sexta-feira, 11 de outubro de 2013

Fechamento dos principais mercados mundiais


A sexta-feira de poucas novidades e baixo giro de negócios nas praças financeiras não alterou o cenário positivo dos últimos dias, permitindo um bom fechamento semanal dos principais mercados mundiais.

Nos Estados Unidos, o impasse permanece entre parlamentares Republicanos e Democratas. O presidente da Câmara, John Boehner, disse que o seu partido (Republicano) quer um compromisso sólido do presidente Obama com relação à redução do déficit no longo prazo. Esta é uma preocupação pertinente e merece uma resposta convincente dos Democratas. O governo norte-americano precisa de um plano consistente para redução de gastos no médio e longo prazo, desde que de forma gradual (bem diferente da austeridade fiscal na Europa, já que os Estados Unidos tem acesso fácil ao crédito barato), minimizando boa parte dos efeitos contracionistas de curto prazo na economia.

Os dois partidos seguem em negociações constantes para liberar mais um aumento do limite de endividamento e encerrar a paralisação de alguns órgãos não essenciais do governo norte-americano.

O índice Dow Jones fechou a semana com um martelo bem acima da região de suporte dos 14.7k. A recuperação da linha central de bollinger poderá jogar o índice de volta à máxima história nas próximas semanas.


Na Alemanha o índice DAX fechou a semana em alta, colado na máxima histórica. A região dos 8.6k atuou como suporte pela quarta semana consecutiva.


A bolsa de Londres na Inglaterra martelou na semana, formando fundo na região aleatória dos 6.3k. Índice ficou bem armado para retestar a LTB do topo histórico formada na região dos 6.8k.


A semana também foi positiva para os mercados de países emergentes. As autoridades econômicas dos BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) ensaiaram um discurso semelhante nesta sexta-feira, dizendo que o pessimismo sobre os seus respectivos mercados é injustificado pelos fundamentos econômicos domésticos e completarem afirmando que suas economias estão prontas para enfrentar o cenário de menor liquidez global com pesadas reservas em dólares e contas fiscais saudáveis (este último não se enquadra ao Brasil).

A bolsa de Bombay na Índia disparou na semana, atacando a última linha de resistência abaixo do topo histórico. O candle de força relevante sugere rompimento nas próximas semanas, fato que provocará o acionamento de um pivot de alta, enfraquecendo a última barreira do mercado (máxima histórica).
  
  
Na China a bolsa de Xangai fechou a semana em alta, colada na máxima, indicando novo teste sobre a linha de resistência nos 2.270 pontos, com boas possibilidades de rompimento.


O vice-presidente do Banco Central da China, Yi Gang, disse hoje que o crescimento econômico do País deve atingir os 7,6% neste ano, mantendo-se próximo da meta de 7,5% do governo. A economia chinesa tem emitido sinais de estabilização devido às medidas recentes implementadas pelo governo com objetivo estimular o crescimento (desburocratização do processo de exportação, redução de impostos para pequenas empresas e aumento de gastos com infraestrutura).

O mercado mexicano também fechou a semana em alta, mostrando reação ao se aproximar da linha inferior de bollinger. A formação de um terceiro fundo ascendente acima da média móvel simples de 200 períodos semanal poderá impulsionar o índice para testar a linha resistência dos 280 pontos nas próximas semanas.


No Brasil o índice Bovespa fechou a semana martelando acima da LTA iniciada na região dos 44.1k do gráfico semanal, configurando uma formação de fundo ascendente. Mercado tende a continuar subindo nas próximas semanas à medida que as resistências de curtíssimo prazo vão sendo superadas. A sinalização de fundo ascendente será invalidada em caso de perda, a princípio improvável, dos 52k.


O presidente do Banco Central do Brasil, Alexandre Tombini, voltou a ressaltar nesta sexta-feira que a autoridade monetária está empenhada em trazer a inflação para baixo, em direção ao centro da meta (4,5%). O diretor de Assuntos Internacionais e Gestão de Riscos Corporativos do Banco Central, Luís Pereira (também membro do Comitê de Política Monetária), disse hoje em Washington que o Banco Central está comprometido em garantir que a inflação permaneça em trajetória descendente.

As declarações dos diretores do Copom estão em linha com as expectativas emitidas pelo Relatório de Inflação e reforçam a possibilidade de um novo aumento de 0,5 p.p. na taxa Selic.

Desejo a todos vocês um ótimo final de semana!

8 comentários:

  1. Caro Finanças Inteligentes,

    Â recuperação do nosso mercado coincide com a desvalorização cambial. Além disso por um longo tempo convivemos com dois ibovespas.

    O tradicional que vinha sendo bombardeado por medidas governamentais diversas e ainda continua sendo, mas em menor intensidade. E o novo ibovespa, padrão de adoração dos analistas, constituídos pelas novíssimas empresas, inclusive campeãs nacionais, e que agora estão apresentando seus resultados ou melhor seus não-resultados e agora estão sendo rebaixados para a série b do campeonato, não antes de arrastar milhares de acionistas avisados ou desavisados.

    Estamos mais próximos da retiradas do QE3 do banco central americano e provavelmente as tradicionais ações que durante anos levaram paulada na cabeça deverão apresentar melhores resultados.

    Enquanto isso vamos aguardar o desenrolar dos leilões de concessão, em especial libra para ver quem irá investir no país.

    Anônimo investidor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo bom Anônimo Investidor?

      Sim, nos meses de maio e junho os estrangeiros venderam muito papel na Bovespa. Mas com a disparada do câmbio eles começaram a voltar. Ganharam no câmbio e na valorização do ativo.

      Abcs, boa semana!

      Excluir
  2. Amigo!Respeito muito seu blog e seus comentarios!Mas esse conceito que há um "crash",em algum momento...sei não.Análise sua em relação aos juros:"vamos acompanhar o crashhh!Não houve nada de extraordinario....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa, tudo bom?

      Não podemos confundir crash em bolsa de valores com aumento de tensão em mercado de juros. No mês de junho, por exemplo, tivemos um aumento de tensão significativo no mercado de renda fixa (tanto é que o governo precisou interferir com leilões de títulos públicos) e as taxas pré-fixadas de curto prazo encostaram nos 12%. Nesta época a taxa Selic estava em 8%/8,5%. Para curva de juros é um evento extraordinário e relevante, mas não se compara ao movimento de crash na bolsa. Cerca de um mês após pico de tensão os Yields destes mesmos títulos haviam recuado para 10% (correção na curva). Observe que a curva de juros não oscila de forma tão agressiva quanto aos preços dos ativos em bolsa em momentos de crash.

      Abcs, boa semana!

      Excluir
  3. Olá FI.
    Até esses dias tinha 99,99% de certeza que nos 45 min do segundo tempo os Rep. x Dem. iam se acertar e o day after seria um dia de calmaria. Porém, já não tenho toda essa certeza e vejo uma possibilidade de vivermos um pesadelo no day after. Esse pesadelo não duraria mais que poucos dias mas vai deixar cicatrizes e lições profundas. E o Obama sairia mais forte desse episódio.
    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Zé Piu,

      Não se preocupe, pois não vai ter calote na dívida. Se o governo dos Estados Unidos deixar de honrar as suas obrigações, o mundo vai por água abaixo. Existe mais lastro em Treasury do que ouro no sistema. Pode correr pras montanhas e montar acampamento rsrs..

      Isso definitivamente não vai acontecer. O máximo que poderá acontecer é surgir um atraso no pagamento, o que na minha avaliação não será considerado default, pois existe a disponibilidade de recursos financeiros para realizar os pagamentos, pendente apenas por uma questão puramente política e não financeira.

      Com relação ao que poderá acontecer nos mercados, faz parte do trabalho do investidor/operador. Temos que estar preparados (estratégia e psicológico) para o cenário A (bolsa subir) ou cenário B (bolsa cair). O importante é saber o que fazer, independente do que vai acontecer.

      Abcs, boa semana!

      Excluir
  4. I'm gone to tell my little brother, that hee should also pay a visit this weblog on regular basis to ovtain updated from latest information.

    Take a look at my site; m88a

    ResponderExcluir
  5. Its such as you read my thoughts! You appear to grasp a lot about this, like you wrote the e book
    in it or something. I think that you just can do with some p.c.
    to drive the message home a little bit, however other
    than that, that is fantastic blog. An excellent read.
    I will definitely be back.

    my web blog - harga paket herbalife murah

    ResponderExcluir