sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Fechamento da semana


A sexta-feira de dados positivos na agenda macroeconômica não conseguiu reverter o estrago feito no Ibovespa durante esta semana. Nos Estados Unidos o Departamento do Comércio informou que o déficit comercial do país encolheu para o menor nível em quase três anos.

Em dezembro o déficit comercial dos Estados Unidos caiu para 38,5 bilhões de dólares, resultado bem melhor do que o esperado pelo mercado (déficit de 46 bilhões de dólares). Este dado é importante, pois sugere uma revisão positiva do PIB (Produto Interno Bruto) norte-americano do quarto trimestre que veio muito ruim.

As exportações dos Yankees subiram 8,6 bilhões de dólares em dezembro devido ao aumento nas vendas de produtos industriais. Além disso, o uso de novas tecnologias hidráulicas proporcionaram um salto na produção de petróleo norte-americano, permitindo assim reduzir as importações da commodity que geraram impacto significativo no déficit comercial.

Na China o dia também foi de agenda positiva. As exportações subiram 25% em janeiro desde ano, na comparação com o mesmo período do ano passado. Este é o maior salto desde abril de 2011. O resultado saiu bem acima das expectativas de mercado (esperava-se uma alta de 17%). As importações cresceram 28% e também superaram as expectativas.

Estes números revelam a força da atividade chinesa, que atualmente trabalha num forte movimento de recuperação após o pouso forçado (retração) ocorrido em meados de 2012.

Mas nem por isso a bolsa e Xangai fechou a semana em alta. O índice que atualmente trabalha num alto nível de sobrecompra no gráfico diário, parou para respirar ao se aproximar da resistência em 2.5k. O candle de fechamento é uma estrela, que sugere realização de lucros no curto prazo.

Bolsa do mercado chinês

Nos Estados Unidos o índice Dow Jones também parou para respirar nesta semana sentindo a aproximação da região de topo histórico. O candle de fechamento é um enforcado que sugere topo de curto prazo bem abaixo da máxima histórica do índice.

Bolsa do mercado norte-americano

No principal mercado europeu, o índice DAX (Alemanha) fechou a semana em forte queda voltando para a região de suporte em 7.6k e marcando topo na região dos 7.9k (próximo ao topo histórico). É provável que ocorra rompimento desta linha de suporte nas próximas semanas. Mas até o momento esta correção de curto prazo não está invalidando a tendência de alta no médio prazo.
 
Bolsa do principal índice do mercado europeu
  
No Brasil o índice Bovespa fechou a semana em forte baixa perdendo a linha central de bollinger e se afastando cada vez mais da média móvel simples de 200 períodos semanal. A LTA de 2008 poderá ser testada novamente nas próximas semanas, o que não é um bom sinal. Testes sucessivos de curto prazo na linha de tendência podem indicar sinal de fraqueza da mesma.

Bovespa

Bom pessoal, por hoje é só. Desejo a todos vocês um ótimo carnaval! Semana que vem estamos de volta, a partir do dia 13/02/2013. Até mais!

10 comentários:

  1. uma sugestao pra enriquecer o posto da sexta FI: add a análise do SP500!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Clerton,

      Boa. Muito de vez em quando eu posto um gráfico do S%P500. Não utilizo com frequência para não ficar repetitivo, pois o movimento do S&P é praticamente idêntico ao Dow Jones. Como os índices se movimentam de forma semelhante, escolhi um para centralizar as análises. Acabei optando pelo Dow Jones pois é a carteira teórica com maior concentração de giro de players por papel no mundo inteiro, por isso este índice é amplamente acompanhado por todas as praças financeiras mundiais.

      Abcs, bom retorno ao mercado

      Excluir
  2. E depois é o EUA que estão em crise, rsrsr, o que o mercado tem precificado lá afinal de contas com bolsa de valores subindo sem parar?? Estão precificando já o fim da crise??
    E bolsa do Brasil segue capengando....
    Mais uma semana ruim no ibovespa...
    Abraço
    vilmar
    http://defendaseudinheiro.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vilmar,

      Apesar da crise, os fundamentos das empresas lá estão melhores do que as empresas daqui. A taxa de crescimento do lucro líquido é maior nos Estados Unidos, pode-se dizer que as empresas lá são mais eficientes. Aqui, além da ineficiência da própria estrutura do país, as empresas acabam sofrendo com a interferência excessiva do Estado sobre a economia. Mas como subiu muito lá nos últimos meses, o mercado ficou caro pra comprar. Aqui não está barato, porém se continuarmos caindo com Wall Street subindo vamos ficar atrativos.

      Abcs, bom retorno

      Excluir
  3. Ola Fi. Ta vendo o prato cheio para os estrangeiros deitarem na venda? Dolar fazendo fundo. Sp500 montando topo.. E modelo economico do Pt saturado. Ivngomes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E OS ESTRANGEIROS ESTÃO ENTRANDO PESADO NA VENDA. O SALDO DELES NA BOLSA NESSA CORREÇÃO QUE TIVEMOS FOI MUITO ALTO,OU SEJA, OPERARAM NA VENDA POIS "SEMPRE" ACERTAM A TENDÊNCIA CORRETA DA BOLSA.

      Excluir
    2. Ivngomes,

      A bola está com os estrangeiros. Se entupiram de ativos no mercado à vista desde a segunda metade de novembro do ano passado. Antes de vender, precisam se desfazer dos ativos na Bovespa. Mas não tem volume comprador no mercado que suporte esta desova. Acho que estão com a batata quente na mão.

      Abcs,

      Excluir
    3. Adubo da bolsa,

      No mercado à vista os estrangeiros estão comprados até as orelhas. Se entupiram de ativos desde a segunda metade de novembro do ano passado atingindo quase o nível recorde dos últimos 5 anos. Já no mercado futuro os estrangeiros estão vendidos no índice até as orelhas, também se aproximando do nível recorde dos últimos 5 anos. Ou seja, ao que tudo indicada, estão apenas se protegendo nos futuros, fazendo hedge. O problema maior (para os estrangeiros) será quando chegar o momento de liquidar estas posições no mercado à vista, que não apresenta a menor condição de suprir as vendas dos estrangeiros (fluxo de PF e institucionais nas mínimas dos últimos 5 anos).

      Abcs,

      Excluir
    4. QUANDO FECHAREM POSIÇÃO, O NEGÓCIO VAI SER FEIO ... AGORA, QUANDO SERÁ QUE ISTO VAI ACONTECER? SERÁ QUE O TRIÂNGULO QUE ESTÁ SENDO FORMADO NO IBOV VAI ROMPER PRA BAIXO?

      Excluir
    5. Boa pergunta amigo,

      Eu não sei rsrs... Acho que os estrangeiros estão esperando algum driver pra chamar os PFs pra bolsa (mesmo que seja um repique de curto prazo do fluxo). Assim teriam uma demanda mediana para desovarem os ativos, o que no final pode acabar em briga entre eles mesmos. A janela de saída é sempre curta.

      Abcs,

      Excluir