terça-feira, 18 de junho de 2013

Alívio, por enquanto, só na bolsa


A tensão no mercado financeiro deu uma trégua nos últimos dias. O movimento de alívio em Wall Street, iniciado no início desta semana, se espalhou para as demais praças financeiras mundiais. O mercado entrou em compasso de espera para a tão aguardada reunião do FED (Federal Reserve, banco central norte-americano) que termina amanhã.

Embora o resultado desta reunião possa ser perfeitamente previsível (manutenção da taxa básica de juros, bem como do programa de estímulo monetário), o comunicado da autoridade monetária mostrará algo novo aos mercados. O texto deverá conter os indicativos de quando os diretores do FED pretendem começar a reduzir o volume do programa de estímulo monetário.

Percebendo a agitação dos mercados, os diretores poderão adotar um tom de cautela no comunicado, a fim de evitar a propagação da tensão no mercado financeiro. As bolsas estão reagindo positivamente, reduzindo as perdas dos últimos dias/semanas. Mas este alívio das bolsas não chegou ao mercado da dívida soberana.

Fundos de investimentos e grandes players de mercado continuam desmontando suas respectivas posições em títulos públicos, principalmente de países emergentes. A relevância deste movimento é significativa e tem causado atrasos rotineiros para liberação das negociações no Tesouro.

Tesouro Direto

A imagem acima releva o registro da abertura dos negócios envolvendo os títulos do Tesouro Direto. O mercado só abriu às 11h40min. O governo federal informou apenas que o atraso é uma consequência da forte volatilidade nas taxas de juros dos títulos públicos. Este mesmo comunicado foi emitido no dia 07/06 e 11/06.

A verdade é que a volatilidade, citada no comunicado do governo, pode ser entendida como falta de volume comprador para a demanda vendedora significativamente superior. Este desequilíbrio é o responsável por causar uma disparada das taxas.

Os juros da LTN 2016 (título pré-fixado) atingiu 10,92%. Os juros da NTNB 2019 (título atrelado à inflação) atingiu 5,56%. De forma geral, tanto os gráficos dos títulos de curto prazo, quanto os gráficos dos títulos de longo prazo, mostram um movimento típico de pânico de alta, bastante comum entre os ciclos de aperto monetário (auge do pessimismo), onde as taxas sobem (praticamente) em linha vertical.

LTN 2016:
  

NTNB 2050:


O pânico no mercado de renda fixa brasileiro é também uma oportunidade aos investidores se posicionarem nos títulos de curto prazo do Tesouro Direto, conforme destacamos na última análise de panorama de mercado. As taxas dos títulos pré-fixados estão apresentando um spread de quase 3 pontos percentuais sobre a atual taxa Selic, mostrando um certo exagero do mercado que deve ser aproveitado pelo investidor.

Outra oportunidade como esta, para abertura de posições em renda fixa, poderá ocorrer somente em 2015, quando o Banco Central deverá apertar novamente a política monetária, seguindo a estratégia dos demais banqueiros centrais mundiais, inclusive o FED.

Na bolsa de valores o índice Bovespa conseguiu reverter a tendência de curtíssimo prazo no pregão desta terça-feira. Foi marcado um fundo duplo (a princípio temporário) sobre a linha de suporte em 48.7k após a falsa tentativa de rompimento ocorrida na parte da manhã, resultado num pequeno bear trap.


O candle de fechamento é um martelo de fundo, que indica reversão de tendência. Caso a LTB dos 57k seja rompida amanhã, o índice ganhará força para retornar aos 50.7k, inicialmente.

As ações da OGX e Vale puxaram o movimento de alta no pregão. O novo marco regulatório do setor de mineração foi divulgado hoje e, ao contrário do que a mídia colocou, não foi o responsável pela alta dos papéis da Vale. O documento indica que as alíquotas dos royalties do minério de ferro podem ser até duas vezes maior que a atual. Evidentemente a notícia não é positiva. A alta das ações da Vale foi influenciada por fatores técnicos (gráfico) e retomada do preço do minério de ferro.

Nos Estados Unidos o índice Dow Jones fechou mais um pregão em alta, conseguindo superar a resistência dupla criada pela LTB do topo histórico e linha central de bollinger. A partir de agora não há resistências pela frente, o índice tem caminho para retornar à máxima histórica.
  

Por fim, gostaria de registrar minhas impressões quanto às manifestações ocorridas no Brasil. Apesar da intensa cobertura da mídia aos atos restritos de vandalismo, o que tem ocorrido nas ruas é um movimento pacífico, histórico e de extrema importância.

Eu e a “Sra. Finanças Inteligentes” aderimos às manifestações ocorridas hoje na minha cidade. À medida que a passeata passava pelas ruas, as pessoas colocavam bandeiras do Brasil nas janelas ou agitavam panos brancos. A grande maioria das pessoas, ao longo do percurso, acabou se envolvendo.

Não eram apenas estudantes. Eram famílias. Crianças e idosos saíram às ruas com os seus cartazes. Um pai segurava o filho, de dois ou três meses de vida, com um cartaz dizendo: “lutem pelo o meu futuro”. As pessoas que ficaram presas no trânsito buzinavam em seus carros, vibrando com o movimento. Alguns saíram de seus veículos para participar mais ativamente.

O grande apoio e aprovação da população podem ser explicados pela indignação acumulada dos últimos anos com relação à corrupção e gestão do governo federal, principalmente, e não somente às tarifas de transporte público. Estes eram, inclusive, os temas principais entre os gritos e mensagens escritas nos cartazes.

Não houve conflito e muito menos vandalismo. Quem pratica estes atos não parece estar participando das manifestações. Não sei por qual motivo os temas corrupção e má qualidade da gestão pública ainda não ganharam relevância na mídia, pois é o que estão gritando nas ruas. Mas agora entendo porque ocorreu, durante quase todo o percurso, gritos de ofensa a uma determinada rede de televisão.

26 comentários:

  1. parabens pelo post, principalmente as impressoes dos protestos.

    ResponderExcluir
  2. E o governo insiste em não entender o porque das manifestações. É bom que entendam logo, pois parece o gigante acordou. Me vem aquela propaganda de whisky Jonny Walker que o gigante acorda de um sono profundo. Abs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Logo a manifestação morre.

      O legal é que ao contrário do movimento da classe média dos narizes de palhaço contra o Lula da qual a mídia fez pouco caso (mídia esquerdista), esses protestos vem também dos canalhas da esquerda, classe média baixa C, estudantes pau no cus, etc, ou seja, o PT está sob ataque pelo povão que vota neles pela primeira vez na história.

      Isso é uma ótima notícia pois se o sudeste permanecer firme até 2016 junto com o sul (que está mais quieto) poderá vencer o nordeste, norte e centro-oeste nas eleições contra o PT e eleger o Aécio o que seria fantástico para nós investidores e pobretões de cidade grande e o fim da hegemonia do nordeste na política novamente (graças a deus).

      Excluir
    2. Infelizmente tenho que concordar com o "pobretão" acima, isso sendo eu mesmo mais pra esquerda que pra direita... acho que boas intenções apenas não mudarão nada.

      Brasileiro não é árabe, muito menos árabe pobre e desesperado como vemos nas revoltas do Oriente-Médio, quem está nas ruas se encaixa realmente no perfil escrito por pobretão e portanto não é força o suficiente pra movimentar políticamente nada.

      Espero que eu esteja redondamente enganado!

      Excluir
    3. Estou com vcs, não consigo ver coisas boas saindo dessas manifestações... Principalmente por se tratar de movimentos organizados pela extrema esquerda... Nos dias anteriores foi chuva de bandeiras do PSTU, PSOL e afins, ontem, até gritos de abaixo o Capital foram ouvidos... Acho que no final, o brasileiro cansado de ser sacaneado por anos acabou aderindo ao movimento...

      Abs.,

      Igor

      Excluir
    4. Pobretão, nas últimas eleições ainda que fossem excluídos todos os votos das regiões norte e nordeste, a dilma teriva vencido.
      Conclusão: sul e sudeste preferem o pt.

      PS. Não sou PT.

      Excluir
    5. Realmente acho muito engraçado essa frase que vem sendo repetida "o gigante acordou".
      Me desculpem o pessimismo mas eu acho que é só um "repique". Logo, logo tudo volta à tendência normal.

      Excluir
    6. Muito engraçado um "pobretão" no nome se incluir entre os investidores que serão beneficiados com o Aécio. Ou vc não é pobretão ou não é investidor. Pela sua defesa do Aécio digo que vc é investidor e mamador do estado brasileiro! Criticam os de esquerda porque estão perdendo, timidamente ainda, os privilégios do estado. Vc deve ser filho daquelas que ganham milhares de reais com aposentadorias de filhas solteiras: http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/rj/2013-05-22/pensionistas-vao-a-justica-contra-corte-de-6092-pensoes-de-filhas-solteiras.html

      Excluir
    7. A manifestação não é um movimento de esquerda, nem de direita. Algumas pessoas tentaram levantar bandeiras partidárias, mas os próprios manifestantes ao redor impediram. O que está acontecendo é um movimento de indignação generalizada. A mensagem está bem clara para quem foi as ruas.

      Abcs a todos

      Excluir
    8. Luiz, vc não falou nada com nada. Covarde.

      Para o outro anon, seguinte, pega sudeste e sul mas excluir a porcaria do RJ e ES e veja se o negócio não daria Serra.

      Aécio passa a ter ótimas codições de derrotar Dilma se conseguir trabalhar o voto paulista, mineiro e sulista contra o nordeste e norte.

      Excluir
  3. FI, muito bom post, como de costume. Apesar de eu nao ligar muito para as analises tecnicas, tuas analises fundamentalistas sobre taxas de juros, fluxo de capitais, cambio, etc, sao muito pertinentes e bem feitas. Parabens mesmo cara.

    Mas uma pergunta: tu falou que pode haver uma boa oportunidade para abrir posicao em renda fixa, devido ao spread entre as taxas pagas e a Selic. Mas ha um sentimento no mercado que a Selic ira subir no medio prazo. Sendo assim, nao 'e provavel que essa janela se estique mais do que os "alguns meses" citados no texto? Pois comprando um Titulo agora, o seu valor de face deprecia com o aumento da Selic (sei que levando o Titulo ate o vencimento o rendimento combinado permanece...).

    O que tu acha do que eu falei?

    Abraco!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Matheus!

      Vou retirar um trecho da minha análise de Panorama, disponível neste link: http://www.financasinteligentes.com/p/panorama-de-mercado.html

      "Vale ressaltar que a fase mais crítica do processo de aperto monetário mostra que estamos no auge deste ciclo. Em outras palavras, passamos da fase inicial, atingimos a fase de maturação e daqui alguns meses entraremos na fase final deste ciclo, onde o clima de pessimismo no mercado será reduzido significativamente, encerrando, também, a fase das melhores oportunidades de negócio em títulos de renda fixa. Este é o período onde o mercado costuma corrigir os excessos das taxas."

      Ou seja, o pico das taxas de juros normalmente ocorre no auge do ciclo de aperto monetário e não na fase final, pois este (auge) é o momento de maior tensão e pessimismo do mercado.

      A recomendação de compra vale apenas para os títulos de curto prazo, visando carregá-los até o vencimento e garantir o recebimento dos juros acordados no ato da compra. É recomendável fazer compras parciais e crescentes dentro do auge do ciclo de aperto monetário, sempre entrando quando as taxas disparam. A partir de 2015 o Banco Central deverá subir novamente os juros e muito possivelmente a Selic deverá retornar para a casa dos dois dígitos. Neste momento estaremos em outro patamar de negócio e novas oportunidades surgirão.

      Abcs, bons negócios

      Excluir
  4. FI,

    Ótimo post.

    Devemos esperar, lá para dezembro de 2013, uma diminuição nas taxas de negociação oferecidas nos títulos e um aumento do PU unitário dos mesmos?

    Pergunto porque só neste ano a NTNB P 2035 está com -22,81% (flutuação do papel). Na série histórica das NTNBs é difícil ver algum ano em que o PU unitário delas tenha dado negativo (muito menos -22%). Estaríamos perto do momento de guinada?

    Abs e parabens pelo post,

    Miguel

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Miguel,

      Acho que sim. Dificilmente o ciclo de aperto monetário chegará até dezembro e a fase mais crítica deste ciclo (atual) poderá se prolongar por mais algumas semanas, a depender do comunicado do Copom na próxima reunião.

      Abcs, bons investimentos

      Excluir
  5. Parabéns ao sr e a sra FI pelo posicionamento, chega de um povo que só pensa no própio umbigo e como mandar seu filho estudar no EUA para ser discriminado por lá como povinho do terceiro mundo, educação boa tem que ter é no nosso País.

    ResponderExcluir
  6. É incrível como uma tal emissora de TV ainda tenta manipular a população na cara dura, mostrando apenas violência e que a causa é APENAS o busão! Sorte que cada um tem um celular na mão com câmera e as redes sociais estão ai, se não esse movimento não teria ganho forças e aqueles guerreiros teriam saído como vilões e vândalos....
    Adeus P-T e G-L-O-B-O-S-T-A!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lucas,

      Realmente, parece que não se comprometeram a repassar o que realmente o povo está pedindo nas ruas pacificamente. A impressão que fica é que estão tentando tirar o foco do que realmente importa.

      Abcs, bons negócios

      Excluir
  7. "corrupção e gestão do governo federal"
    Por favor, não isente os outros níveis de governo e da própria população. A indignação é geral.
    Também fazemos parte dessa lama. É o dineheiro do guarda, o DVD pirata, as comprar de contrabando ou produtos frutos de roubo de camelô, jogar lixo na rua.
    Infelizmente nossos governantes são a representação da maioria de nosso povo.
    É melhor ir às ruas do que votar no Tiririca pra se dizer indignado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, claro.

      O povo tem o governo que merece. Mas o importante é cada um fazer a sua parte. Mostrar indignação com voto não faz nenhum sentido, pelo contrário, não ajuda em nada.

      Abcs, bons investimentos

      Excluir
  8. Se cada um fizer a sua parte o mundo já será muito melhor e as coisas evoluirão naturalmente.
    Enquanto existir o pensamento "está errado, mas se tá todo mundo fazendo então por que eu também não posso fazer?" tudo seguirá como está.

    ResponderExcluir
  9. Manifestação pela Desestatização do Transporte Coletivo - Brasília; Texto escrito por Daniel Tisi

    http://bdadolfo.blogspot.com.br/

    https://www.facebook.com/events/527324857323137/

    ResponderExcluir