não é a praia dele e acabou levando ferro.

      Não vai ter mais show e graça do U2 na sede do facebook kkkkk

      Abcs,

      Excluir
  14. Henrique, vc quer fazer o trade feliz?

    ResponderExcluir