segunda-feira, 8 de abril de 2013

Temporada de balanços pode decepcionar os mais otimistas


Influenciados pelo bom desempenho do mercado de ações e respaldados pela manutenção dos programas de relaxamento quantitativo do Federal Reserve (favorável à valorização dos ativos), os investidores norte-americanos esperam ser surpreendidos novamente com a primeira temporada de balanços de 2013.

Um otimismo ligeiramente exagerado (ou mal acostumado, devido aos últimos balanços trimestrais) pode ser prejudicial à tendência de alta de curto prazo observada nos principais índices de Wall Street. Existe uma boa possibilidade do mercado não ser novamente surpreendido como nas temporadas anteriores. As expectativas estão mais altas e, portanto, qualquer número abaixo das projeções mais otimistas poderá impactar de forma significativa o ânimo dos investidores, o que será refletido diretamente pela queda do índice Dow Jones e S&P500.

Alguns estudos mostram que os lucros do primeiro trimestre deste ano podem recuar 0,6% em relação ao mesmo período de 2012 entre as 500 empresas do índice S&P500. As ações que apresentarem lucros abaixo do esperado nesta temporada poderão ser penalizadas de forma mais severa. A condição para esta queda corrobora com o longo período em que os índices norte-americanos estão oscilando em suas respectivas regiões de sobrecompra.

O mercado norte-americano está sobrecomprado (e com razão), mas chega um momento onde se torna necessário corrigir parte dos ganhos dos últimos meses. Esta correção não tem potencial para invalidar a tendência de alta de médio e longo prazo, porém poderá causar um estrago de curto prazo no índice Dow Jones e S&P500.

A Alcoa (maior fabricante de alumínio do mundo) abriu de pé-esquerdo a temporada de balanços nos Estados Unidos. Os números divulgados há poucos minutos não surpreenderam. O lucro ajustado por ação ficou em 0,11 dólares, abaixo da máxima esperada pelo mercado (0,12 dólares por ação), porém ainda dentro do intervalo entre 0,06 a 0,12 (média de mercado). A projeção de crescimento foi mantida em 7%.

O resultado da Alcoa será digerido pelo mercado amanhã, já que os balanços são divulgados após os fechamentos dos mercados.

Confirmando o otimismo do mercado, o índice Dow Jones subiu 0,33% nesta segunda-feira. Apesar da alta, o índice ainda segue abaixo da máxima registrada na semana passada (14.7k).


No Brasil o índice Bovespa fechou em forte recuperação pelo segundo pregão consecutivo. A bolsa abriu pressionada pra baixo até o momento em que houve formação de um fundo ascendente (numa região aleatória - melhor visualizado nos gráficos intradays) aos 54.3k. A partir deste ponto o índice voltou a subir forte fechando próximo à máxima do dia.



Caso a região dos 55.2k seja rompida, um pivot de alta de curtíssimo prazo será armado favorecendo as condições para manutenção do movimento de repique.

19 comentários:

  1. Não tem sentido essa subida do DJ, a economia do EUA está uma merda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando a economia do EUA estiver boa, o DJ estará bem acima do patamar atual.

      Excluir
    2. Certamente, o mercado possui indicadores mais do que suficientes para precificar o potencial econômico de curto prazo (próximos 6 meses ou até 1 ano pelo menos).

      A subida na pontuação do índice Dow Jones ficou respaldada justamente pela melhora nos fundamentos das empresas, retomada do crescimento econômico (embora moderado) dos Estados Unidos, manutenção dos programas de relaxamento quantitativo por tempo suficientemente prolongado (pegando emprestado o termo do BC brasileiro rsrs..) e por fim, retorno do investidor pessoa física norte-americano que estava sumido da bolsa desde o estouro do crash em 2008.

      Abraços a todos, bons negócios

      Excluir
    3. Mas as bolsas dos EUA só não estão nas maximas, pq os emergentes estão em quedas? O BR por exemplo, quanto de grana os gringos não tiraram daqui por causa das M dos corruPTos do poder?

      Excluir
    4. Xiu pobretao fake.

      Excluir
    5. Anônimo,

      O mercado brasileiro não está refletindo o desempenho nem dos mercados emergentes. Houve muito ingresso de capital estrangeiro em outras praças (como México por exemplo) nos últimos meses/anos e quase nada entrou aqui no Brasil. Mas também não aconteceu fuga de capital da bolsa, o investimento na economia é que reduziu bastante.

      Abcs, bons investimentos

      Excluir
    6. É, não entra nada porque pessoal tá apavorado com o intervencionismo ridículo da feminista Dilma.

      Se a gente ficava puto com o Lula ela está sendo uma das mais perdidas presidentes que já tivemos.

      Excluir
  2. Oi, FI.

    Viu a notícia da Petrobras? Mais uma trapalhada? Ou o empenho do governo em manter o Bull Market político?

    Abraços,
    Sir Income

    Governo escala Petrobras para salvar EBX, diz Valor Pro; ações da OGX sobem 17%

    http://www.infomoney.com.br/mercados/noticia/2723224/governo-escala-petrobras-para-salvar-ebx-diz-valor-pro-acoes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sir Income,

      Infelizmente estou adotando uma postura de evitar comentar qualquer matéria publicada neste portal devido alguns "erros" que pude observar (se é que você me entende) algumas vezes nas informações publicadas. Não há a menor possibilidade de depositarmos o mínimo de confiança/transparência, na minha opinião. Gostaria de verificar a matéria original no Valor Pro (pois a do Infomoney foi redigida, ou seja modificada), mas não achei nada na internet. Assim que conseguir achar, farei um comentário sobre o texto.

      Abcs, bons investimentos

      Excluir
    2. Governo discute socorro a Eike Batista
      http://economia.estadao.com.br/noticias/negocios-industria,governo-discute-socorro-a-eike-batista,149900,0.htm


      Bom, por esta reportagem já é possível comentar rsrs... Acho improvável a Petrobras assumir o Açu, mas acho que alguma ajuda pode sim aparecer por parte do governo, já que o histórico de relacionamento entre o governo x Eike é repleto de "troca de favores". A diferença é que desta vez as proporções poderão ser maiores e o governo estará dando um tiro no pé inibindo os investimentos dos demais empresários brasileiros. O raciocínio é simples: "Se o governo ajuda o Sr. X (alto risco) eu não vou sacar os meus títulos públicos para investir na economia, vou querer ajuda do governo também."

      Abcs,

      Excluir
    3. Se rolar ajuda vai ser um péssimo recado para o mercado.

      Excluir
    4. Pobretao,

      Assim todo mundo vai querer ser amigo do Rei.

      Abcs,

      Excluir
  3. Uma correção em Wall Street seria saudável graficamente. Existe um bom fôlego para o DJ recuar sem perder a tendência de alta. A grande questão é se essa tão comentada e esperada correção terá força de lateralizar ou inverter o mercado americano que fundamentalmente não está tão caro assim como um teto histórico sugere. Mas também não está tão barato para evitar uma sangria em caso de realização dos lucros com perda da confiança do investidor no médio prazo.

    Aqui no Brasil o posso destacar a polêmica da LLX. Pessoalmente encaro qualquer notícia envolvendo alguma empresa de Eike com certa desconfiança. Não duvido que essa história de porto afundando tenha como interesse dar volatilidade a ação para depois a companhia desmentir tudo como aconteceu, a ação se recuperar e ficar no ar a impressão que Eike Batista está sendo perseguido pela mídia, que os empreendimentos dele são geniais, mas "forças ocultas" não querem deixar "o homem trabalhar", etc...

    Simplesmente os negócios do Eike não me transmitem confiança. Se não bastasse aquela notícia requentada da GE se instalando no Açu para salvar a cotação, aquele "possível" vazamento de informação privilegiada do fechamento de capital da CCX não ajuda em nada a criar uma imagem de honestidade diante dessas empresas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Neomalthusiano,

      Concordo totalmente. Aconteça o que acontecer entre o governo x Eike Batista (aliás, esta relação sempre foi estreita no passado), minha opinião não mudará em nada com relação aos negócios do Eike. Ele é um bom vendedor, mas um péssimo gestor. É um tipo de investimento onde não me inspira a menor confiança. Mas vamos acompanhar o desenrolar dos fatos. Está mais para o governo na mão do Eike, do que o Eike na mão do governo.

      Abcs, bons investimentos

      Excluir
  4. Boa tarde pessoal,

    Recomendo ler este artigo do Rodrigo Constantino:

    De volta do futuro
    http://rodrigoconstantino.blogspot.com.br/2013/04/de-volta-do-futuro_2.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nao sei porque esse artigo me fez lembrar a Coreia do Norte...
      O autor so esqueceu de citar que para conter a revolta dos "pobres"haveria a necessidade de um controle maior por parte do governo..
      Sera que essa nacao bolivariana seria tao audociosa para declar guerra aos USA,, ah me esqueci, nao haveria ogiva nuclear .... rs

      anonimo do Japao

      Excluir
    2. Anônimo do Japão,

      Esse artigo é muito bom para algumas reflexões. Ele exagerou, claro, mas mostra como estamos indo de ponta cabeça para o caminho errado.

      Abcs, bons negócios

      Excluir
  5. Vejo muita semelhança na pernada de alta do DJ como as ocorridas no passado, tudo ia bem demais e derrepente virou mão..será que vai ser a mesma coisa?? Por aqui pra mim nada mais é uma tentativa em defender os 55K antes da derrocada. Viu ai o fogo de palha na Elpl4 Fi??
    Ivan

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ivan,

      Essa aí quando tem fogo de palha já está bom demais rsrs... Tendência de baixa mais forte do que nunca.

      Abcs, bons trades

      Excluir