quarta-feira, 12 de setembro de 2012

Troca de posições sustenta alta na Bovespa


O movimento de reposicionamento de alguns investidores (incluindo estrangeiros) colaborou para o bom desempenho do índice Bovespa nesta quarta-feira. A deterioração das perspectivas para o setor elétrico resultou uma forte fuga de capital, deixando as ações deste respectivo setor, em direção aos ativos de empresas que serão beneficiadas com a redução dos custos de energia elétrica.

As empresas do setor siderúrgico fazem parte do grupo de ativos que serão beneficiados com as recentes medidas do governo. O crash nas ações das companhias elétricas gerou impacto limitado sobre o Ibovespa (devido à baixa exposição na composição da carteira teórica do índice), porém a direção deste fluxo de capital foi parar em algumas blue chips (de alta exposição na composição da carteira teórica do índice), gerando desta forma um impacto maior no Ibovespa resultando um fechamento positivo. O giro financeiro superou os 10 bilhões de reais, quantia bem acima do normal.

Com este fechamento o índice Bovespa conseguiu superar a média móvel simples de 200 períodos do gráfico diário que estava na boca da caçapa. Porém este movimento precisa ser confirmado, já que houve influência deste reposicionamento de carteiras, com o rompimento da resistência em 60.2k. Caso haja este rompimento, um novo pivot de alta será acionado renovando a força da tendência de alta iniciada em 52.5k


O problema é que amanhã sairá a decisão do FED (Federal Reserve), sobre uma possível nova rodada de estímulo monetário (quantitative easing 3) inflada pela mídia e gestores de Wall Street. Mesmo com a desaceleração da economia mundial ganhando força e fraqueza no mercado de trabalho norte-americano, não podemos entrar nesta onda do mercado, pois o FED poderá acabar não anunciando nada mais uma vez.

Dow Jones parece estar mostrando que os operadores de mercado não estão esperançosos quanto ao anúncio do FED amanhã. O índice fechou de lado na véspera, deixando um candle do tipo estrela cadente, indicando possível topo colado na linha de resistência em 13.3k.


Ainda no cenário externo, a Corte Constitucional da Alemanha deu sinal verde para o fundo de resgate da zona do euro e o pacto orçamentário, mas ressaltou que o Parlamento alemão tem poderes de veto sobre qualquer aumento futuro no tamanho do fundo (o que já era de conhecimento geral do mercado).

A novidade ficou por conta da “descoberta”, dos analistas do banco Standard Chartered, sobre as reservas de cobre na China. Apesar da recente alta nos preços das commodities (incluindo o cobre) no mercado internacional, os armazéns na China continuam super lotados. Segundo os analistas, há tanto cobre armazenado em Xangai que algumas pilhas estão sendo depositadas do lado de fora de alguns edifícios e o chão está rachando devido ao excesso de peso (estima-se um aumento de 100.000 toneladas no últimos meses). 

Este pode ser um sinal de alerta para o mercado. Estoque alto normalmente significa demanda desaquecida. Estoque abarrotado pode ser um sinal preocupante de desaceleração mais acentuada no crescimento chinês (a utilidade do cobre acaba tornando-o um importante indicador de demanda, lembrando que a China é o maior comprador do mundo), que conseqüentemente irá afetar o desempenho da economia mundial.

23 comentários:

  1. Oi FI,
    não vou nem comentar sobre as elétricas rsrs

    Mas só para distrair, em relação a China, será q eles não vão 'inventar' mais demanda para o cobre? Construir algo imaginário como as cidades fantasmas, apenas para manter o mercado aquecido?

    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ostra,

      Acho que hoje foi o marco definitivo da perda de referência do mercado para busca de Yield, que ficou tanto tempo concentrado nas elétricas. A desvalorização das ações é apenas um ponto a ser observado. O outro ponto está no reposicionamento de carteiras que buscam dividendos na renda variável acima do CDI. A partir de agora não existe mais aquele setor da "vaca leiteira" e sim alguns poucos ativos em segmentos distintos. O fluxo que inflou as cotas de FIIs nos últimos meses, na busca deste Yield, pode ser um resultado deste posicionamento. O problema é que agora o mercado está cheio de cotas infladas e as administradoras estão aproveitando para lançar mais papel no mercado alavancando o ganho na taxa de administração. Com o preço dos imóveis comerciais absurdamente caros, a emissão destes novos papéis representa uma compra não muito vantajosa ao investidor do fundo e extremamente vantajosa ao ex-proprietário do imóvel. O risco de desvalorização futura, assim como a percepção baixa de retorno com os aluguéis, pode comprometer o investimento.

      Sobre a China tem o pacotão aprovado pelo governo justamente pra tentar alavancar a demanda interna. Isso porque o país está brigando pra chegar na meta de crescimento em 7,5% que já representa uma desaceleração considerável. O problema é que este capital está sendo despejado na economia com uma alta probabilidade de calote. Não entendo como uma empresa pode ter lucro construindo uma cidade fantasma. Se não tem o comprador final do produto como é que as empresas, que realizaram o investimento, poderão fazer caixa pra honrar com as suas dívidas contraídas no sistema financeiro? Se você construir um prédio de 30 andares e não vender nenhum apartamento está literalmente falido. Não sei como o governo vai resolver isso no futuro sem precisar de tomar aquele remédio doloroso.

      Abcs, bons negócios

      Excluir
    2. FI,
      gostei da sua analise em relação aos FII´s, bom ver alguém com conhecimento e bom senso explicando tão claramente algo que venho visualizando há algum tempo, até sugiro que coloque essa avaliação em um post, sei q seus posts são sobre mercado mas acho q seria interessante compartilhar :)

      Quem compra os imoveis chineses? oras, o próprio governo! q alias, é dono do sistema financeiro de lá rsrs já desisti de entende-los, mas desconfio que essa brincadeira não vai acabar bem
      bjs

      Excluir
    3. Ostra,

      Então os xing-lings estão perdendo a noção do juízo rsrs.. Estão lutando pra desinflar a bolha no mercado imobiliário e fabricando uma outra muito maior e perigosa no crédito.

      Abcs,

      Excluir
    4. Bom dia!! Em relação aos FII's, todo mundo fala deles agora (devido ao aumento considerável nos últimos tempos) e parece realmente que as cotas estão sobreprecificadas. No cenário atual, fico apreensivo em comprar qualquer coisa referente à imóveis, seguindo o exemplo do que ocorreu com as queridinhas elétricas.

      Excluir
    5. Bom dia Angelo,

      É verdade. Virou modinha do mercado, como se estivessem descobrido agora o "pote de ouro". FIIs existem há quase uma década, se não me engano.

      Como se não bastasse, a mídia está comparando investimento em FIIs com renda fixa. Não tem nada a ver uma coisa com a outra e o risco é mais elevado do que investir em ações, na minha opinião. Baixa liquidez, preços elevados, imóveis comerciais supervalorizados pelos ex-proprietários, descrédito de algumas administradoras, etc. Tem que tomar muito cuidado com isso.

      Abcs, bons investimentos

      Excluir
    6. As cidades fantasma da China são assustadoras!!!

      O governo mandou ver na construção para continuar aquecendo o mercado indireto e os empregos. Obviamente, existe muito mais por trás das grandes construções do que aquilo que vemos.

      Sobre os FII, eu não entro tão cedo nisso. O pior é que agora, com esse caso das elétricas (de pura especulação ao meu ver), é provável que muita gente migre pros FII, inflando eles ainda mais.

      Não sei onde isso vai parar. Mas enfim, vamos ver!

      []s a todos!

      Excluir
    7. dimarcinho,

      Com certeza o governo chinês ainda deve esconder muita sujeira debaixo do tapete. Mas na hora que a coisa começar a feder vai ser difícil desviar atenção popular.

      Sim, é bem provável que continuem inflando os FIIs. É uma pena, pois seria uma boa opção de investimento. Comecei a montar carteira de FIIs ano passado quando o BC alterou sua política para afrouxamento monetário. Naquela época os preços de algumas cotas já estavam começando a ficar salgados. Imagine hoje. Se essa loucura não parar, vou ser obrigado a desmontar toda minha posição em FIIs.

      Abcs, bons negócios

      Excluir
    8. Não sei pq tanta gente tem "bronquinha" dos FII's. Acho que é gente amargurada que perdeu o bonde. Quem possui imóvel (comercial ou residencial) para alugar sabe o inferno que é para alugar: arranjar inquilino, lidar com administradora, impostos, o cara*** a quatro, etc. FII's são uma maravilha, poupa o investidor deste caos e o custo disso (a taxa de adm.) é baixissima, em geral 0,5% a.a.

      Aluguel de FII é renda perpétua. Quem tem imóvel para alugar pouco se importa com o valor do imóvel, se importa apenas com o valor do aluguel. O mesmo vale para os FII. O que importa é o quanto ele gera de renda. O preço é só um referencial para o ponto de entrada.

      E vamos parar de mimimi. Já tem até índice pra isso (IFIX), e já já sai um ETF!

      Excluir
    9. Anônimo,

      Sim, FIIs são uma maravilha que existe há quase uma década. Mas parece que o mercado descobriu ontem esta façanha. Não é bem assim, quem possui imóvel e não quer lidar com todas estas tarefas, basta procurar uma corretora. O proprietário não precisa fazer nada, apenas dar o seu aval.

      Para quem está de fora e quer entrar no ramo, precisa obrigatoriamente fazer uma avaliação do negócio. Esta avaliação consiste basicamente no preço que você estará pagando pelo m2 do empreendimento. Se o preço está excessivamente inflado, você estará correndo o risco de fazer um mal negócio. É o que está acontecendo com alguns FIIs atualmente. A renda pode ser "perpétua", mas existe o risco de calote, onde o cotista pode ficar alguns meses sem receber o valor do aluguel, existe o risco de renegociação de contratos, onde o preço do aluguel poderá ser reduzido, etc. Por fim, não conheço ninguém do ramo imobiliário que não se importe como valor do imóvel. Por exemplo, você compraria um pequeno barracão numa periferia por R$ 1.000.000,00? Não há necessidade de responder.

      Abcs, bons negócios

      Excluir
    10. Pensamentos como esse aplicados no caso das elétricas foram duramente repreendidos pelo mercado nos últimos tempos. Elas tinham bons dividendos (aluguel no caso dos FII's) mas suas ''cotas'' derreteram...

      Excluir
    11. Angelo Manosso,

      Exatamente! Belo exemplo...

      Abcs,

      Excluir
  2. Olá FI!

    Li em um fórum alguns operadores da Bolsa dizendo que se não aprovar o Q3 indica que a economia não está ruim e isso pode fazer com que subam mais e se aprovar será o contrário, tem algum sentido nesses comentários?
    A China está levando o mundo nas costas, espero que tenham um fim para estes estoques porque se for tudo uma maquiagem para mostrar uma economia forte isso será desmascarado e o mercado vai reagir mal.

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. General,

      Notícia macroeconômica é algo interessante porque você pode avaliá-la de modo positivo ou negativo quando está num ambiente de mercado financeiro, que aceita tudo. De fato pode fazer sentido do ponto de vista econômico. Mas não vejo muita lógica Wall Street subir sem anúncio de QE3 amanhã, sabendo que não será desta vez que os dólares irão chover sobre o teto da bolsa de Nova York.

      O crescimento econômico dos Estados Unidos não está tão forte quanto o FED gostaria, mas a economia segue em ritmo de expansão moderada, inclusive na atividade manufatureira. Não é nada catastrófico e perfeitamente aceitável para uma economia que já passou da fase de desenvolvimento e está completamente estruturada.

      O grande problema nos Estados Unidos chama-se desemprego. As perspectivas para redução no número de desempregados não são muito boas e a taxa de desemprego dificilmente voltará a ficar baixa porque as empresas que sobreviveram após o crash em 2008 deram uma aula de eficiência no mercado norte-americano. Reduziram o quadro de funcionários, cortaram custos de produção, modernizaram a linha produtiva, reduziram market-share e no final das contas acabaram se tornando mais lucrativas do que antes. Não é atoa que os índices Dow Jones e S&P500 estão se aproximando do topo histórico. As empresas encontraram um nível de excelência em eficiência com quadro de funcionários bastante reduzido. Este "know-how" se espalhou rapidamente e por isso as perspectivas para redução na taxa de desemprego não são boas. Este é o problema central que o FED não consegue resolver, como empregar estas pessoas se as empresas estão indo muito bem, obrigado.

      Abcs, bons investimentos

      Excluir
    2. Olá FI!

      Obrigado pela aula de Economia, rsrs realmente muito bom o comentário e faz todo o sentido. Vou na sua opinião.

      Abraços

      Excluir
    3. Hehe, quem sou eu pra dar aula de economia!

      Agora é aguardar o discurso do nosso amigo Bernanke. Enquanto isso vou ficar na moita só observando.

      Abcs,

      Excluir
  3. FI, tudo bem?

    Fiquei com algumas dúvidas a respeito de seus comentários:
    1) ontem você disse que estava "bloqueado" para investir no setor de elétricas. Essa parece ter sido uma decisão pessoal. Mas se você puder explicar as razões que o levaram a tomar essa decisão...
    2) assim como você, também estou preocupado com a disparada dos FII`s. Assim como você, também acho que vai chegar a hora de desmontar essa posição. A questão é: quando?

    Abraços e obrigado pela paciência,
    TR

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá TR, tudo bom e com você?

      É sempre bom comentar sobre esses assuntos, fique à vontade.

      1) Sim foi uma decisão pessoal, com objetivo meramente psicológico, para eu não cair na tentação do mercado e operar estes ativos. Eu estudo padrões de movimentos em alguns ativos, entre eles estão algumas ações do setor elétrico. Quando observei a mudança no padrão, fugindo assim da característica técnica do papel, travei o meu sistema por segurança. Ou seja, parei de operar porque o terreno mudou e com isso as incertezas aumentaram pra mim. Incerteza não significa necessariamente risco de queda no papel, mas sim impossibilidade de continuar utilizando a técnica adotada para aquele ativo, naquela situação de padrão. Por exemplo, 2011 e boa parte de 2012 foi um período extremamente bull para muitas ações do setor elétrico.

      2) Neste caso o desmonte de posições pode ocorrer quando você observar euforia irracional do mercado. Quando você não conseguir entender porque as pessoas estão pagando R$ 10,00 pra comprar um ativo que vale R$ 1,00. Não tente acertar o topo da euforia, apenas esteja preparado para sair quando o anfitrião começar a perder o controle da festa. Se continuarem inflando os preços desta forma, acho que até ano que vem posso não estar com nenhum FII na carteira.

      Abcs, bons negócios

      Excluir
  4. FED anunciou QE3 e com a mão pesada! Surpreendeu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso ai, Ibov rompeu os 60k, abre caminho até o topo de março pelo menos. Agora o que se comprar nessa altura do campeonato, essa resposta nem imagino pois está tudo caro.
      Fi andei refletindo com meus botões, se meus negócios fora da bolsa estão indo bem, apesar do retorno não ser estas coca-colas, pra que mudar??
      O que estou pensando é depois ir comprando aos poucos com os lucros, o que vç acha, é uma boa?? Penso em aportes mensais nos setores elétricos, financeiro e comodities.
      Ivan

      Excluir
    2. Olá Ivan,

      Desculpe pela demora em responder. Rompimento bonito dos 60k, confirmando superação da média de 200 diária e semanal e acionando pivot de alta no diário e semanal. Daí pra cima são poucas as resistências até a LTB que vem dos 69k.

      Pois é, o que comprar agora? Eu me atrapalhei todo na correria e acabei comprando BOVA11 assim que saiu o anúncio do FED pra ganhar com o movimento do índice. Estava com o intraday da VALE e PETRO aberto esperando pra vender descoberto caso o FED não anunciasse nada e USIM5 e CSNA3 pra comprar caso saísse QE3. Basicamente iria vender o que estava mostrando fraqueza e comprar o que estava mostrando força. Mas essa mão pesada no FED me surpreendeu, fiquei na dúvida no que pegar e acabei entrando no BOVA11 mesmo.

      Acho uma boa estratégia. Continue no mercado que está te dando renda com uma certa garantia. A Bovespa está subindo à base de blue chips, então commodities, siderurgia e financeiro são boas opções do momento.

      Abcs, bons negócios

      Excluir
    3. Obrigado FI, más sugiro vç ser rápido no gatilho, o índice bateu no canal de alta, acho que vem venda ainda hj.
      Aliás este canal por incrível que pareça passei um email para a Carla uns 3 meses atrás com ele prontinho, título do email; Possível canal de alta se formando;
      Se for repetir os últimos durará por volta de 7~8 meses;
      Ivan

      Excluir
    4. Ivan,

      Sim vai ter que aparecer uma correção pra aliviar, o intraday está muito esticado. Mas estou pensando em manter posição e talvez reforçar na formação do próximo fundo ascendente. Vamos monitorando a pernada, ficou mais limpo agora sem resistências relevantes até a LTB principal. Só temos que tomar cuidado porque Wall Street está batendo no teto, Dow Jones e S&P500 estão caminhando pra testar TH. Pode ser uma perna final de euforia de alta com o carimbo do FED. Um olho e meio em Wall Street e meio olho na Bovespa rsrs.

      Abcs,

      Excluir