quarta-feira, 10 de abril de 2013

Governo 1 x 0 Vale


As decisões importantes tomadas hoje no STF (Supremo Tribumal Federal) afetarão diretamente as principais multinacionais brasileiras. Ficou decidido que a cobrança de Imposto de Renda e Contribuição Social pelo Lucro Líquido de empresas coligadas no exterior é válida para empresas em paraísos fiscais. Já a cobrança de impostos sobre coligadas de companhias brasileiras fora de paraísos fiscais é inconstitucional.

A Vale é a multinacional brasileira que deverá ser mais afetada com esta decisão do STF. A briga com o governo envolve cerca de R$ 30 bilhões em impostos a serem pagos referente aos recursos depositados, em sua maioria, nas Ilhas Cayman e na Suíça.

Apesar da decisão desfavorável, ainda permanecem dúvidas quanto à reclamação da bitributação (taxação de lucros no exterior e também no Brasil) levantada pelas empresas. A verdade é que o governo saiu na frente no placar e os papéis da Vale despencaram durante o pregão assim que saiu a decisão do STF, pressionando o índice Bovespa.

Boa parte da alta conquistada durante o dia foi devolvida no final do pregão. O Ibovespa fechou com uma estrela cadente indicando topo na região dos 57k, bem abaixo de uma LTB intermediária.

Bolsa de valores

Na agenda econômica interna tivemos hoje a divulgação do IPCA referente ao mês de março deste ano. O índice recuou para 0,47%, levemente abaixo das previsões do mercado. Do ponto de vista do governo, a desaceleração da inflação servirá de respaldo para que o Banco Central opte por manter a taxa básica de juros inalterada na próxima reunião do Copom.

Entretanto a inflação ainda preocupa o mercado, já que não existe, na prática, o menor sinal de comprometimento do Banco Central com relação à política de metas de inflação estabelecida pelo Conselho Monetário Nacional (órgão máximo do sistema financeiro brasileiro). A alta acumulada da inflação nos últimos 12 meses atingiu 6,59%, bem longe do centro da meta (4,5%) e acima do limite máximo de tolerância (6,5%).

No cenário externo o vazamento da ata do FED (Federal Reserve - banco central norte-americano) mostrou que a autoridade monetária deverá manter o seu programa de recompra de títulos até o final deste ano.

Esta notícia foi o principal driver para o índice Dow Jones conseguir superar o seu topo na região dos 14.7k, mantendo a tendência de alta mais forte do que nunca. Desde o rompimento de seu antigo topo histórico, as correções do índice não passam de congestões de curtíssimo prazo.
  
Dji


Ainda no cenário externo a China registrou um pequeno déficit comercial de 884 milhões de dólares em março. Houve aumento significativo de 14,1% das importações e 10% de exportações (comparação anual), mostrando que a demanda doméstica segue ganhando a força necessária para manter a meta de crescimento da economia chinesa.

11 comentários:

  1. Minhas VALED34 foram pro saco hoje...

    Abri o HB logo cedinho e vi a bolsa toda no azul. Aí pensei "tá no papo, no fim do pregão eu realizo lucro"

    E aí o Mercado veio e me ensinou como é a verdade...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O que se espera numa tendência de baixa estabelecida à não ser os preços cairem?? Dai a necessidade de cautela máxima na hora de tomada de decisão. Se amanhã confirmar o sinal de baixa de hj teremos um belo bull-trap para literatura!!
      Pela manhã ainda pensei numa venda descoberta na Elpl4 na região dos R$ 10 quando vi o paredão formado no book, más hj foi um dia muito corrido em minha construção, não tive cabeça de montar a estratégia. Algo sinistro verifiquei na Ogxp3 e não deu outra, a sardinhada pagou caro e muito!!
      Ivan

      Excluir
    2. Tendência de baixa entre aspas, porque no longo prazo a VALE5 está realmente em baixa, mas se diminuirmos esse período e considerarmos só 2013, veremos a ação rompeu a LTB e rompeu a média móvel, encerrando um ciclo de afastamento desta e encerrando por consequência a tendência de baixa no médio prazo. Se formos levar em consideração o martelo do Ibov a Vale ficaria mais atrativa ainda pela sua correlação positiva com o índice Assim, vejo que o resultado do pregão de hoje foi produto apenas da obra dos ministros de Dilma, não como continuidade de uma tendência que ao meu ver sequer existe mais.

      Excluir
    3. Boa tarde Srs.

      Tendências para a Vale, na minha avalização:

      - curtíssimo prazo: congestão das mais fortes, com um bear trap na base e um bull trap no topo.

      - curto prazo: tendência de baixa. Apesar do rompimento da LTB, a primeira perna de queda foi muito forte. Normalmente é um indicativo de uma onda de correção mais longa. Para invalidar esta tendência o ativo precisaria formar pelo menos topos e fundos ascendentes no gráfico diário.

      - médio prazo: congestão. Abaixo de 31,00 o papel detonaria esta zona de congestão para baixo, aumentando a pressão das tendências de prazo menor. Consequentemente este movimento poderá presentear o investidor com uma excelente oportunidade de compra visando prazos maiores, já que os fundamentos não justificam preços tão baixos assim (R$ 25,00, R$ 20,00 e por aí vai).

      Abcs, bons negócios

      Excluir
  2. Olhando o grafico parece que a recente subida foi voo de galinha...mas continuo analisando individualmente as empresas. tem muitas boas empresas por ai.
    Edu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Edu,

      Sim, empresas boas nós temos de sobra na bolsa. O problema, na minha opinião, está relacionado ao preço. Muitas delas estão caras, aumentando o risco do investimento. Os setores beneficiados com a política econômica do governo também estão inflados e mostram sinais de esgotamento no crescimento. Mas vamos continuar de olho, oportunidades sempre irão aparecer.

      Abcs, bons investimentos

      Excluir
  3. Nem me fale WT. Depois dessa eu mereço apanhar. Podia jurar que a decisão no STF era só quarta-feira que vem. E fui lá eu como um bobo comprar umas opções para um swing. Ainda pensei em umas PETRE, mas acabei optando pela VALEE35 mesmo, devido ao gráfico. Fechei o meu HB no lucro e o resto já pode imaginar, né. Pior que com esse engolfo de baixa, o que já está ruim pode ficar ainda pior.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Neomalthusiano,

      1 erro é melhor do que 2 acertos. O aprendizado é maior. O mais importante é assumir o erro e refletir sobre a estratégia. Boa sorte nas próximas operações!

      Abcs, bons trades

      Excluir
  4. Pobretão,

    Sim, mas o impasse ainda continua pra Vale. Como estamos no Brasil, ainda não se sabe ao certo o que poderá acontecer.

    Abcs, bons investimentos

    ResponderExcluir