quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

Bovespa vira e aciona repique


Pegando alguns operadores de surpresa, o índice Bovespa virou a mão nesta quinta-feira após conseguir superar a barreira localizada na região dos 47.2k. A recuperação desta antiga linha de suporte, até hoje à tarde atuando como resistência, forçou a liquidação das posições vendidas de curtíssimo prazo, abrindo espaço para força compradora levantar os preços com certa facilidade.

Este movimento provocou o acionamento de um pivot de alta no gráfico horário, conforme podemos observar logo abaixo, com um candle de força relevante, abrindo espaço para o índice testar as linhas de resistências mais acima.


O movimento foi causado por fatores puramente técnicos e não contou com a ajuda/respaldo dos indicadores macroeconômicos, já que não houve surpresas positivas na agenda desta quinta-feira.

Na Europa, o BCE (Banco Central Europeu) decidiu manter a taxa básica de juros em 0,25% ao ano, contrariando a expectativa de alguns economistas que esperavam um novo corte na taxa de juros ou anúncio de novos estímulos monetários. A inflação extremamente baixa na zona do euro tem gerado preocupações de alguns analistas com relação à deflação, fato que ameaçaria seriamente o movimento de recuperação das economias europeias.

Mario Draghi, presidente do BCE, disse que os integrantes do Comitê de Política Monetária preferiram esperar mais um pouco antes de agir novamente. Em sua avaliação não há risco de deflação na zona do euro. Draghi destacou que a recuperação econômica do bloco ainda é frágil e desigual.

Na Inglaterra, o BoE (Bank of England - Banco Central inglês) também decidiu manter inalterada sua política monetária, com a taxa básica de juros estacionada em 0,5% ao ano. O programa de compra de ativos de 375 bilhões de libras também foi mantido. Entretanto, a economia britânica apresentou um forte e surpreendente movimento de recuperação em 2013, aumentando as chances de um aumento das taxas de juros no final deste ano. A expectativa é que a autoridade monetária britânica mostre alguma indicação de mudança na política monetária no relatório a ser apresentado na próxima quarta-feira.

A bolsa de Londres fechou em alta de 1,55%. Frankfurt subiu 1,54%. Paris avançou 1,71%. Milão disparou 2,28%. Todas as praças acionaram repiques técnicos.

Nos Estados Unidos o índice S&P500 avançou 1,24%. Nasdaq subiu 1,14%. O índice Dow Jones fechou o pregão em alta de 1,22%, retomando a média móvel simples de 200 períodos diária após soltar uma sinalização de indecisão no último pregão. Mercado em repique de alta com espaço para testar a linha de resistência na região dos 15.7k.


Amanhã será divulgado o payroll, o principal indicador de desemprego acompanhado pelo FED (Federal Reserve - Banco Central norte-americano) e com alto potencial de impacto sobre as expectativas dos operadores de mercado. Deve-se destacar que os números serão, provavelmente, afetados pelo inverno rigoroso que atinge a maior parte do País.

No Brasil o índice Bovespa fechou o pregão em alta de 2,39%, confirmando fundo na região dos 46.1k. Com a alta desta quinta-feira o Ibovespa entrou em tendência de alta de curtíssimo prazo, abrindo oportunidades para posicionamentos curtos na ponta compradora. Importante ressaltar que esta pernada de alta pode não ser tão duradora quanto às demais, por conta do cenário macro ainda complexo e, até o momento, não ameaça a tendência de baixa iniciada na região dos 56.7k.


14 comentários:

  1. FI, bom dia ! sera q a estrategia dos players para este repique, eh levantar um pouco o preço das açoes bluechips, e socar venda nas opcoes q vencem na terceira semana deste mes, hein ?

    Ass. Anonimo da alll

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia!

      Acho que não. Isso seria mais um desejo do que uma estratégia. Provavelmente socarão venda quando o mercado oferecer condições ideais, abaixo de uma resistência forte seguida de uma exaustão do movimento ascendente de preços, por exemplo. Isso pode acontecer nos próximos dias/semanas e coincidir com o vencimento de opções. Vai depender da intensidade deste repique.

      Abcs, bons trades

      Excluir
  2. FI,

    Tem alguma ideia de quando o possível rebaixamento do Brasil virá ? Embora o mercado já esteja negativo, pode ser que vejamos um agravamento da tendência de baixa no longo prazo.

    Abs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com o perdão da intromissão, acho que a perspectiva brasileira ainda está "neutra". Acredito que antes do rebaixamento, primeiro venha a revisão da perspectiva neutra para negativa. Passado este prazo, se nada for feito, aí sim virá um rebaixamento. Mas essa simples revisão é suficiente pra piorar o cenário econômico do país.

      Excluir
    2. http://memoria.ebc.com.br/agenciabrasil/noticia/2013-06-06/standardpoors-reduz-perspectiva-de-nota-da-economia-brasileira

      Excluir
    3. A perspectiva da S&P para o Brasil foi rebaixada para negativa no mês de junho do ano passado. Normalmente os rebaixamentos ocorrem até dois anos após a revisão da perspectiva, levando em consideração a manutenção do quadro. Não há uma data específica, mas pode ocorrer este ano caso o governo continue mantendo sua política fiscal expansionista (o mais provável). Já a Moody's está um pouco atrasada e revisou a perspectiva para o rating brasileiro de positiva para estável em outubro do ano passado.

      Abcs a todos e boa semana!

      Excluir
  3. Boa tarde FI excelente seu blog, disparado o melhor do ramo, está de parabens!!
    Estou interessado em investir especulando em mais alta do dolar para os próximos meses. Como eu posso fazer isto através do meu home broker? Existe algum índice atrelado ao dolar? Como vc investe nisto?
    Obrigado pela a ajuda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Investidor Novato!

      A maneira mais barata é operando o derivativo na BM&F, mas só é recomendável aos operadores mais experientes ou que pelo menos estudaram o mercado de derivativos. A maneira mais cara é comprando fundos cambiais disponíveis nos bancos, assets, etc.

      Qualquer dúvida volte a me questionar

      Abcs, bons negócios

      Excluir
  4. Pessoal,

    Mercado não mudou muito desde a nossa última análise então vou esperar amanhã pra fazer o próximo post, pois vamos ter o primeiro discurso da Yellen como presidente do FED e os dados da balança comercial na China. Bolsas em repiques técnicos e agenda macro sem novidades. Payroll de sexta-feira é suficiente para o FED manter o ritmo de corte de 10 bilhões. Número pode ser considerado positivo levando em consideração as condições climáticas extremamente adversas no período da pesquisa.

    Boa semana e bons negócios a todos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá FI.
      Isso aí, estamos aguardando seu comentários e análises que tanto nos enriquecem. Não é exagero não, como aprendi com você nesse último ano que te acompanho assiduamente.
      Abraços.

      Excluir
    2. Obrigado amigo.

      Estamos aqui é pra isso mesmo. Fico feliz em saber disso.

      Abcs!

      Excluir