segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Ásia poderá se fortalecer com livre comércio


Em meio ao cenário de deterioração da economia global, líderes das principais potências asiáticas estão mostrando interesse em discutir um acordo de livre comércio entre China, Japão e Coreia do Sul para fortalecer o crescimento econômico da região e minimizar os impactos da crise financeira mundial.

Estão vazando boatos no mercado de que já existe um esboço de negociação preliminar para um tratado de livre comércio entres estes 3 países que será discutido nos bastidores do fórum regional do continente asiático. Acordos de livre comércio poderão envolver também os dez membros da Ansea (Associação de Nações do Sudeste Asiático).

O simples fato da China e Japão se mostrarem interessados “na conversa”, pode ser considerado um ponto positivo para o sucesso de um futuro acordo de livre comércio envolvendo as duas grandes potências rivais asiáticas, beneficiando ambas as economias.

Há poucos meses atrás China e Japão estavam envolvidos em disputas territoriais nas pequenas ilhas do Mar da China Oriental. Elas estão sob controle japonês mas os chineses reivindicam a soberania das ilhas, argumentando que o Japão anexou este território depois da guerra entre os dois países (em 1894 e 1895).

O maior interessado neste acordo é a própria China, que busca uma alternativa para aumentar suas exportações, já que um dos maiores compradores de seus produtos (países que integram a zona do euro) estão adotando políticas de austeridade fiscal, e por consequência sacrificando o crescimento econômico, para acertar as contas públicas.

No mercado de capitais houve movimento de alta generalizada nas principais praças financeiras. Amanhã ocorrerá um encontro entre os líderes europeus em Bruxelas para aprovação (praticamente certa) da liberação da próxima parcela do pacote de socorro à Grécia, no valor de 44 bilhões de euros.

Com dinheiro em caixa para cumprir com suas obrigações de curto prazo, a Grécia deixará de preocupar os investidores por algumas semanas. Nos Estados Unidos, a primeira rodada de negociações entre o Democratas e Republicanos, a fim de se evitar o abismo fiscal, foi bem vista pelo mercado e ajudou animar o pregão em Wall Street.

O índice Dow Jones fechou a segunda-feira em forte alta confirmando formação de fundo (ao primeiro momento temporário) sobre a região dos 12.4k. O movimento de repique poderá levar o índice para testar a LTB mais curta, próximo à região da linha central de bollinger, ou mesmo pullback sobre a resistência em 13k.

Pregão na bolsa de Nova Iorque
  
As commodities fecharam o dia com uma boa alta, impulsionadas pela elevação no preço do barril de petróleo, devido ao agravamento dos conflitos na Faixa de Gaza.


O índice Bovespa conseguiu pegar impulso com o movimento de alta nas commodities e fechou o dia com uma boa alta de 1,89%. Houve formação de fundo (a princípio, também temporário) sobre a região dos 55k, com um engolfo de alta. Há necessidade de retomada da linha em 56.6k para manutenção do movimento de repique em direção à linha central de bollinger e posteriormente LTB principal da tendência de baixa.

Gráfico do principal índice do mercado de capitais no Braisl

Como amanhã teremos feriado regional em São Paulo, o mercado brasileiro ficará fechado mais uma vez num momento importante para operações de curto prazo. A bolsa reabre as portas na próxima quarta-feira. A depender da sua cidade, desejo-lhes um bom feriado ou um bom dia de trabalho rsrs... Até quarta pessoal!

13 comentários:

  1. FI,

    E o dólar? BC tá deixando subir ou saiu de férias?

    Abraços,
    Sir Income

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sir Income,

      Está "dentro dos conformes", oscilando na banda de 2,00 a 2,10, onde o governo quer que ele fique. Poderia dizer que esta banda superior poderia chegar até os 2,20. Acima disso acho que o governo também não quer e começaria a desovar dólares no mercado e/ou adotar medidas malucas rsrs...

      Abcs,

      Excluir
    2. O Gustavo Franco reencarnou em forma de Alexandre Tombini, FI? kkkkkkkkkkkk

      Excluir
    3. Gustavo Franco da Rio Bravo? Hehe...

      Pelo menos ele defendeu firmemente a queda na taxa de juros na gestão do Tombini, além da redução do spread bancário. Mas acho que ele discorda da política fiscal do governo e não sei se ela acha viável manter o câmbio fixo entre 2,00 e 2,10/2,20.

      Abcs,

      Excluir
    4. FI, eu fiz essa bricadeirinha lembrando da época que o GF foi presidente do BC. Na época dele não existia cambio flutuante. Havia uma banda muito rígida.

      Excluir
    5. Ah sim!

      Verdade, mas talvez seja porque ele pegou aquela época da desvalorização do Real. Era tenso ser presidente do BC aquela época, trauma pós hiperinflação.

      Abcs,

      Excluir
    6. Sir Income,

      O Dolar irá convergir para o centro da meta, ainda que de forma não linear.

      Abs,

      Sr. Tombinho.

      Excluir
    7. kkkkkkk

      Opa, Sr. Tombinho por aqui no blog! Vou aproveitar pra perguntar sobre a inflação. Quando é que ela volta pro centro da meta?

      Abcs e boa sorte com dólar a 2,10

      Excluir
    8. Acho que só no próximo governo que não for do PT hehehe

      e vai ter que ser na base dos juros básicos a 20%aa =/

      Excluir
  2. Interessante... Quando envolve dinheiro, todas as rusgas e mágoas são esquecidas como num passe de mágica... kkkkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eike Rico,

      "Inimigos, inimigos, negócios à parte" kkkkkk. Falou tudo, quando o dinheiro está em jogo, para ambas as partes, a conversa é outra.

      Abcs,

      Excluir
  3. Olá, a alta de ontém não foi acompanhada por blue-ships de peso no índice, fica o alerta pois minha impressão é apenas um ajuste nas posições vendidas.
    Fi Elet6 por R$ 1,00!! Deviam ter dito que não vale mais nada, será que se soltarem uma dessa na Petro ela despenca tbm?? Os sonhos às vezes se realizam,rsrs!
    Ivan

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ivan,

      Na verdade algumas blue chips já abriram coladas na máxima e não apareceu volume pra sustentar os preços de abertura. Achei o volume de opções também muito fraco ontem. Hehe boa! Pra mim Eletrobras virou mico. Pra fazerem isso com a Petro vai ser muito difícil rsrss... Mas neste preço atual, mantendo as perspectivas e ganho (o grande X da questão) o papel já começa a ficar interessante.

      Abcs,

      Excluir