quarta-feira, 20 de março de 2013

Um golpe de nocaute


O clima de tensão voltou a dominar o mercado de capitais brasileiro nesta quarta-feira. O recado do governo enviado ontem a noite diretamente aos acionistas da Cemig (e indiretamente para a oposição) foi bem claro: “não se meta comigo”.

O golpe foi duro e mostra que o governo está jogando pesado. A ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) aprovou a BAR (Base de Ativos Regulatória) da CEMIG em apenas 5,1 bilhões de reais, quantia significativamente abaixo do valor preliminar anunciado anteriormente pela própria agência (de 6,7 bilhões de reais) para o terceiro ciclo de revisão tarifária.

A ANEEL tomou uma atitude inédita e sem precedentes, devido à imensa disparidade entre o valor preliminar (da própria agência) e o valor de corte da BAR final. Os investidores ainda não sabem os motivos desta diferença desproporcional, pois ANEEL ainda não divulgou os detalhes do cálculo da BAR final da Cemig.

A mudança do cálculo na BAR da Cemig voltou a aumentar as incertezas dos demais processos de revisões tarifárias e jogou mais combustível nas chamas do famoso bull market político. As ações das demais distribuidoras de energia elétrica do país também fecharam o pregão em forte queda.

Esta é apenas mais uma demonstração dos motivos que estão por trás da queda de confiança e credibilidade dos investidores com relação ao governo federal.  A significativa redução na BAR da Cemig foi um duro golpe aos acionistas da empresa e demais investidores do campo minado, ops... mercado de capitais brasileiro.

O clima de incerteza atingiu os demais ativos do índice Bovespa, que por sua vez fechou mais um dia em queda descolado do mercado externo. O suporte na região dos 56k foi testado com início de uma tentativa de rompimento, a ser confirmada no pregão de amanhã. Vale ressaltar que a perda do suporte em 56k enfraquecerá a importante linha dos 55.4k.

Gráfico Bovespa

Nos Estados Unidos o índice Dow Jones fechou o pregão desta quarta-feira em alta, testando a resistência fraca de curto prazo em 14.5k. A reunião do FED (Federal Reserve - banco central norte-americano) foi positiva para os mercados. A autoridade monetária soltou um comunicado dizendo que vai manter os seus programas de compras mensais (totalizando 85 bilhões de dólares) em decorrência dos níveis ainda elevados de desemprego.

Gráfico Dow Jones

No Chipre o impasse continua para o público em geral. Mas atrás das cortinas o ministro das Finanças do Chipre, Michael Sarris, está arquitetando um acordo com o ministro das Finanças russo, Anton Siluano, para evitar o colapso financeiro no país.

33 comentários:

  1. Governo manipulando a ANEEL pra se vingar de uma empresa que não concordou com a revisão tarifária? E aí depois a Dilma e o Mantega voltam com o discurso de que querem ajuda dos empresários pra fazer o PIB crescer... como alguém vai ter segurança pra fazer investimentos num cenário desses?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nerd Investidor,

      Não tem como. A estrada que estava muito esburacada agora está intransitável. Por isso a bolsa não deslancha e a economia segue patinando com inflação elevada. Retrocesso total.

      Abcs, bons negócios

      Excluir
    2. É por isso que digo que esse é o melhor momento para entrar na bolsa.

      Abs

      Pobre Paulista.

      Excluir
    3. Pobre Paulista,

      O melhor dos melhores não rss.. Mas não está ruim. Certamente é melhor comprar perto dos 50k, do que comprar próximo aos 60k.

      Abcs, bons investimentos

      Excluir
  2. Caro Finanças Inteligentes,

    Transcrevo abaixo parte de seu brilhante texto:

    O clima de tensão voltou a dominar o mercado de capitais brasileiro nesta quarta-feira. O recado do governo enviado ontem a noite diretamente aos acionistas da Cemig (e indiretamente para a oposição) foi bem claro: “não se meta comigo”.


    O golpe foi duro e mostra que o governo está jogando pesado.

    Pergunto:

    O governo está dizendo nao se meta comigo para quem? Acionistas da Cemig, oposição?

    E quem são os acionistas da Cemig? Pequenos investidores, médios investidores, grandes investidores, pessoas jurídicas, empresas brasileiras, fundos de pensão brasileiros, fundos de pensão estrangeiros.

    E serão apenas investidores da Cemig? Não provavelmente não. Devem ser acionistas de outras empresas também.

    E qual o tamanho do prejuízo que tal redução trará para o país?

    Alguém já calculou quanto de confiança foi perdida pelo mercado de capitais do País? Se nossas contas externas só são fechadas com o investimento estrangeiro direto? Quanto desse investimento migrará para outras praças?

    O mercado não discute, apenas muda a direção.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. esqueci a assinatura

      anonimo investidor

      Excluir
    2. Anônimo Investidor,

      O majoritário da Cemig é o governo do estado de Minas Gerais (ou, em outras palavras PSDB). A Cemig bateu de frente com governo federal no ano passado, tal como fizeram outras empresas de energia elétrica dos estados governados pelo PSDB. Nesta disputa política o PSDB perdeu feio. Há alguns anos o mercado brasileiro não transmite confiança e credibilidade e não estamos nem perto de tentar recuperar parte deste prejuízo. Estamos indo na direção contrária. O fluxo de capital dos investidores e bancos de investimentos dos países desenvolvidos aumentou bastante nos últimos meses (desde o ano passado) para mercados de economias emergentes, mas o Brasil quase não viu a cor deste dinheiro.

      Abcs, bons negócios

      Excluir
  3. é uma vergonha o que esse governo esquerdista faz para se afirmar acima dos outros,destruindo a confiança no mercado financeiro por bobeira...enquanto o mercado estiver assim vou fazendo minhas operações de taxas com opções beeeem dentro do dinheiro...e to com medo de levar prejuizo ainda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Livermore Irônico,

      Percebo que muitos estão adotando este caminho, fazendo operações estruturadas com opções ou derivativos (mais por necessidade e menos por interesse). Dá pra tirar um retorno legal, ou aceitável, basta ter disciplina, estratégia boa e gerenciamento de risco bem rigoroso. Eu já prefiro manter os meus trades no mercado a vista. Poucas operações, spread curto e tiro rápido. É o jeito rsrs..

      Abcs, bons trades

      Excluir
  4. É o governo que mais trabalha contra o setor produtivo... as concessionarias de rodovias que se cuidem...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Investidor de Risco,

      Ou então: salve-se quem puder. Para se dar bem, só mesmo sendo amigo do rei.

      Abcs, bons investimentos

      Excluir
  5. Merda para a ptzada! Abraco. Cuiudo de Alegrete.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É meu caro, o trem tá feio..

      Abcs, bons negócios

      Excluir
  6. governo populista é isso aí, e da-lhe Dilma em 2014!!
    Ivan C.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ivan C,

      Vamos pagar esta conta no final desta década ou na próxima. Enquanto isso os números das parcelas do carnê só vão aumentando.

      Abcs, bons trades

      Excluir
  7. A Dilma e uma mulher seria: nao ri na cama! Cuiudo deAlegrete.

    ResponderExcluir
  8. Terá sido retaliação? Lembre-se que a CEMIG bateu de frente com aquela maldita MP...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. dimarcinho,

      Acredito que sim. Acho que nunca aconteceu uma disparidade tão grande entre o valor preliminar e o valor de corte da BAR. Acho que depois dessa o PSDB não sabe nem pra que lado fica Brasília..

      Abcs, bons investimentos

      Excluir
  9. E a popularidade da medonha nas alturas.
    Na minha humilde opinião, o pior ainda estar por vir. Como sou precavido, deixei bem pouco do meu capital em RV já a partir de 2010 e estou esperando os dias piores para ir aumentando posição aos poucos. Por outro lado, a incompetência e o populismo desse governo maldito podem ser uma boa oportunidade para boas promoções. No aguardo.
    Investidor Paciente

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Investidor Paciente,

      Também tenho uma exposição muito baixa em renda variável (incluindo FIIs). Zerei quase tudo na virada de 2009 para 2010 e desde então sigo apenas fazendo trades de curto prazo ou montando carteiras de médio prazo nas quedas mais fortes do mercado. Vamos acompanhando, quedas geram oportunidades.

      Abcs, bons investimentos

      Excluir
  10. Enquanto houver justiça no Brasil (atualmente ainda existe, mas bem pouco) a chance de reverter essa decisão judicialmente é bem substancial. A Cemig em breve deverá acionar a esfera judical. Um grande risco é da ação acabar sendo apreciada por magistrados questionáveis como os ministros Toffoli ou Fux. Com mais esse golpe nas elétricas, mas sem uma queda generalizada em toda a bolsa, estamos caminhando a passos largos para consolidar a polarização entre empresas problemáticas x empresas precificadas até a quinta geração que ocupa a Bovespa. Nesse cenário não vejo como a estagnação não tomar conta da renda variável. Uma alternativa talvez seria uma desvalorização do real tornando o investimento barato a ponto de justificar os problemas no horizonte brasileiro, tornando ações de alguns setores legitimamente "dirty cheap".

    Um povo corrompido não pode tolerar um governo que não seja corrupto - Mariano José Pereira da Fonseca

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Neomalthusiano,

      A Cemig vai pedir revisão de cálculo, pode acionar a justiça, mas acho que não vai dar em nada também. Com relação ao câmbio temos outro problema, abaixo de R$ 1,90 os amigos do rei começam a chiar. Muito boa esta frase no final.

      Abcs, bons investimentos

      Excluir
  11. Ola. Sera que agora a Cmig4 vai perder sua Lta de longo prazo?? Se hoje tomar nova pancada graficamente vai ficar complicada a vida dos comprados. ivngomes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ivngomes,

      No meu gráfico a LTA da Cemig de longo prazo está passando em 18,60. Acho difícil chegar lá, pois abaixo de 20,00 pode compensar o risco de comprar um pouco de Cemig. Mas se perder os 19,25 é melhor ficar de fora, detonaria um gigantesco pivot de baixa nunca antes visto no papel.

      Abcs, bons trades

      Excluir
  12. ...E tudo isto num momento muito delicado para o Ibovespa. Estamos "relando" os 55,4k. Se perdido este nível abrimos espaço para um grande pivot de baixa que uma vez consolidado pode nos colocar em rota de colisão com o "fundão". Mas lá em Brasilia a palavra de ordem é: Tô nem ai.
    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo,

      É isso aí. Detonando este pivot podemos visitar novamente os 52.5k. Neste nível de pontuação já dá pra pensar em algumas compras de médio prazo.

      Abcs, bons negócios

      Excluir
  13. É... Vamos pensar bem antes de digitar os números na urna. :)
    Só isso para dizer, rs.

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. General Investidor,

      Vamos fazer a nossa parte, mas acho que a Dilma será reeleita facilmente. Com esta popularidade toda, leva logo no primeiro turno.

      Abcs, bons investimentos

      Excluir
  14. Respostas
    1. José Wilson,

      Sim, acho que nem mesmo a inflação alta (beirando os 6,5%) poderá tirar a reeleição da Dilma.

      Abcs, bons trades

      Excluir
  15. Estamos vivendo um momento de grandes oportunidades. Não deixem passar. Pensem e montem uma carteira diversificada e com boa base e esperem pouco tempo para ganhar muito dinheiro. Não é hora de especulação. É hora de aplicação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marciofass,

      Não vejo desta forma como momento de grandes oportunidades. Estes momentos são raros, acontecem no final de um pânico de baixa/crash, o que não é o caso. Mas acho que o investidor/operador pode aproveitar esta queda para tirar um retorno no médio prazo (alguns meses). É melhor comprar abaixo dos 55k do que comprar acima dos 60k. Com relação a especulação discordo totalmente. Para o especulador, tanto faz se o mercado está subindo ou caindo. O importante é ter uma estratégia que funcione.

      Abcs, bons investimentos

      Excluir
  16. Estamos vivendo um momento de grandes oportunidades. Não deixem passar. Pensem e montem uma carteira diversificada e com boa base e esperem pouco tempo para ganhar muito dinheiro. Não é hora de especulação. É hora de aplicação.

    ResponderExcluir