segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

A espera de Wall Street


Mesmo com o vencimento de opções sobre ações, responsável por adicionar 2,7 bilhões ao volume financeiro do pregão, o índice Bovespa praticamente não funcionou nesta segunda-feira. O baixo volume financeiro dos negócios colaborou para reduzir a oscilação do índice Bovespa. Consequentemente a bolsa não saiu do lugar nesta segunda-feira, mantendo a mesma análise do último post (Câmara vai votar aumento da dívida).

Gráfico do principal índice da bolsa de valores no Brasil

Wall Street não funcionou devido ao feriado de Martin Luther King. O mercado aproveitou o dia para assistir a posse e analisar o discurso do presidente Barack Obama. O novo aumento do limite de endividamento dos Estados Unidos provavelmente estará condicionado à redução gradual de gastos públicos ao longo dos próximos anos.

Como são os estrangeiros que estão levantando, praticamente sozinhos, o índice Bovespa desde os 55k, o feriado desta segunda-feira deixou o Ibovespa sem rumo. Além disso, o mercado está mais cauteloso pois o índice Dow Jones está muito próximo da última resistência antes do topo histórico. A demanda de compradores pode começar a enfraquecer no curto prazo.

No mercado nacional o boletim Focus acabou ganhando destaque, revelando novo aumento nas projeções para inflação este ano. Os analistas consultados pelo Banco Central estão projetando, na média, um IPCA de 5,65%. Na semana anterior a projeção era de 5,53%. É a terceira semana seguida de revisões para cima.

Já a projeção do PIB (Produto Interno Bruto) foi reduzida pela terceira semana consecutiva. A perspectiva de crescimento caiu, na média, para 3,19%. As projeções para a taxa Selic se mantiveram em 7,25% este ano e 8,25% para 2014.

Na Europa, o Bundesbank (banco central da Alemanha) publicou em seu relatório mensal que as perspectivas para a economia alemã melhoraram, destacando expectativas positivas para os resultados das empresas no mercado corporativo. Os índices europeus se animaram e fecharam o pregão em leve alta.

O grande destaque do dia na Bovespa ficou por conta da forte alta envolvendo as ações da empresa de carvão do Eike Batista (CCXC3). O empresário participou de uma reunião com a presidente Dilma Rousseff na semana passada. Desde então os papéis da empresa começaram a subir, ou melhor, disparar. Será que alguns investidores aproveitaram informações privilegiadas?

As ações da companhia saíram da mínima em 1,87 na quarta-feira da semana passada e atingiram hoje a máxima em 3,20, fechando o pregão aos 3,12. Uma forte valorização que foi explicada apenas hoje, após o encerramento do pregão, depois de todo o movimento forte de alta.

Eike Batista quer tirar a empresa da BM&FBovespa através de uma OPA (Oferta Pública de Aquisição) no valor de R$ 4,31 por ação. 130% de ágio em cima da mínima de quarta-feira passada. Assim é fácil fazer dinheiro na bolsa não é verdade? Lembrando que as ações da CCXC3 estrearam na Bovespa em maio do ano passado, cotadas a R$ 7,30. Opa! Mais uma maneira de fazer dinheiro fácil na bolsa, não é verdade? E o pequeno investidor pessoa física...

29 comentários:

  1. Será mesmo que o meu clone vai fazer uma OPA da CCXC3?

    Ele falou que faria uma OPA da LLXL3...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é. Acho que a intenção de OPA da LLXL3 foi jogada para ações respirarem um pouco. Ele fez uma jogada ano passado também na OGX, mas acabou não funcionou. Acho que o seu clone está trucando o mercado, insistentemente..

      Abcs, bons trades

      Excluir
    2. Lembrando que a proposta é que o pagamento desta OPA seja realizado através de permuta de ações nas mãos do Eike (companhias de capital aberto da EBX) e não em dinheiro.

      Excluir
  2. "Parabéns" aos insiders. A notícia só veio depois de mais de 40% de alta? Muito estranho!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vinicius Oliveira,

      No mínimo estranho não é? Somente hoje foi quase 45% de alta, fora os outros dias.

      Abcs, bons investimentos

      Excluir
  3. Também continua o processo da alta das eletrobrás. Aparente sem nenhuma razão clara o papel vem subindo após tantos percalços sofridos.

    Anonimo investidor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo Investidor,

      Bem observado! Esta aí também é outra que pegou muita gente de surpresa.

      Abcs, bons negócios

      Excluir
  4. Num dia de marasmo, como era de se esperar diante do feriado de Martin Luther King, a alta expressiva da LLX dominou o dia. Nessas horas cadê a CVM para punir os insiders? A CCX quando abriu o capital, duas semanas depois já tinha perdido quase 60% do valor de mercado. Eike ultimamente tem abusado dos fatos relevantes para "bombar" as suas empresas, quando a tendência de baixa fica mais forte, sobretudo a LLX e a OGX. A oportunidade de adquirir esses papéis mais baratos (uma vez que a OPA será paga em ações) me parece muito interessante. Porém há muitos senões nessa história. Quando da abertura de capital, Marcos Assumpção do Itaú divulgou um preço de 20 reais para essa ação. Para que a empresa especializada em avaliação divulgue um preço que fruste a OPA quando for realizada a avaliação para fechamento de capital (como foi na LLX), pouco custa. E sinceramente, não vejo muito valor na CCX, uma vez que ela é dependente de ferrovia, porto e licenciamentos ambientais. Se o OPA for cancelado, a tendência do ativo é despencar. Me parece que o único interesse de Eike é ficar em evidência, fazendo com que os papéis X não derretam, tirando sua crediilidade. Se vier um laudo muito acima dos R$4,31 ele fica feliz porque "agora o mercado sabe o verdadeiro valor dessa empresa" e que se danem os minoritários que compraram essa porcaria querendo trocar por papéis melhores.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Neomalthusiano,

      Que bom que você comentou sobre a CVM, pois iria fazer este crítica no final do post (na verdade estava pronta, mas decidi retirá-la). Estes movimentos acontecem constantemente no mercado brasileiro. Infelizmente é lamentável e o pequeno investidor pessoa física sempre acaba pagando o pato. Não é atoa que o fluxo de PFs está ridiculamente baixo na bolsa. Também não vejo valor na CCX. Se não acontecer esta OPA acho que o papel permanecerá na tendência de baixa.

      Abcs, bons investimentos

      Excluir
    2. FI, vc falou que o movimento de PF está abaixo do normal... Isso significa quanto em números?

      Eu, um comprador de ações via HB é uma figura em extinção no Brasil? kkkkkk

      Excluir
    3. Eike,

      Sim. Eu, você e o pessoal que passa por aqui no blog estamos em extinção rsrs... Veja o gráfico do saldo acumulado da participação do investidores na Bovespa.

      http://mercadobmfbovespa.blogspot.com.br/


      Abcs,

      Excluir
    4. Parece cada vez mais claro que tanto a bolsa como a economia do Brasil existe somente para financiar os gastos do governo....
      E como o governo capta dinheiro do mercado atraves dos seus titulos publicos, que se dane a bolsa de valores... rs
      So quero ver quando a galinha de ouro parar de botar os seus.....

      Excluir
  5. o que voces acham das recentes altas da eletrobras?


    Anônimo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Creio que irá continuar. O mercado sempre ajusta os preços,para cima ou para baixo. Neste caso da eletrobras, o mercado está corrigindo os preços para a sua normalidade.


      Daniel

      Excluir
    2. Pânico de alta, depois de um pânico de baixa. Coisa de loco esse papel. Caiu feio e subiu bonito. Já fechou 2 GAPs. No curto prazo está muito esticada.

      Abcs, bons negócios a todos

      Excluir
  6. Alguém ai dúvida que amanhã ela(CCXC3) desaba?



    Daniel

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Daniel,

      Da noite para o dia o papel abriu colado nos 4,00 sem ocorrência de negócios. Deixou um GAP monstruoso. Agora esta OPA do Eike vai ter que funcionar, caso contrário acho que o papel voltará a despencar de novo.

      Abcs,

      Excluir
  7. Lamentavel como se manipula tudo aqui mo Brasil. Fi imagina a pancada que vai ser quando o mundo cair na real?? Olha a matriz proximo do TH e a economia real la em baixo. Isso ao meu ver eh questao de tempo para fechar este gap.
    Ivngomes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ivngomes,

      Quase todo mundo está lá no topo da colina, menos a Bovespa. Problema é que o fluxo de capital inundou os mercados emergentes nos últimos anos (principalmente ano passado) e não caiu quase nada aqui pra nós. Quando este fluxo retornar (talvez após a fase de afrouxamento monetário dos bancos centrais) correremos sério risco de cair por falta de liquidez e fuga de capital estrangeiro.

      Abcs, bons trades

      Excluir
  8. Gente!

    O jogo sempre foi esse, e sempre será, quem aprendeu, ganhou!

    Mas, uma coisa o pequeno investidor precisa urgentemente aprender, de uma vêz por todas:
    "JAMAIS ENTRAR EM IPO...."

    Isso é um regra elementar, básica mesmo!

    Ainda mais de quem só produz pastel de vento....vai querer o quê?

    Dqui a pouco ele faz outro Ipo e todos entrar, achando que vai ficar rico......

    Ganhar requer muito estudo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo,

      Concordo. Entrar em IPO já é complicado, piorou quando é do Eike. Incrível como vender sonho continua dando muito dinheiro..

      Abcs, bons negócios

      Excluir
    2. Gostaria de deixar registrado que por mais que o Eike mereça várias críticas por brincar de "barão de Wall Street", não vejo como os minoritários estariam sendo tão prejudicados assim por causa do IPO, pois não houve IPO da CCX, a empresa surgiu de um desdobramento da MPX, assim como a PORTX veio da MMX. Portanto, os "acionistas originários" receberam esse papel de graça como uma compensação pela perda patrimonial da MPX, Eike não levantou um centavo de minoritário com a CCX, só de tubarões. Prejudicados serão os minoritários que compraram nessa alta caso a OPA falhe.

      Excluir
    3. E também os minoritários que entraram no papel depois que ele passou a ser negociado em bolsa. A queda foi brusca.

      Grande abraço a todos!

      Excluir
  9. Saudações FI,
    Gostaria de fazer uma pequena observação acerca do seu último post em que vc comparou o indice dos emergentes com o ibovespa. Ocorre que não devemos esquecer que o indice ibovespa e fortemente afetado por petro e vale que tiveram um ano muito ruim. Agora se vc comparar com o indice de consumo,por exemplo, vc verá que que é uma outra situação.
    Então não devemos deixar de considerar o peso de vale e petro no ibovespa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Sandman,

      Se tirarmos petro, vale e bancos não sobra quase nada no Ibovespa rsrs.. Mas assim como aqui é concentrado nestes setores, os índices lá fora também são concentrados em poucos setores e/ou poucas empresas. O Dow Jones por exemplo é composto apenas pelas 30 maiores empresas da bolsa de NY, com peso extremamente desproporcional entre as ações que compõe a carteira teórica. Isso é normal entre os benchmarks dos mercados, são bem concentrados, pois atendem critérios de liquidez. Com certeza o índice de consumo é outra situação, mas não reflete a realidade do mercado de capitais, apenas a realidade do setor de varejo.

      Abcs, bons investimentos

      Excluir
  10. FI,


    Vc acredita que essa alta da ELET3 irá continuar?

    abraço!




    Daniel

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Daniel,

      Acho que pode continuar. Porém entrar neste ponto é muito arriscado. Relação risco x retorno não compensa. Eu prefiro esperar o próximo bonde. Tô fora dela.

      Abcs, bons negócios

      Excluir
    2. FI,

      Valeu!

      Entrei nela quando tava à R$7,26


      abraço!




      Daniel

      Excluir
  11. FI, no Brasil tudo é nebuloso. Que mercado mais sujo o nosso. Nada é legítimo, tudo manipulado.
    Muita gente jogando com informação privilegiada.
    Assim fica difícil investir com base fundamentalista, pois os fundamentos acabam não prevalecendo e sim a manipulação dos players e do governo.

    Abraço!

    ResponderExcluir