sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Seria trágico se não fosse cômico


Seria trágico se não fosse cômico. Esta, talvez, seja a melhor frase para expressar o cenário político italiano. As eleições programadas para o próximo domingo e segunda-feira estão deixando o mercado financeiro e toda a Europa apreensiva. O trágico ressurgimento de Silvio Berlusconi e a crescente popularidade de um comediante populista e boca-suja chamado Beppe Grillo podem colocar em risco o futuro da abalada Itália.

O resultado das eleições é totalmente imprevisível e a terceira maior economia da zona do euro, que passa pela mais prolongada recessão nos últimos 20 anos, pode provocar um novo clima de instabilidade na Europa.

O fantasma de Berlusconi voltou a aparecer no final do ano passado, fazendo duras críticas aos programas de austeridade impostos pelo seu sucessor, Mario Monti. Desde então a popularidade de Berlusconi vem aumentando na Itália devido à insatisfação generalizada da população com o desemprego recorde e aumentos tributários.

Apesar de tudo a gestão de Mario Monti foi muito elogiada por outros governos europeus e tem agradado o mercado financeiro, possibilitando que o país consiga emitir títulos ao mercado pagando juros (bônus) menores. Mas dificilmente Monti ficará no cargo. As pesquisas apontam que o tecnocrata poderá abocanhar apenas 12% dos votos.

Por outro lado a ascensão de um comediante para ocupar o cargo de primeiro-ministro na Itália demonstra uma forma perigosa de protesto da população e já causou uma inquietação no mercado (somente ontem o ágio entre os títulos de 10 anos italianos com os papéis alemães subiu 14 pontos base). O movimento alternativo 5 estrelas, criado por Beppe Grillo, tem atraído multidões na Itália. Os discursos do comediante são carregados de gritos e palavrões, atacando toda a classe política italiana.

Mesmo com uma desejável derrota de Silvio Berlusconi e Beppe Grillo, o novo governo italiano deverá sair enfraquecido destas eleições, pois o Parlamento ficará todo dividido. O movimento 5 estrelas poderá ocupar 20% das cadeiras e se tornar o terceiro maior partido do Parlamento, tal como o Povo da Liberdade (partido de Berlusconi).

Um governo italiano enfraquecido dificilmente conseguirá formar uma base forte para seguir com as reformas que tem garantido, até o momento, a estabilidade da zona do euro.

Ainda na Europa, a Comissão Europeia informou nesta sexta-feira que a Espanha continuará em recessão durante este ano, com uma queda projetada de 1,4% do PIB (Produto Interno Bruto). Em 2014 as projeções são de crescimento de 0,8%. A economia da França permanecerá praticamente estagnada em 2013 e deverá crescer 1,2% em 2014. Na Alemanha, as projeções são de aumento do PIB em 0,5% neste ano e 2% em 2014.

A agência de classificação de risco Moody’s reduziu hoje o rating do Reino Unido, de AAA (a nota mais elevada), para Aa1. Os motivos alegados pela agência estão relacionados com o baixo crescimento e encargo crescente da dívida. O principal índice da bolsa de Londres (FTSE) fechou a semana em leve alta, sentindo a pressão da linha de resistência em 6.4k (última barreira abaixo do topo histórico)

Índice da bolsa de Londres - Inglaterra

Na Alemanha o índice DAX fechou em leve alta nesta semana, tentando se sustentar acima da linha de suporte em 7.6k. Novamente houve uma tentativa de recuperação, evidenciada pelo pavio longo superior do candle, rechaçada pelo mercado.

Índice da bolsa de Frankfurt -  Alemanha

Na França o índice CAC da bolsa de Paris fechou a semana em alta, apesar da piora recente no cenário econômico local, respeitando a linha de suporte em 3.6k (formou um suporte duplo juntamente com a média móvel simples de 200 períodos semanal) e mantendo a tendência de alta no médio prazo.

Índice da bolsa de Paris - França

Nos Estados Unidos o índice Dow Jones fechou mais uma semana de lado, marcando um novo doji bem abaixo do topo histórico. A diferença é que desta vez o candle é maior, mostrando que a disputa aumentou no mercado. Mas ainda não há uma definição entre rompimento do topo histórico ou correção acentuada de curto prazo. É a terceira sinalização de indecisão seguida e pode indicar a formação de um topo ascendente.
 
Dow Jones
  
Na China a bolsa de Xangai fechou a semana em forte queda. Os chineses sentiram a pressão da resistência em 2.5k e correram para realizar os lucros das últimas semanas, abrindo oportunidade para entrada de posições vendidas de curto prazo. Índice poderá ir de encontro à linha central de bollinger.

Xangai - China

Na Índia a bolsa de Bombay fechou mais uma semana em baixa, a quarta consecutiva. O movimento de correção atingiu a primeira linha de suporte (linha central de bollinger), fato que poderá gerar um pequeno alívio nos próximos dias, porém a tendência de baixa no curto prazo segue inalterada e sem sinalização de fundo.

Índice Bombay - Índia

No Brasil o índice Bovespa fechou a semana em baixa, perdendo a importante LTA de 2008. Houve um movimento de recuperação nos dois últimos dias, responsável pelo repique de curtíssimo prazo. Porém a tendência de baixa de curto prazo segue inalterada e ganhou força com a perda desta importante linha de sustentação, responsável por segurar o índice nos últimos 4 anos.

Índice Bovespa

Bom pessoal, vamos encerrando por aqui nossas atividades na semana. Retornaremos na segunda-feira. Já adianto que tem uma grande novidade no forno que poderá sair na próxima semana. Portanto, fiquem atentos. Vem coisa boa por aí! Ótimo final de semana a todos!

15 comentários:

  1. Esta linha de tendência que segurou o índice nos últimos quatro anos foi perdida, mas ainda não tivemos a perda de outro dado técnico muito forte que também segurou as quedas nos últimos quatro anos: a média móvel de 89 períodos no gráfico mensal do IBOV. Esta média segurou as últimas três grandes pancadas da bolsa. No momento ela está em 54,8k. Só ficarei seriamente preocupado se esta média for perdida. Esse 54,8k é meu suporte de "segurança" no momento. Vamos monitorando cada passo do mercado.

    Esta chegando a hora de seguirmos o conselho de Warren Buffet: de sermos ousados quando todos estão com medo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adubo da bolsa,

      Interessante. A posição desta média coincidiu com a principal linha de suporte no curto prazo, os 55.1k. É isso aí, estamos prontos para o que der e vier. Se for pra baixo, fazemos a feira.

      Abcs, bons negócios

      Excluir
  2. Só completando o raciocinio, pra mim esta Lta foi perdida faz tempo, plote pelos fechamentos e observe.
    Fi, ontem fiz uma pequena entrada em Petr3, motivo; Indexada em dolar o papel ao meu ver está em zona de forte suporte, e outra mais arriscada em Elpl4, motivo; montou suporte intraday o que sugere algum repique de curto prazo e observei forte entrada dos estrangeiros, bom os stops estão 1% abaixo das mínimas;
    Um bom fial de semana!!
    Ivan

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ivan,

      Dois papéis que apanharam bastante. Tem bom potencial de repique. Boa sorte no trade!

      Abcs, boa semana

      Excluir
  3. Isso é o tipo de coisa que não termina em Pizza....rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Investidor Zé Ninguém,

      Vamos ver no bicho que vai dar isso aí rsrs..

      Abcs, boa semana

      Excluir
  4. Minha nossaaaa um tiririca italiano de primeiro ministro era só o que faltava para acabar de f# a itália e europa de tabela... que fase negra hein, o negócio dá uma apaziguada e em seguida o caldo volta a entornar.
    Não está fácil.
    Pobres PIIGS rsrsrs!! :D
    Abraço
    []´s
    http://defendaseudinheiro.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vilmar,

      Pra você ver como a situação da Itália é grave (questão do desemprego). Políticas de austeridade fiscais são totalmente impopulares.

      Abcs, bom início de semana

      Excluir
  5. Olá Fi, trades encerrados na abertura, deu um caldinho ainda!!
    Ivngomes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa!

      Com relação as elétricas, depois dê uma lida nesta matéria:

      Governo discute em segredo socorro bilionário às empresas distribuidoras de energia elétrica
      http://josiasdesouza.blogosfera.uol.com.br/

      Abcs,

      Excluir
    2. Sir Income,

      Acho que vai acabar sobrando pro Tesouro (ou seja, todos nós) mais uma vez.

      Abcs, bons investimentos

      Excluir
  6. Meu caro, vale um comentário, quiçá um tópico em seu magnífico blogue:

    http://achadoseconomicos.blogosfera.uol.com.br/2013/02/25/bolsa-brasileira-tem-a-2a-maior-queda-do-mundo-em-2013-veja-ranking/

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala meu amigo!

      Concordo com os comentários do autor do blog. Só discordo quando ele diz que o problema é o índice Bovespa. A metodologia de composição da carteira do Ibovespa é semelhante a de outras praças. Ou seja, é basicamente liquidez que compõe a carteira teórica de um índice e não valuation. Alguns índices são até mais concentrados do que o próprio Ibovespa.

      Mas enfim, o grande culpado pelo desempenho ruim do nosso mercado é o próprio governo, ou em outras palavras, o famoso "bull market político" (não estou conseguindo encontrar o link deste artigo agora, pois o google parece estar com problemas, mais tarde eu posto). A política econômica e monetária deixaram a desejar, há uma notória falta de gestão profissional e planejamento do governo, a política fiscal é inadequada e para piorar criamos um ambiente de instabilidade muito grande devido as mudanças constantes nas regras do jogo. O investidor estrangeiro ficou com o pé atrás, mas quem bateu em retirada do mercado acionário foram os nacionais (pessoas físicas e institucionais). Acredito que muitos saíram do mercado financeiro (constrangidos e machucados financeiramente) para investir em outros setores como o de construção civil e varejo (pequenos comércios, franquias). Parece que o governo conseguiu tirar uma parte dos recursos empossados no mercado financeiro, transferindo-o para a economia real.

      Por outro lado enxergo este descolamento como uma possibilidade. Se o índice Bovespa não reverter isso e permanecer caindo, algumas ações com peso relevante na carteira começarão a ficar baratas, tais como VALE5, PETR4, CSNA3 e BBAS3.

      Abcs, bons investimentos

      Excluir
    2. Complementando com o link que faltou:

      Brasil é um bull market.... político
      http://www.financasinteligentes.com/2012/05/brasil-e-um-bull-market-politico_10.html

      Excluir