terça-feira, 18 de dezembro de 2012

De lixo tóxico à reciclável


A agência de classificação de risco S&P (Standard and Poor's) cumpriu com o prometido e elevou nesta terça-feira, em seis níveis, a nota da dívida pública grega de “default seletivo” para “B-“. A perspectiva de longo prazo permaneceu estável, ou seja, não se espera uma nova melhora ou piora na classificação de risco da Grécia.

No passado, quando a Grécia foi rebaixada para “default seletivo”, a agência de classificação de risco S&P havia ressaltado que este rebaixamento seria temporário até que o país conseguisse um acordo para recompra de dívida com os seus credores. O governo grego conseguiu recomprar, recentemente, com o pacote de socorro, 31,9 bilhões de euros em títulos da dívida soberana conforme acordo previamente definido com o FMI (Fundo Monetário Internacional) e UE (União Europeia).

Com o cumprimento das exigências, a Grécia conseguiu levar um prêmio de consolação (pois na prática está apenas rolando dívida e estendendo o prazo) e sua nota de classificação de risco subiu em 6 níveis. Apesar de tudo o atual rating grego ainda é classificado pelo mercado como investimento especulativo (ou lixo, que por sinal é a mesma nota da Argentina). Em outras palavras a nota de crédito da Grécia saiu de lixo tóxico à lixo reciclável.

No mercado de capitais as principais bolsas de valores, livres de resistências no curtíssimo prazo, manteram o otimismo de ontem provocado pelo avanço nas negociações entre Republicanos e Democratas.

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, aceitou fazer concessões aos republicanos em questões relacionadas aos impostos e atribuição de gastos. O mais importante é que ambos os partidos permanecem otimistas com relação a um acordo até o fim do ano.

O índice Dow Jones fechou com uma boa alta pelo segundo dia consecutivo rompendo a barreira dos 13.3k e acionando pivot de alta no gráfico diário. Não há zonas de resistências relevantes pela frente até a região de topo histórico deste ano em 13.6k. A única barreira do índice será “apenas” o nível de sobrecompra do gráfico diário, que poderá causar um movimento de realização de lucros (sem comprometer a tendência de alta) antes do suposto teste na resistência dos 13.6k.

Gráfico do principal índice de Wall Street

No Brasil o índice Bovespa fechou o pregão em forte alta rompendo a barreira psicológica dos 60k e acionando pivot de alta no gráfico diário. O mês de dezembro já acumula uma boa de 5,2%, consequência da arrancada iniciada no mês passado.

Gráfico da principal bolsa brasileira


Apesar do nível de sobrecompra, a tendência de alta segue fortalecida e com boas chances de jogar o índice na casa dos 63.4k (próxima resistência relevante) no primeiro trimestre de 2013.

7 comentários:

  1. Olá Fi, hoje raparam os Starts, agora é ver se tem compradores que mantenham a tendência caso contrário teremos um belo bull-trap..bom eu mesmo não arrisco em nada por enquanto, stress no final de ano, tô fora!!
    Ivan

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ivan,

      A pernada de alta está boa, primeira parte (onda) bem longa. Se o índice realizar/congestionar nesta nova região terá espaço pra furar os 63.4k no próximo mês. Mas o intraday está bem puxado. Boa parte desta arrancada foi patrocinada pela Vale. Impressionante o desempenho do papel no curto prazo, já se aproximou de uma zona de resistência forte e pode congestionar um pouco. Acho que o índice manteria a alta (deixando pra realizar depois) apenas se a OGX começar a subir com mais força.

      Abcs, bons trades

      Excluir
  2. Olá FI,

    Fiquei uns dois meses sem acompanhar o mercado diariamente e seu blog está me facilitando o trabalho de atualização, obrigado! rsrs

    Mais um ano se encerra e vamos aguardar a nova crise que será inventada para 2013! :)

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa!

      Tudo bom General Investidor? Final de ano é sempre muito corrido. Fico feliz por estar sendo útil rsrs..

      Abcs, bons negócios

      Excluir
  3. Olá FI.

    Chegando o fim do ano, fim do mundo, he he e vamos trabalhando que tem muita oportunidade.
    Gostaria da sua opinião a respeito da Petrobras. Sra. Foster com um pé na cova e outro na casca de banana; Resultados abaixo do esperado; Tem perspectiva de aumento dos combustíveis para março/13 mas nada significativo e creio que o mercado já precificou.Estou pensando em ficar vendido até uma queda de 5 a 7%, até porque o índice de FR está bem elevado. Você pode dar um parecer nesses pontos para mim?
    Grato e abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ze Piu,

      A gestão da Graça Foster me agrada bastante, é bem superior à gestão anterior (Gabrielli). É claro que não dá pra fazer nenhuma mágica lá dentro pois o presidente do conselho é o ministro Mantega. Mas acho que ela está sabendo usar as cartas que tem na manga para jogar com o governo e defender os interesses da Petrobrás, uma delas é causar impacto com os resultados da companhia. Isso chama atenção e populariza parte dos absurdos que acontecem lá dentro, as vezes, alheios à vontade da diretoria administrativa.

      Acho arriscado abrir posição vendida no momento. Não há sinalização de topo no gráfico diário. No intraday sim, bateu nos 21,00 bem sobrecomprada e voltou. Mas o ponto ideal de venda já passou, que foi na perda da mínima do candle horário. Pode prolongar esta perna de baixa no curtíssimo até fechar o GAP no gráfico diário, mas a partir daí eu já não arrisco tanto. Não estou conseguindo enxergar boas condições de risco x retorno em trades mais longos, mercado está bom pra operar, mas preferencialmente tiro curto, spread pequeno.

      Abcs, bons trades

      Excluir
    2. PS:

      Se fechar aproximadamente em 20,50 ou abaixo, pode sair uma estrela cadente. Neste caso pode abrir uma venda com base no candle do gráfico diário pra fechar o GAP aberto hoje.

      Abcs,

      Excluir