quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Mantega corta juro do BNDES


O ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciou nesta quarta-feira a redução de 0,5 p.p. na TJLP (taxa de juros de longo prazo). A taxa de juros é utilizada na maioria das linhas de financiamentos do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) e será reduzida para 5,0% ao ano a partir de janeiro de 2013.

Segundo Mantega, objetivo do governo é fazer com que os investimentos avancem 8% no próximo ano. A redução da TJLP é um sinal de reação do ministro perante ao resultado decepcionante do PIB do terceiro trimestre (“Uma piada que se tornou vexame”). Em contrapartida a taxa para aquisição de máquinas e equipamentos sofrerá aumento de 2,5% a.a. para 3% a.a. no primeiro semestre de 2013. No segundo semestre do ano que vem a taxa será novamente reajusta para cima, expandindo-se para 3,5% a.a.

Além disso o governo prorrogou o PSI (Programa de Sustentação do Investimento), também do BNDES, para dezembro de 2013. Anteriormente este programa estava programado para encerrar no final de dezembro deste ano. Houve também redução (de dois anos para um ano) no prazo de empréstimos externos no qual incide o IOF de 6% (Imposto sobre Operações Financeiras).

No cenário externo as notícias vinculadas ao abismo fiscal, com ajuda da mídia, continuam sacudindo os principais índices mundiais. Se ontem os mercados caíram com as declarações, consideradas pessimistas, de Obama, hoje os mercados subiram com as declarações, consideradas otimistas, da mesma pessoa. Será que o nosso amigo Obama é bipolar ou as notícias estão querendo brincar com o seu dinheiro?

O indicador de novas encomendas à indústria, divulgado hoje pelo Departamento de Comércio norte-americano, subiu 0,8% em outubro e animou Wall Street pois a expectativa do mercado era de estabilidade. Este foi o grande driver do dia que impulsionou o índice Dow Jones para atacar e romper a resistência psicológica dos 13k.

Gráfico do índice Dow Jones

A média móvel simples de 200 períodos diária também foi superada e agora o índice tentará acionar pivot de alta (rompendo os 13.1k) para encostar nos 13.3k nos próximos dias/semanas. LTA diária segue sustentando o movimento, apesar da inclinação aguda.

Na próxima sexta-feira teremos divulgação do payroll americano (principal indicador do mercado de trabalho) e os pregões tendem a permanecerem voláteis nos próximos dois dias pelo menos. Os números enfraquecidos divulgados hoje pelo setor privado (menor geração de vagas) poderão pressionar o resultado do payroll.

No Brasil o índice Bovespa fechou o pregão de lado nesta quarta-feira, plotando um doji de indecisão acima da LTB rompida há dois dias atrás. Este candle deixou o jogo aberto para amanhã, pois o índice está conseguindo se manter acima da linha de tendência rompida, mas ao mesmo tempo não consegue se distanciar da mesma.

Gráfico do índice bovespa

Atenção especial para os gráficos de periodicidade mais curta. As oportunidades de trade estão mais visíveis nos 15 e 60 minutos. Devido à volatilidade alta, recomenda-se delimitar níveis curtos de suporte e resistência e reduzir ao máximo possível o spread da operação para não correr o risco de levar uma inversão do mercado.

10 comentários:

  1. inversão do mercado mais conhecida como SOBERANADA! Ou seria soberanaba gigante!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uai, já viu mercado em linha reta? rsrs... Só na renda fixa, e olhe lá. Inversão é o que faz a renda variável ser... variável. Se você tem uma estratégia boa e gerenciamento de risco não há o que temer.

      Abcs, bons investimentos

      Excluir
  2. Respostas
    1. Clerton,

      Penso diferente. Ele fala X, mas a mídia divulga X + 1 ou X - 1. Esse + 1 ou - 1 é o otimismo/pessimismo que fica por conta do sensacionalismo da mídia. Abismo fiscal está caminhando pra ser resolvido, talvez, antes de virar para segunda quinzena de dezembro. Está bom demais para os mesmos políticos que fizeram um circo ano passado envolvendo este mesmo problema.

      Abcs, bons negócios

      Excluir
  3. Conjuntura mundial podre; problemas diversos, em praticamente todos paises....e ai...

    Vamos vivendo com notícias, a cada dia uma desmente a outra.....clássico de período de acumulação/distribuição.

    Mudando de assunto:
    Petro no grafo diário tá formando uma bela congestão(ou indigestão).....podemos ter novidades no próximo vencimento das opções.
    Enquanto não se define o baile, vamos operando puts e calls...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa!

      Acompanho essa congestão da Petro já alguns dias. Tá bonita mesmo, pro lado que arrebentar vai dar correria. Enquanto isso dá pra operar uns tiros curtos dentro desta faixa.

      Abcs, bons trades

      Excluir
  4. Ola fi. Se plotar a ltb nos fechamantos vera que nao foi rompida ainda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ivan,

      É realmente, tracei aqui e não rompeu. O problema é que esse gráfico de linha é muitíssimo limitado. Só utiliza os valores de fechamento. Entre dois fechamentos muita coisa importante acontece no pregão e o gráfico acaba não mostrando.

      Abcs, bons trades

      Excluir
    2. Costumo plotar os de fechamentos em linha e em paralelo pontilhada os extremos, dou muita ênfase nos fechamentos por ser a briga final entre comprados e vendidos.
      Quamto a petro mesmo se romper esta congestão de fundo vejo como figura de continuação, a petr4 ainda não testou e fechou o gap de 2008, a petr3 já e geralmente uma confirma a outra.
      E segue a briga no setor elétrico!!
      Ivan

      Excluir
  5. Ivan,

    Briga no setor elétrico é de peixe grande, eu só fico na arquibancada assistindo rsrs. Índice muito volátil ainda, bom pra trades curtos.

    Abcs,

    ResponderExcluir