segunda-feira, 10 de março de 2014

Não é tão grave quanto parece ser


Os dados da balança comercial chinesa, divulgados no último domingo, dominaram os noticiários do mercado financeiro nesta segunda-feira. Os números impactantes foram explorados com o rotineiro sensacionalismo da mídia, transmitindo uma análise distorcida da realidade econômica.

A China registrou um déficit comercial de 22,98 bilhões de dólares no mês de fevereiro. O resultado se distorceu completamente da média das estimativas feitas pelos principais analistas de mercado, em torno de um superávit de 11,9 bilhões de dólares. Essa distorção é fruto da queda “inesperada” das exportações, que despencaram 18,1% na comparação com o mesmo mês do ano passado (esperava-se uma alta de 5%).

A expressiva divergência de quase 35 bilhões de dólares entre as estimativas e o resultado final da balança comercial chinesa pode ser explicada pela desconsideração do feriado do Ano Novo Lunar nos modelos de cálculo dos analistas.

É importante destacar que o Ano Novo Lunar é a principal data comemorativa na China. Além disso, o calendário chinês é bem diferente do calendário ocidental. As diferenças entre os dois calendários fazem que a data comemorativa na China caia a cada ano em uma data diferente do calendário ocidental.

Neste ano as empresas fecharam no dia 31 de janeiro e só reabriram as portas na segunda semana do mês de fevereiro. Não há, portanto, possibilidade de comparação levando em consideração o calendário ocidental. Ademais, inevitavelmente, haverá impacto sobre a atividade econômica, fruto da paralisação da atividade, não devidamente estimada nos modelos de cálculo dos analistas do ocidente. O País fica literalmente parado durante o Ano Novo Lunar.

A comparação correta e minimamente séria deve ser feita levando em consideração o bimestre (janeiro e fevereiro), para anular os efeitos do feriado do Ano Novo Lunar no calendário ocidental (algumas vezes cai em janeiro, outras em fevereiro). Partindo desta base de comparação, podemos observar que exportações do primeiro bimestre de 2014 caíram 1,6% ante o mesmo período do ano anterior. Não é tão grave quanto parece ser.

Já as importações chinesas subiram 10% no primeiro bimestre de 2014, superior ao desempenho de 7,3% registrado no mesmo período do ano anterior. Estes números estão longe da imagem de desastre transmitida pela mídia. A queda das exportações está sendo mais do que compensada pela alta das importações, sustentando o ritmo de crescimento chinês nos atuais 7,5% ao ano. Ainda não há indício de redução da atividade para um ritmo abaixo dos 7% ao ano, fato que poderia causar preocupações fundamentadas no mercado.

O quadro não é desfavorável aos exportadores de commodities, muito pelo contrário, é favorável. O volume das importações na China está aumentando e não diminuindo. Players de mercado aproveitaram a análise distorcida da mídia para forçar a queda no preço do minério de ferro, que atingiu o patamar de 104,7 dólares a tonelada nesta segunda-feira.

Estes mesmos players estarão comprando commodities nos próximos dias, já que o preço é insustentável próximo dos 100 dólares ou abaixo deste patamar. Além disso, quando os novos indicadores chineses do mês de março forem divulgados (derrubando a catástrofe vendida hoje pelo mercado), o efeito manada provavelmente se encarregará de fazer o resto do serviço.

O índice Dow Jones cedeu 0,21% nesta segunda-feira, movimento insignificante para a tendência de alta de curto prazo.


No Brasil o índice Bovespa cedeu 1,54%, perdendo a importante região de suporte dos 46.1k (base da antiga congestão de curtíssimo prazo). Mercado vendido sobretudo por motivos técnicos, ainda sem perspectiva/sinalização de reversão.


16 comentários:

  1. Acho essa sua visão muito próxima da minha, apesar de uma visão de levemente negativa para neutra de nosso mercado, acredito que o setor está próximo de achar um suporte mínimo de referência, que dá mais segurança aos comprados. No Brasil, a Vale está bem descontada, embora ainda não promocional, o que seria o ideal para contrabalançar o risco político que a empresa corre.

    Por outro lado, em nossa agenda doméstica, o IGP-DI hoje fez um certo barulho. Apesar do ciclo de aperto monetário ter seu efeito retardado em alguns meses, acredito que a persistência da inflação, resultado da má gestão passada, poderá influenciar os juros futuros.

    Com a LTN17 com um retorno interno de 12,67% ao ano, estava achando o prêmio sobre a SELIC (e principalmente sobre o CDI) atual interessante, principalmente para quem pretende se desfazer do papel após 12 meses, para então, partir para uma aplicação de longo prazo aproveitando os efeitos que a desalavancagem do FED certamente trará nos emergentes. Entretanto, não descarto que, com uma precificação dos juros futuros, o tesouro tenha que aumentar o prêmio sobre a SELIC, afetando o pu dos comprados. Você possui alguma opinião a esse respeito?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu esperaria o elástico esticar mais, pra ter uma boa margem de segurança na operação. O mercado está pagando muito bem pro investidor ter paciência (pós-fixado). Pro juro ser viável, precisa mostrar potencial de bater o rendimento acumulado do CDI no período. Na minha avaliação, a curva do DI17 tem espaço pra ceder até 0,50 p.p. (hoje fechou em 12,57%). Vai ser muito difícil o mercado sustentar um prêmio no pré-fixado inferior a 1 p.p. acima da taxa Selic (projeção de curto prazo: 11%), já que a curva de longo prazo é ascendente. Ou seja, LTN abaixo de 12% não tem muito comprador pra continuar derrubando o Yield.

      Outro fator relevante refere-se ao tempo, que muitas vezes costuma ser amigo do investidor posicionado em pré-fixado (quanto mais o tempo passa, mais os títulos se valorizam, pois se aproximam do vencimento). Mas neste caso (prêmio atual de 12,67% para 2017), se o título demorar muito para voltar se valorizar (derrubando o Yield novamente para a casa dos 12%), pior para o investidor, pois vai ficar com uma posição aberta vulnerável à novos choques nos prêmios de risco. Um novo choque provavelmente vai acontecer nos próximos 12 meses, com o mercado precificando (e exagerando na precificação, como de costume) o aperto monetário na Inglaterra.

      Talvez seria mais aconselhável segurar a operação por 3 ou 4 meses, apostando numa Selic estagnada e correção dos juros futuros frente aos índices menores de inflação que deverão aparecer no meio deste ano. A LTN teria que se valorizar pelo menos 3,65% nestes 4 meses, para bater o CDI do período. Tem espaço pra isso, mas está bem apertado e com poucas chances de bater o CDI de maneira expressiva.

      Abcs, bons negócios

      Excluir
  2. Ótima análise, finalmente alguém fala uma coisa sensata hoje, parabéns!

    ResponderExcluir
  3. Respostas
    1. Vale sobrevendida fechou com martelo fora da bollinger inferior. Está chamando compra. O posicionamento depende do sistema operacional do investidor/operador. Os sinais são favoráveis.

      Abcs, bons negócios

      Excluir
    2. FI, desculpe-me pela pergunta básica demais, mas o que significa "operar índice" ao invés de operar BC, como vc escreveu abaixo ?
      Muito obrigada e parabéns pelo blog. Flávia

      Excluir
    3. Olá Flávia,

      Significa operar um ativo que reflete as oscilações do Ibovespa. Pode ser tanto no mercado futuro, operando contratos futuros do índice Bovespa, quanto no mercado à vista, operando os ETFs que fazem a réplica do índice Bovespa.

      Obrigado!

      Abcs, bons investimentos

      Excluir
    4. Muito obrigada, FI ! Abs. Flávia.

      Excluir
  4. Respostas
    1. CSNA3 está sobrevendida também, mas ainda não emitiu uma sinalização de fundo/reversão (temporário ou não). Entretanto, pode pegar carona no direcional do índice.

      Particularmente considero mais viável operar índice ao invés de operar blue chips.

      Abcs, bons trades

      Excluir
    2. Eu acho melhor GGB4,(GGB)no yhaoo-finance embora não seja sempre fiavel,ate porque tem mto ratoeira la que quando vc vé que a oferta é grande tem de desconfiar,mas o certo é que tem ninguem mandando vender,Enquanto CSNA3 (SID) nao tem ninguem mandando comprar e esta no vermelho para 2015.

      Excluir
  5. Respostas
    1. Baseado na análise técnica.

      Abcs, bons investimentos

      Excluir
  6. FI, tive a oportunidade de passar o ano novo chines aqui na China.
    A cidade ficou parada durante duas semanas, no mínimo, restaurantes que abrem de domingo das 7 da manha as 9 da noite e feriado fecharam durante o ano novo chines.
    Teve uma boa parcela que permaneceu 3 semanas sem abrir as portas!


    Abracos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal. Muito importante o seu relato! Reforça a nossa análise. Obrigado por compartilhar!

      Abcs, bons investimentos

      Excluir