quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Pegadinha do Harry


O investidor que se assustou com as declarações de Harry Reid, ou com o sensacionalismo da mídia em torno do abismo fiscal, e liquidou suas operações no mercado seguindo o efeito manada, arrependeu-se no dia seguinte com uma nova declaração, desta vez de um político da oposição, mostrando-se otimista para evitar o abismo fiscal nos Estados Unidos.

Ontem o senador Harry Reid, líder da bancada democrata no Senado, conseguiu derrubar os mercados dizendo que houve “pouco progresso” entre os partidos para evitar o abismo fiscal. Hoje na parte da manhã os mercados ainda operavam em baixa, seguindo o tom pessimista, até o momento em que outro político, desta vez da oposição, disse exatamente o contrário jogando um tom otimista para o mercado.

"Estou otimista de que poderemos continuar trabalhando juntos para impedir essa crise o quanto antes. Nós colocaremos a receita na mesa desde que isso seja acompanhado por sérios cortes de gastos para evitar essa crise." Disse o presidente da Câmara, John Boehner, mostrando que a Casa Branca poderá conseguir um acordo com os Republicanos a fim de se evitar o abismo fiscal.

As bolsas de valores viraram a mão imediatamente após as declarações de John Boehner. No Brasil o índice Bovespa subiu aproximadamente 1% em poucos minutos. O movimento de manada vai continuar caindo nas notícias e na baixa qualidade das informações prestadas pela mídia que cobre o mercado financeiro.

Entretanto não faz sentido criticar o efeito manada do mercado, muito pelo contrário. A partir dele é que podem surgir boas oportunidades para abertura de posições aos demais investidores/operadores (que são minoria, mas não são melhores ou mais inteligentes do que ninguém) que sabem avaliar as informações coletadas no ambiente de negócios.

Nos Estados Unidos tivemos a divulgação do Livro Bege (ata do Fomc - Comitê de Política Monetária do Banco Central norte-americano) mostrando crescimento moderado da economia e modesto nível de contratações. O relatório se mostrou otimista com relação as vendas de fim de ano e colaborou com a subida de Wall Street.

O índice Dow Jones fechou em alta de 0,83% colado na máxima. O pavio longo inferior revela a força da reversão do mercado, jogando o índice para atacar novamente a resistência psicológica dos 13k.

  
No Brasil o Copom (Comitê de Política Monetária do Banco Central) confirmou hoje, através de sua última reunião do ano, alteração da política monetária. A sequência de cortes na taxa básica de juros terminou e a partir de agora a autoridade monetária manterá a taxa Selic no patamar de 7,25% ao ano. Logo abaixo segue o comunicado do Banco Central divulgado após a reunião:

"O Copom decidiu, por unanimidade, manter a taxa Selic em 7,25% a.a., sem viés. Considerando o balanço de riscos para a inflação, a recuperação da atividade doméstica e a complexidade que envolve o ambiente internacional, o Comitê entende que a estabilidade das condições monetárias por um período de tempo suficientemente prolongado é a estratégia mais adequada para garantir a convergência da inflação para a meta, ainda que de forma não linear".

Reparem que o Copom está mantendo a mesma linha adotada na reunião anterior (outubro). Admite-se convergência da inflação para a meta de forma não linear, isto significa, entre outras palavras, que o Copom administra a inflação entre 5% e 5,5%. O termo “tempo suficientemente prolongado” indica que a taxa básica de juros permanecerá inalterada nos próximos trimestres e talvez volte a subir somente no final de 2013 ou início de 2014.


O Ibovespa fechou o pregão em alta de 0,52% acompanhando a virada de mesa em Wall Street. O candle de fechamento mostra um pavio longo inferior refletindo esta rápida recuperação do mercado no intraday e sugere formação de fundo de curtíssimo prazo. Caminha para testar novamente a linha central de bollinger nos próximos pregões.


8 comentários:

  1. Hoje o mercado subiu, em função da declaração de um "político" touro, afirmando que as negociações estão a pleno vapor e que "poderá" haver consenso......entendi, então, um dia o urso ganha ,noutro ganha o touro, e assim ficamos.....

    .Não podemos esquecer, que aquela queda medonha de julho/agosto de 2011, foi em função dessa luta travada entre democratas, republicanos, agência de risco, divída americans.............
    todo cuidado é pouco.
    abs

    Parabéns pelo espaço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anônimo,

      Sim, na verdade este abismo fiscal é uma herança daquele circo armado entre Republicanos e Democratas ano passado.

      Abcs, bons negócios

      Obrigado!

      Excluir
  2. o jeito é dançar conforme a música mesmo, ontem tocaram o terror, hoje foi o lago dos cisnes, tem que ser rápido no gatilho pra buscar lucro, senão é só stop todo dia. E amanhã vai ser o quê?
    IvanC.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. IvanC.,

      Amanhã pode abrir com força compradora. Se romper os 56.6k fica melhor pra atacar o último topo da pernada de alta no intraday, formada a partir dos 55.1k. Mas não tenho nada definido no radar pra operar amanhã. Só de olho na OGX.

      Abcs, bons trades

      Excluir
  3. A virada na OGX está cada vez mais próxima. Não como a da LLX de hoje, que foi espetacular, mas com certeza virá.

    Roberto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Roberto,

      Eu não coloco a mão no fogo, mas tem alguns fundos famosos aí com posições pesadas em OGX. Quem sabe não reverte. Boa sorte aí

      Abcs, bons invesimentos

      Excluir
  4. mercado sem direção definida é complicado de montar posição. IvanC.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. IvanC.

      No curto prazo pivotou pra cima, movimento foi rápido. Houve aumento de volume considerável dos fundos. Mas mercado tem todo dia, vamo que vamo!

      Abcs, bons trades

      Excluir