segunda-feira, 28 de outubro de 2013

A grande cartada de Graça Foster


A disparada das ações da Petrobras empurrou o índice Bovespa para a sua primeira alta diária após uma dura sequência de quedas que vinha dominando a bolsa desde a marcação do topo duplo na região dos 56.7k.

A companhia submeteu ao seu Conselho de Administração, presidido pelo ministro da Fazenda Guido Mantega, uma nova política de preços que prevê reajustes automáticos e periódicos de combustíveis, conforme a necessidade de alinhamento com os valores praticados no mercado internacional.

A nova metodologia deverá ser aprovada ou rejeitada até o dia 22 de novembro, quando está prevista a próxima reunião do Conselho de Administração da Petrobras.

Aproveitando o excesso de propaganda do governo em torno do petróleo brasileiro e da Petrobrás, Graça Foster, presidente da Petrobras, sacou uma grande cartada: com os números mais recentes do rombo bilionário na área de abastecimento da companhia, contradizendo a propaganda política, a presidente da Petrobras vinculou a nova metodologia de preço dos combustíveis ao robusto programa de investimentos da empresa.

A companhia não divulgou maiores detalhes da nova proposta de política de preços, mas, ao que parece neste primeiro momento, podemos entender que a Petrobras está enviando um recado ao governo: “desse jeito não dá mais e se continuar assim vou cortar os investimentos”.

A iniciativa da Petrobras agradou o mercado. A nova proposta está amarrada, apareceu no timming correto e deixou o governo sem saída. As ações preferenciais da empresa subiram 7,57%, enquanto as ordinárias avançaram 9,83%.

O avanço da Petrobras contaminou os demais papéis do índice, provocando um movimento de alta generalizada nas principais ações da carteira teórica do Ibovespa.

Com uma alta de 1,70%, o índice Bovespa formou a quarta região de fundo ascendente (54k, aproveitando o suporte da linha central de bollinger) da tendência de alta iniciada na região dos 44.1k.


Nos Estados Unidos o índice Dow Jones fechou o pregão desta segunda-feira de lado, oscilando pouco. Mercado em compasso de espera para a reunião do FED (Federal Reserve – Banco Central dos Estados Unidos) que termina nesta quarta-feira.


34 comentários:

  1. Boa noite FI.
    O mercado está lendo que virão aumentos, até porque os preços estão bem descolados do mercado internacional. Contudo, com aumentos nos combustíveis, a inflação é que ficará mais descolada ainda da meta. Dona Graça realmente está com a faca e o queijo e o Sr. Mantega, numa bela sinuca de bico. Abs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O governo é vítima da própria burrice. Não aprende com os erros passados da nação e repete a mesma política desenvolvimentista que nos empurrou pra 15 anos de recessão.

      Excluir
    2. Culpa do janteiga. Nao fez licao de casa e usou a petro pra segurar sua patetica politica economica. Agora parece q acabou a mamata.

      Excluir
    3. Certamente vai pressionar o IPCA. Mas a projeção de inflação do Banco Central já leva em consideração um reajuste de 5% no preço da gasolina este ano. Se o reajuste sair acima ou abaixo deste valor, o Banco Central deverá recalcular suas projeções de inflação. Como ciclo de aperto monetário está sendo prolongado para 2014, o IPCA correrá mais risco de encontrar o centro da meta em 2015 do que se aproximar dos 6,5%.

      Abcs a todos e bons negócios!

      Excluir
  2. Podemos então esperar selic acima de 11%aa em 2014, caso o conselho aprove a vinculação?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se o conselho aprovar, o que eu duvido, a inflação que passa dos 11% aa.
      Nossa logística é baseada no diesel. Se o diesel subir, tudo sobe!
      A inflação inercial voltou. Parabéns pela imcomPTência, "Margarina estragada"!!!

      Excluir
    2. Selic acima de 11% em 2014 acho difícil, mas perto disso é bem provável. Já o IPCA, dificilmente chega perto dos 11%, talvez nem encoste nos 6,5%. A partir do segundo trimestre de 2014 o aperto monetário começará a fazer efeito na economia e a inflação vai começar a reduzir na base mensal. Pra inflação disparar acima dos 6,5%, refletindo o reajuste no preço da gasolina (seguindo a cotação do mercado externo), o barril do Brent teria que superar a máxima de 2011 e 2012, em torno de 125 dólares o barril. Possibilidade bastante remota.

      Abcs a todos e bons investimentos!

      Excluir
    3. E vc acha que tem etanol para suprir a demanda. Se fosse fácil assim...

      Excluir
    4. Pra suprir toda a demanda por gasolina não. Mas uma parte considerável, sim. O setor está precisando de um incentivo pra voltar a produzir etanol, já que o usineiro tem a opção de produzir açúcar também. Com um aumento de demanda por etanol, pode-se esperar uma leve alta nos preços, mesmo que pequena, será suficiente para voltar a incentivar a produção de etanol.

      Abcs,

      Excluir
    5. MAirlo, a inflação inercial nunca nos deixou, prova disso é que todo mundo aqui faz campanha pelo aumento salarial anual pra "repor a inflação". Este sim sempre foi o verdadeiro vilão da inflação inercial.

      Excluir
    6. Concordo plenamente com vc, Anônimo. Essa indexação do reajuste salarial trouxe de volta esse vilão da inflação inercial.

      FI, estava sendo sarcástico. Também não acho q a inflação chegue a 11% aa, mas acho que, se essa metologia for aprovada, não duvido nada que os combustíveis subam de 10 a 20% num ano (devido ao aumento do dólar e dos preços internacionais). Daí, se isso acontecer, não duvido que a inflação ultrapasse o teto da meta, visto que nossa logística é baseada em caminhões.

      Excluir
  3. Gasosa a 4 reais ai vamos nós! Tá na cara que o pais quebra, é insustentável.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se subir demais vai todo mundo pro etanol.

      Abcs, bons investimentos

      Excluir
  4. não vamos nos deixar enganar: desgraça foster, assim como o elfo vidente mantega, só estão lá porque delmônica o quis assim

    segundo, a proposta também cogita a redução nos preços, o que em termos de gasolina no brasil, é praticamente fantasioso

    e por último, há de se esperar a mesma tática que o governo aplica na inflação caso essa metodologia seja implementada: maquiagem e mentira nos índices de reajustes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exato. Há possibilidade de redução nos preços também. A ideia é fazer o alinhamento com os valores praticados no mercado internacional. Nos últimos dois anos o barril do Brent oscilou bastante em torno dos 110,00 dólares (em alguns momentos acima deste valor, em outros abaixo deste valor). Acho que não vai fugir muito deste padrão.

      Abcs, bons negócios

      Excluir
  5. Isso ta com uma cara de boataria não ta FI?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não, tem cara de Graça Foster mesmo. Profissional bastante competente, muito inteligente. Está jogando com as armas que tem em mãos. Bem diferente do Gabrielli. Já não é a primeira vez que ela faz isso. Lembra daquele resultado horroroso da Petro no segundo trimestre de 2012 (prejuízo de 1,346 bilhão)? Aquilo ali foi uma jogada muito bem feita da Graça Foster na minha opinião.

      Ela autorizou a baixa de poços secos (não havia necessidade de fazer isso no 2TRI/12) pra "forçar" o resultado negativo e chamar atenção do mercado ao que estava acontecendo dentro da companhia, fruto da gestão anterior. Uma empresa como a Petrobras reportar um resultado negativo bilionário é algo extremamente polêmico. Na verdade ela queria que o mercado enxergasse o rombo na área de abastecimento e, para isso, jogou um balanço vermelho pro mercado digerir. Foi a partir deste momento que a polêmica em torno da política de reajuste nos preços dos combustíveis aumentou no mercado e o governo começou a ser mais pressionado.

      Abcs, bons investimentos

      Excluir
    2. FI,

      to contigo. A jogada anterior, se vc lembra bem, foi "baixa de poços secos". Ou seja, ela tirou uns passivos do balanço, mas ao invés de ir enrolando e liberando aos poucos (como qq empresa normal faz), fez de uma vez só, pra dar uma porrada e fazer o governo acordar.

      Estou gostando muito da gestão dela, mas o problema é que a Petrobras hj colhe os frutos da política de "vamos continuar jogando" do Gabrielli.

      Ela é boa e muito compromissada com os acionistas. Como vc mesmo disse, ela está usando as armas que tem. Espero que ela continue por aqui.

      []s!

      Excluir
    3. Exatamente. Poderia dizer que ela está no grupo dos (as) melhores executivos (as) do Brasil. Outra jogada recente muito boa e pouco comentada foi a articulação de Graça Foster para entrada da Shell e Total no consórcio de Libra, reduzindo a participação da Petrobras. Até então esperava-se apenas a participação das petroleiras chinesas. A entrada destas duas petroleiras europeias surpreendeu o mercado, pois ninguém esperava e não havia interesse expresso destas duas companhias. Mas na mesa redonda ela conseguiu convencer estas duas empresas, nas vésperas do leilão. Não sei o que ela fez pra arrastar os europeus, mas é digno de reconhecimento. O mérito é todo dela.

      Abcs, bons investimentos

      Excluir
  6. Você acha que a gasolina vai a quanto? Para corrigir isso com o mercado externo precisa dobrar o preço. A PETR4 toma prejuizo ha anos ao vender gasolina.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sei dizer, mas acho que não vai subir tanto como o pessoal está pensando. A empresa não divulgou detalhes da proposta, mas creio que a nova política vai realizar os reajustes levando em consideração os preços praticados no mercado externo a partir do mês de novembro deste ano.

      Abcs, bons negócios

      Excluir
    2. Dobrar de preço??? rsrsrsrsrsrs

      Excluir
  7. O Fato que de concreto ainda não temos nada. Ademais o Gov. pode não aceitar. Este ano, a inflação já está no topo da meta, e ano que vem eleição.... Coloco as fichas em um aumento de 5% a 6,5% em meados de janeiro e era isso. Política de recuperação da petr somente depois da reeleição....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Segundo Graça Foster, a defasagem está em 6,5%. Provavelmente não deve passar disso (inicialmente), independente do novo modelo de reajuste a ser adotado. O importante é que a Petrobras resolveu agir e alguma coisa vai mudar daqui pra frente.

      Abcs, bons negócios

      Excluir
  8. Além dessa teve uma outra melhor ainda. Se realmente fizerem o que prometem nesse acordo, vai voltar a ser a queridinha do mercado, ai vem a grande jogada vai pode captar no mercado com grande sucesso quem sabe a R$30,00 ou 40,00, afinal precisam de bilhões para o campo de Libra.
    Isso que é acertar dois com uma pedrada só!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bem observado! Refleti sobre isso também ontem a tarde e acabei esquecendo de mencionar na análise. A Petrobras precisa de uma nova capitalização e, pra ser bem sucedida, os preços das ações precisam estar subindo bem (pra eliminar o medo/pessimismo do momento, aguçar a ganância e literalmente fisgar o investidor), já que o quadro não é positivo (endividamento elevado, intervenção do Estado, plano de investimento robusto). Não me surpreenderia se uma nova capitalização aparecer no final de 2014.

      Abcs, bons investimentos

      Excluir
  9. Além dessa teve uma outra melhor ainda. Se realmente fizerem o que prometem nesse acordo, vai voltar a ser a queridinha do mercado, ai vem a grande jogada vai pode captar no mercado com grande sucesso quem sabe a R$30,00 ou 40,00, afinal precisam de bilhões para o campo de Libra.
    Isso que é acertar dois com uma pedrada só!

    Ricardo
    Esqueci de assinar
    Abração FI

    ResponderExcluir
  10. Eu acredito que a proposta da Graça será aceita pelo governo, provavelmente com ressalvas, o que talvez não agrade muito os investidores.

    Abraços FI

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, acho que pode acabar aparecendo algumas ressalvas, até mesmo para o governo se proteger de um eventual reajuste elevado em ano eleitoral. Altamente impopular.

      Abcs, bons negócios

      Excluir
    2. De um lado o governo vai mal pq está acabando com a queridinha do Brasil.

      Se fizer o certo, vai mal pq descontrola a inflação.

      Ou seja, não importa o que ele faça, como já fez mta m*****, qq coisa q fizer ele se ferra, kkkkkkkkkkk

      Excluir
    3. São os reflexos do excesso de intervencionismo. A história é sempre a mesma. Distorções em efeito dominó.

      Abcs,

      Excluir
  11. Parece brincadeira! Mas é claro que o governo não vai aceitar.Não tem aceitado nem quando é caso a caso ainda mais reajuste automático. Va lá que 5% pode até ser, pois já esta mesmo precificado. Qualquer coisa fora disto somente depois das eleições. Agora não tem dúvida que foi uma jogada inteligente da Graça (em todos os sentidos inclusive naquele de botar o "bode" e depois tirar para levar o que realmente quer) Parabéns dona Graça.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um verdadeiro contraste com a gestão do Gabrielli rss... Excelente executiva.

      Abcs, bons investimentos

      Excluir