quarta-feira, 3 de abril de 2013

Bear trap na Vale puxa a Bovespa pra cima


A queda de ontem verificada nos papéis da Vale atraiu atenção dos operadores de mercado. A perda da linha de suporte em 32,33 (na terça-feira) chamou os especuladores para venderem o papel, já que um pivot de baixa estava sendo armado com ausência de linhas de suportes relevantes de curto prazo. Muitos destes operadores dormiram vendidos no papel, já que não houve movimento de liquidação/chamada de margem (fechamento próximo da mínima em 30,80) no final do pregão.

A Vale abriu o pregão desta quarta-feira em queda e foi buscar os 31,62, dando sequência a onda vendedora influenciada pela movimentação técnica do ativo. Mas estes operadores mal sabiam que o Goldman Sachs, um dos maiores bancos de investimentos do planeta, estava armando mais uma jogada de mestre.

Provavelmente a mesa de operações do banco estava pronta para disparar as ordens de compras volumosas no papel, além dos players correntistas que já estavam cientes da estratégia. Para reforçar o call de compra, o Goldman Sachs soltou nesta manhã um relatório de avaliação positiva para o julgamento da Vale no STF (Supremo Tribunal Federal).

“Em nossa opinião, o início desta análise é positiva para a Vale e outras empresas exportadoras brasileiras, uma vez que pode reduzir as incertezas. Temos a visão que o resultado final pode não ter impacto significativo sobre as empresas que têm filiais localizadas em países que têm acordos tributários com o Brasil”, afirmou o banco em seu relatório.

Gráfico da Vale

No gráfico acima podemos observar o reflexo deste bear trap do Goldman Sachs nas ações da VALE5. A seta preta indica a entrada das operações vendedoras na terça-feira (em decorrência do rompimento da importante linha de suporte em 32,33). Ao meio dia de hoje os papéis já haviam retomado esta linha, indicando ponto de saída para os operadores que entraram vendidos no papel. A liquidação destas operações vendedoras impulsionou ainda mais o movimento de alta no papel, proporcionando um rally de alta na parte da tarde.

O bear trap movimentou quase 1 bilhão de reais na Vale e arrastou alguns papéis de peso para o campo positivo. Consequentemente o índice Bovespa fechou o dia em alta, formando fundo duplo (por enquanto temporário) na região dos 54.6k. Caso a LTB formada na região de topo intermediário em 59.5k seja rompida, o índice terá condições de testar novamente a linha de resistência em 56.4k.

Ibovespa

Nos Estados Unidos, a Consultoria ADP informou que o setor privado norte-americano criou 158 mil vagas de trabalho entre fevereiro e março deste ano. O resultado veio abaixo do esperado pelo mercado, que aguardava uma geração de 203 mil empregos.

O número abaixo do esperado pressionou os índices de Wall Street que fecharam em baixa no pregão de hoje. Dow Jones marcou topo de curtíssimo prazo na região dos 14.6k e poderá testar a LTA intermediária, juntamente com a linha central de bollinger, nos próximos pregões.

Dow Jones

16 comentários:

  1. Respostas
    1. Pobretao,

      Na minha opinião especular em papéis líquidos é bem mais complicado devido a grande concentração de players no papel. Estes traps não são incomuns. O de hoje é que foi muito forte. Já em outros papéis o Goldman Sachs e cia Ltda nem passam perto.

      Abcs, bons investimentos

      Excluir
    2. xiu pobretao fake

      Excluir
  2. Boa noite Brasil

    FI tou achando que o patinho feio vai virar patinho bonito,pena eu tar limitado apenas alguns ADR,s...Na Europa os INTROYKADOS estão desabando mas se mantem acima MM200.

    Gafisa os fundamento não são os melhores mas nao ta querendo ir abaixo dos 3,70 embora ta ai com um assunto entre alphaville...

    Gool muito individada mas houve ai uma noticia que fez disparar antes dos resultados trimestre!

    Santander,acho ke bem capitalizado ja li que se a taxa selic subir vai ser bom para o titulo

    FI das duas primeiras vc ja me falou,mas continua achando fraca aposta?




    batistuta007

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom noite Portugal! Ou bom dia... já virou o dia aí né?

      Eu não sei se vai virar um patinho bonito, mas se continuarmos nesta queda de curto prazo podemos ter um bom desempenho no segundo semestre deste ano. Os fundamentos do nosso mercado estão ruins, mas já estamos relativamente descontados em relação a outros mercados emergentes. Então temos uma gordura aí pra queimar e devolver parte desta queda. Eu já comecei a me mexer e aumentei minha exposição em renda variável para quase 20% da carteira (incluindo os fundos imobiliários) em posições de médio/longo prazo. Se a bolsa encostar nos 52.5k pretendo estar com 35%/40% (ou mais) da carteira em renda variável. Quanto mais a bolsa cai, menor o meu volume de trade e maior o meu volume de compras para médio prazo.

      Quanto a estas três empresas acho sim aposta fraca pois não gosto muito de construtoras e empresas aéreas. São muito instáveis e vulneráveis. No setor financeiro eu já assino em baixo, mas não no Santander. Prefiro disparado o Banco do Brasil (BBAS3).

      Mas como aqui no Brasil está um verdadeiro campo minado (governo metendo a mão em muitas empresas), não estou montando posições em ativos específicos, mas sim nos ETFs apenas para ganhar com a oscilação do índice. Estou comprando PIBB11 e DIVO11 nesta queda. Para cada 1 DIVO11 tenho 2,5 de PIBB11. Estou comprando mais PIBB11, pois a recuperação do índice será forte pelo movimento das blue chips.

      Abcs, bons trades

      Excluir
    2. BBAS3 eh como Super Mario, tem vidas infinitaskkkk

      se puder sugerir algo para melhorar ainda mais a qualidade do blog, vc poderia inserir comentarios gerais sobre sua alocação de ativos. em quais momentos vc opta por fazer alguma alteracao, quais os papeis individuais que anda comprando etc.

      isso tudo com o devido disclaimer e bem por alto, senao vem um monte de troll idiota querendo acertar qual o tamanho do seu portfolio.

      ps. vc nao se sente mal em saber que 15% do seu lucro com os ETFs vao ser roubados pelo governo??? hoje em dia passo longe de qualquer coisa que tenha IR.

      Excluir
    3. Clerton,

      Quanto mais IR você pagar em renda variável, melhor rsrs.. Sinal que está lucrando. Mas você está certo no seu ponto de vista. Opto pelo ETF pois é uma estratégia tão banal que não tenho esforço nenhum para análise/tomada de decisão. É só pra tirar proveito da oscilação do índice e nada mais. Diferente de um trade por exemplo, ou investimento num papel específico, que necessita de estudo. Com relação aos comentários, comecei agora a fazer um panorama de mercado para renda fixa e renda variável. Algo bem generalizado, para minimizar minha influência. Está disponível no menu "pedidos de análises".

      Abcs, bons investimentos

      Excluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. WT, porque a preferência por comprar ETF em relação a entrar comprado no IND?

    E em relação ao seu último comentário, eu digo que infelizmente a visão que eu tenho, é que essa política econômica do PT é vitoriosa dentro da ideologia do fisiologismo político do partido. Não culpo o partido dos trabalhadores porque não foram eles que criaram, mas eu vejo que eles empregam essa tática com maestria singular.

    Fique a vontade para discordar, pois talvez eu esteja até um pouco paranoico, porém eu vejo que o governo deseja inflação. Inflação alta sem dúvida é ruim para qualquer governo, contudo inflação no teto da meta durante vários anos possibilita:

    1 - Diminuição do custo real da dívida pública, de modo que o governo pode gastar mais com "justiça social".

    2 - Maior remuneração para as classes mais pobres, que independente de uma melhora no padrão de consumo, acaba gerando um efeito psicológico e político muito forte por causa da maior liquidez.

    3 - Mais setores são obrigados a trocarem favores por migalhas do governo federal. O grosso do alto empresariado brasileiro vive com vantagens do governo e os médios acabam sendo pressionados a concordar com as novas propostas do governo, para continuar na ativa. Duvido por exemplo que o PT vá pressionar o STF algum dia para reformar o entendimento da constitucionalidade da substituição tributária que beneficia muito a AMBEV. Então qualquer desoneração proposta para o setor de cerveja é um milagre para o micro produtor nesses tempos de inflação acima da meta.

    4 - O governo acaba com a pequena classe média intelectualizada. Aliás já acabou. Há uns 20, 15 anos atrás haviam uns profissionais que trabalhavam com uma produção intelectual em alguma área e não ganhavam tão bem quanto o pessoal de áreas técnicas. Hoje em dia eu não vejo tanto disso. Ou é 0 ou 80. Ou é profissional de classe média baixa operário classe C criada pelo PT ou é as "zelite" de burguês, engenheiro, técnico, etc... tudo profissional de área de conhecimento técnico mas pouca sustentação de área de humanas (até mesmo áreas tradicionalmente esquerdistas). O efeito político disso como sedimentação do poder do PT dispensa comentários.

    4 - E por último essa inflação permite a defasagem dos salários de algumas áreas do próprio poder público, pois a data base constitucional até hoje (mais de 20 anos) não foi implementada. Ou seja, os agentes públicos com autonomia para limitar o governo, ou concordam com o petismo, ou ficam com salários congelados por tempo indeterminado, então até os "guardiões" eles tem nas mãos.

    Por isso, apesar de perversa, eu discordo que essas pequenas alterações pontuais que Dilma promove sejam ineficientes. Elas apenas não se destinam exatamente ao que a agenda pública do governo federal oficialmente defende.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Neomalthusiano,

      Me esbarrei no teclado e acabei apagando toda a minha resposta ao seu comentário. Vou tentar resumir bem rapidamente. Respondendo a sua pergunta:

      Por questões puramente psicológicas. Não me sentiria confortável no mercado futuro, ainda mais montando posições de médio prazo.

      Com relação aos pontos que você destacou, sim eu concordo com a maioria. Talvez seja por isso que perdemos tantos rallys de alta nos mercados externos desde que a Dilma tomou posse. O mercado sacou muito bem esta ideologia do governo.

      Abcs, bons investimentos

      Excluir
  5. LOl,FI aqui so faz diferença de 4 horas mais tarde!

    É isso ai FI eu concordo,apostar ETF é mais seguro.
    è que eu estou olhar para o S&P500 nos maximos e minhas apostas estão la no fundo.

    batistuta007

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Batistuta007,

      Ah sim! Pouca diferença de horário então.

      Abcs,

      Excluir
  6. Opção de leitura:

    http://economia.estadao.com.br/noticias/economia-geral,o-problema-nao-esta-no-bc-mas-no-ministerio-da-fazenda-diz-franco,149369,0.htm

    Fernando

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fernando,

      Excelente! Gustavo Franco foi direto na feriada. Gostei do termo que ele utilizou: "recessão no investimento".

      Abcs, bons investimentos

      Excluir
  7. Caro Financas Inteligentes,


    Li o texto acima e fiquei surpreso com o grau de vulnerabilidade de nosso mercado de capitais. Um banco de investimentos monta uma estratégia envolvendo uma das maiores empresas do mercado e também uma das maiores empresas mundiais de minério de ferro do mundo e consegue exito.

    Não existe protecao a uma acao de tamanha envergadura ? Aonde estão os fundos de pensão, bndespar, as demais instituicoes oficiais de acompanhamento do mercado.

    Junto à tal estratégia não devemos deixar de considerar o processo jurídico em análise no supremo que afeta a situação da empresa e que não temos informacoes claras sobre o seu andamento. Sabemos hoje que a análise foi suspensa. Mas é muito pouco, pouquíssimas informacoes sobre um processo tão importante sobre uma das principais empresas negociadas na bolsa.

    Anonimo investidor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo Investidor,

      Isso é bastante comum, principalmente em mercados de baixa liquidez como o nosso. Por mais que o Goldman Sachs seja o todo poderoso do mercado, não conseguiriam, sozinhos, montar uma jogada deste tipo num papel do índice Dow Jones por exemplo.

      As informações sempre serão escassas para nós. A grande questão é que estamos lidando com profissionais do ramo, vivem disso e lucram bilhões dentro das condições legais de mercado. A informação é apenas um tempero para os grandes. O que faz diferença é a forma como a operação é conduzida, levando em consideração, principalmente, a parte técnica e psicológica naquele determinado momento. Por isso tenho preferência em especular nos ativos onde estes players não entram (liquidez menor), o máximo que se encontra nestes papéis são fundos ativos de value investing. Costumo operar ativos líquidos somente quando a relação risco x retorno está muito boa pra mim.

      Abcs, bons negócios

      Excluir