terça-feira, 27 de novembro de 2012

Bastou duas palavras para derrubar o mercado


O acordo fechado na noite de ontem pelo Eurogrupo (grupo formado pelos ministros das Finanças dos 17 países da zona do euro, Banco Central Europeu e Fundo Monetário Internacional), no qual ficou acordado o pagamento da próxima parcela do pacote de resgate à Grécia (40 bilhões de euros), animou os mercados asiáticos, europeus e abertura dos mercados brasileiro e norte-americano.

Os ganhos foram se estendendo na parte da tarde até que um senhor chamado Harry Reid, líder da bancada democrata no Senado, soltou duas palavras mágicas para expressar o seu descontentamento com as negociações envolvendo o abismo fiscal nos Estados Unidos. Ele disse que houve “pouco progresso” entre os partidos para evitar o abismo fiscal.

Curioso é que o timming desta declaração do Sr. Reid foi perfeito. Dow Jones estava realizando, novamente, teste sobre a principal resistência de curto prazo (a barreira psicológica dos 13k e média móvel simples diária de 200 períodos). Como o mercado está bastante sensível quanto às notícias vinculadas ao abismo fiscal, basta uma pessoa influente escolher bem as palavras para provocar uma correria no mercado.

Já demostramos em outras oportunidades aqui no blog que a possibilidade concreta dos Estados Unidos entrarem em um abismo fiscal é consideravelmente baixa (praticamente nula). Mas a mídia diz o contrário e o movimento de massa segue as notícias e os humores do mercado. Se avaliarmos as duas palavras ao pé da letra, “progresso” já é um sinal positivo para evitar o abismo fiscal. Mas o segredo está na palavra que vem antes: “pouco”. Estrategicamente utilizada para criar impacto em um ambiente sensível.

Na atual circunstância, “pouco progresso” é um sinal de que as negociações, iniciadas recentemente, estão em andamento, seguindo um cronograma interno. Ou alguém achou que os políticos iriam trabalhar no feriado de Ação de Graças e o abismo fiscal seria resolvido com o estalar dos dedos? Portanto, negociações em “estágio avançado” ou mesmo em “muito progresso”, é que não deveriam estar. Haja vista a importância destas negociações como uma ferramenta política de disputa de interesses entre partidos.

O índice Dow Jones fechou o pregão em queda confirmando topo formado abaixo da zona de resistência psicológica em 13k, mesma região da média móvel simples de 200 períodos diária. A linha central de bollinger acabou sendo perdida novamente deixando o índice sem zonas de suportes relevantes até o nível dos 12.4k.

Gráfico da bolsa dos Estados Unidos
  
No Brasil o índice Bovespa fechou o pregão em queda, mostrando forte reversão de tendência de curtíssimo prazo. Foi confirmado topo na região dos 57.5k, que contou com ajuda da resistência proporcionada pela linha central de bollinger. A mínima de ontem foi perdida jogando o índice abaixo da linha dos 56.6k. Caso os 56.2k não segurem a pressão vendedora amanhã (difícil), poderemos retornar para o último fundo marcado em 55.1k.

Gráfico que representa a bolsa de valores no Brasil

12 comentários:

  1. Os políticos são filhos de Deus, também....eles fazem parte do mercado, ora estão do lado touro, ora no lado dos ursos....

    A questão é que o mercado tá podre!
    Qualquer nota, por menor que seja, influi no mercado.....

    Olha o quê vai acontecer:
    "começarão as divergência, ai uma agência de risco, reduz o rating da dívida americana.... a bolsa sofre bastante.... depois de terem feito o serviço sujo.... voltam a comprar num patamar de preço bem inferior á venda....e a carruagem segue seu caminho....e muita sardinha comida"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anônimo,

      Sim o mercado foi bombardeado pela mídia a respeito do abismo fiscal, então qualquer espirro dos políticos respinga na bolsa. Acho que só haverá nova redução na classificação de risco dos Estados Unidos ano que vem (pela Moody's ou Fitch, pois a S&P já cortou o dela) caso o abismo fiscal não seja evitado nos Estados Unidos.

      Abcs, bons investimentos

      Excluir
  2. Respostas
    1. Doutor Honorários,

      Pois é. Meio suspeito né? Vai saber...

      Abcs, bons investimentos

      Excluir
  3. Olá pessoal, observem direitinho como funciona o mercado, procura-se notícias boas para justificar as altas e ruins para as quedas, não adianta ficar correndo atrazado, olhem e estudem bem os gráficos pois é neles que se tem informações o resto é viver literalmente como "sardinhas".
    Como disse dias atráz, olhem o floresta de lonje para se ter um panorama da situação e só depois de marcar qual tendência é predominante é que vá indo até chegar no curto prazo, notícias releantes se deve ter das empresas que acompanha ou é acionista, o resto são apenas justificativas do que já passou!!
    Espero ter contribuido;
    Ivan

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O único profissional que consegue "ver" o futuro nos gráficos é o MÉDICO CARDIOLOGISA;
      Ele vê mesmo.....

      Excluir
    2. Hehe, está certo.

      Mas a análise técnica não foi feita pra enxergar o futuro (ao contrário do que alguns cursos tentam pregar), o operador que utiliza o gráfico como bola de cristal não está fazendo uma análise técnica e sim tentando enxergar aquilo que ele deseja que aconteça. Neste ponto, o gráfico que deveria ajudar, só vai te atrapalhar. Não existe certeza absoluta no mercado (isso vale pra qualquer tipo de análise), mas você pode trabalhar em cima das boas oportunidades de trade que o mercado oferece com um bom gerenciamento de risco x retorno.

      Abcs, bons investimentos

      Excluir
  4. Grande FI, aqui é o anônimo do bc.. (rsrsrsrs)

    Tenho lido o blog diariamente sem me manifestar, mas sinto que hoje devo lhe dar os parabéns, sua percepção de mercado e seu poder de síntese são incríveis.
    Boa sorte na sua nova empreitada e espero que continue contribuindo com suas excelentes análises através do blog. Não nos abandone. rsrsrsr

    Fiquem todos em paz e mantenham a positividade, a nova era está chegando. Faltam poucos dias pro alinhamento astral e um grande despertar de consciência está a caminho. Vai dar tudo certo independentemente da tendência dos mercados. rsrsr Lembrem-se, existe vida além da bolsa.
    E vamo que vamo.
    Grande abraço


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande Anônimo do BC!

      Tudo bom cara? Sumiu e resolveu aparecer na véspera da reunião do Copom? E aí como estão as conversas? Irão manter a taxa selic mesmo? rsrs..

      Obrigado! Pode ficar tranquilo que o blog eu não abandono de jeito nenhum! Escrever aqui é um hobbie pra mim. Gostei da sua frase final!

      Abcs, bons negócios

      Excluir
  5. Eu sinceramente sou um optimista,não porque as economias estão fortes,mas sim porque os mercados se antecipam e as acções estão desvalorizadas em virtude de um possivel Clif FIscal nos EUA que como diz nosso amigo FI,quase de certeza não vai acontecer e tambem porque graficamente não estou a ver força vendedora,embora tambem não veja força compradora ha ja mto tempo.
    Mas... ha aqui um grande senão,o Indice de Shanghai renovou minimos esta noite,mesmo com o ultimo PMI mostrar acima dos 50!!!
    Que será que isto quer dizer!!!?

    paulo baptista
    Abraços ai para o Brasil

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Paulo Baptista,

      Incrível a bolsa de Xangai parece que não consegue deslanchar mesmo. Está pior do que o Nikkei nos últimos 2 ou 3 anos. Não consigo enxergar motivos, a não ser as interferências do governo chinês no mercado de investimentos (forçando baixo retorno para as pessoas investirem o dinheiro na economia) e na própria bolsa de valores. Há muito tempo (se não me engano, desde o crash em 2008) é proibido vender à descoberto em Xangai. Isso espanta os especuladores da praça e tira a liquidez do mercado. Bolsa sem liquidez tende a cair, pessoa física sozinha não consegue sustentar. São reflexos de um sistema político, longe de ser "democrático e justo" quanto o nosso do ocidente.

      Abcs, bons trades

      Excluir