segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Pagamos mico na OMC


O governo brasileiro apresentou nesta segunda-feira um projeto no mínimo extravagante perante à OMC (Organização Mundial do Comércio) e acabou levando uma bela “sentada” dos chineses, além de risadas irônicas dos demais diplomatas presentes na reunião. Infelizmente é mais um evento lamentável que colabora para manchar, cada vez mais, nossa imagem no cenário externo e mostra ao mundo para onde está indo a nossa política econômica.

Vocês acreditam que o Brasil apresentou uma proposta, em plena OMC, onde os países poderiam elevar tarifas de importação todas as vezes que a sua moeda sofrer uma forte valorização? A justificativa para uma ideia tão absurda é permitir que a OMC possa lidar com os desequilíbrios cambiais. Diplomatas brasileiros alegaram que a valorização do real e a desvalorização manipulada por alguns governos estariam prejudicando as exportações nacionais.

Vale lembrar que as medidas protecionistas, na década de 30, foram um dos principais fatores que empurraram a economia mundial para a pior crise da história do sistema capitalista. Propor qualquer tipo de medida que envolva o protecionismo em escala mundial é um verdadeiro atentado ao sistema.

A reação foi imediata e levamos “de graça” uma dura resposta dos chineses. “Criar qualquer tipo de taxa nova seria uma medida extremista. Imagine se cada país decidisse usar o mecanismo?”, questionou o diplomata chinês. “Isso poderia afundar o sistema multilateral do comércio.”

Não vamos entrar no mérito da questão sobre o quanto a China força a manipulação artificial do seu câmbio. Estamos fazendo o mesmo aqui dentro e, de certa forma, é o que todos os países acabam fazendo, direta ou indiretamente, para tentar alavancar o crescimento nos tempos de crise, via aumento das exportações. Mas existe um certo limite para se manter o equilíbrio de mercado e não prejudicar as transações comerciais.

A proposta brasileira fez barulho na OMC, foi totalmente ironizada por diplomatas de diversos países e não somente a China. Os diplomatas americanos não conseguiram segurar o riso quando foram questionados pela mídia se a reunião havia sido um sucesso. Outros diplomatas chegaram a dizer que a política brasileira tenta desviar a atenção quanto aos problemas internos do país, grandes responsáveis por prejudicarem a competitividade da nossa indústria. Este por sinal é um tema que foi debatido inúmeras vezes aqui no blog.

A semana começou com um movimento de correção em diversas praças mundiais em decorrência da proximidade com importantes zonas de resistências. A mídia destaca, de forma incorreta, o impasse com relação à próxima parcela de ajuda a ser recebida pela Grécia. Na verdade não há impasse algum, já está praticamente confirmado que a Grécia irá receber a próxima parcela do pacote de socorro. Faltam apenas resolver os detalhes quanto à extensão do prazo, redução dos juros, entre outros.

Nos Estados Unidos o índice Dow Jones fechou o pregão em leve baixa sugerindo formação de topo abaixo da linha psicológica dos 13k, juntamente com a média móvel simples de 200 períodos diária, a ser confirmado amanhã.


No Brasil o índice Bovespa caiu mais forte perdendo a linha central de bollinger. Diferente dos demais índices europeus e norte-americanos, não estávamos próximos à uma zona de resistência relevante. Caímos por falta de giro na bolsa, motivando a liquidação de posições compradas de curto prazo (carregadas nos últimos dias). O volume de 5,16 bilhões de reais ficou abaixo da média e por ser uma segunda-feira de retorno em Wall Street, o volume deveria ser, inclusive, superior à média.


Apesar de tudo o mercado conseguiu sustentar a importante linha dos 56.6k. Mas foi apenas isso. Abaixo dos 56.6k poderemos retornar aos 55.1k.

10 comentários:

  1. a falta de estudo do brasileiro reflete até nesses "caras" que nos presentam pelo mundo afora. São uns anencefálicos mesmo. Como já te disse FI, depois do Braisl se juntar a Bolívia eu desisti.
    IvanC.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. IvanC,

      É de lascar. Curioso é que deixaram para soltar essas depois das eleições. Tá complicado esse governo...

      Abcs, bons trades

      Excluir
  2. Olá FI, já começa faltar gasolina aqui em minha região, lembro-me de ter visto 4 dedos melados de petróleo na tv..
    Vejo como inevitável uma grande estagnação no pib por um tempo, santa armadilha!!
    Falando de mercados, vç tem esperança no Ibov?? A minha acabou faz tempo, em 2010 mais precisamente;
    Ivan

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ivan,

      Putz... Talvez seja por isso que a Graça Foster começou a falar mais do etanol. Esperanças de enxergar Ibov superando o TH, por exemplo, nos próximos 2 anos, sinceramente não. Mas acho que esta queda pode ser interessante para montar algumas posições (para um reteste em 60k, ou quem sabe chegar aos 65k ano que vem ou em 2014), como estava há um bom tempo sem carteira, resolvi abrir uma, mas minha exposição ainda está muito baixa. Está valendo mais a pena manter o foco nos trades. Mas se a bolsa resolver despencar vou reduzir os trades e fazer a festa lá em baixo rsrs...

      Abcs, bons investimentos

      Excluir
  3. Nunca tive coragem de perguntar isso mas hoje nao consegui segurar...
    O comercio de drogas (uniao com a Bolivia) rende tanta grana assim para politicos brasileiros fazerem essa barbaridade?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala meu caro tudo bom?

      rsrs... pois é. Mas esta pergunta eu não me atrevo a responder.

      Abcs, bons trades

      Excluir
  4. FI, valeu as considerações, movimento interessante na Elet6, 3 dias com pavios relativamente grandes, pra mim jogada dos grande e em muito breve ao meu ver continua a derrocada, é segurar a grana para "liquidação eletrizante".
    Na Elpl4 parace que vai em busca dos R$ 10..
    Ivan

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ivan,

      Sim, a fase do repique mais segura ali na ELET6 já passou. A partir de agora entrar neste ponto é assumir um risco bem maior. Engraçado é que algumas elétricas reagiram bem na semana passada e a ELPL4 o máximo que conseguiu foi andar de lado. Papel pesado, mas vamos monitorando esta queda. Quanto mais cai, mais interessante fica.

      Abcs, bons trades

      Excluir
  5. Putz, deu vergonha alheia saber dessa "chapoletada" que levamos na OMC. O pior é que temos bons estudiosos, mas acho que eles não entram na política por causa da podridão dos nossos governantes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Investidor Troll,

      Uma bela chapoletada. Sim mas a ordem vem lá de cima né. Aí o jeito é pagar mico mesmo.

      Abcs, bons investimentos

      Excluir