quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Mercados europeus voltam ao rali global


Afetados temporariamente por fatores econômicos e geopolíticos negativos no mês passado, os mercados europeus conseguiram retornar, recentemente, para o rali global mais intenso dos últimos cinco anos.

O movimento é diferente das outras arrancadas, onde as praças eram selecionadas pelos principais players de mercado. Hoje qualquer mercado do planeta está com sinal verde para receber a enxurrada de dólares em busca de ativos com retornos atrativos antes de os principais banqueiros centrais mundiais alterarem suas respectivas políticas monetárias.

A festa do dinheiro farto e barato está se aproximando do fim. Entretanto, a manutenção da cautela no FED (Federal Reserve – Banco Central dos Estados Unidos) e principais bancos centrais mundiais, faz com que grande parte dos investidores/operadores não demonstre interesse em sair de posições de risco antes do apagar das luzes. Pelo contrário, querem aproveitar até o último momento. Sabe-se lá quando os bancos centrais patrocinarão outra festa do tipo.

Por este motivo pode-se constatar aumento na distorção dos preços dos ativos x fundamentos em várias praças financeiras, não somente no Brasil. O critério predominante no processo decisório dos investidores/operadores é o fator tempo. A janela de oportunidade criada pelo FED não ficará aberta na próxima temporada.

Com a areia da parte de cima da ampulheta ficando cada vez menor, players de mercado voltaram a comprar ativos europeus nas últimas semanas, recompondo portfólios. De fato a pressão aumentou na Europa para que o BCE (Banco Central Europeu) entre em ação novamente para estimular a economia, o que reforça o sentimento comprador do mercado.

Com a expectativa de mais dinheiro na praça, as principais bolsas europeias reverteram fortemente a trajetória descendente do último mês e já se aproximam de suas respectivas máximas históricas, como pode ser observado no índice FTSE (Londres).


O índice DAX (Alemanha) apresenta um caminho maior a ser percorrido, fruto do expressivo movimento corretivo do último mês. Mas a arrancada das últimas semanas é semelhante ao movimento constatado no mercado londrino. O mesmo rali ocorre também no mercado francês.


As demais praças financeiras mundiais seguem mantendo o ritmo de forte aceleração nos preços dos ativos. O índice S&P500 registrou novo recorde histórico esta semana ao superar a barreira psicológica dos 2.000 pontos.


O salgado mercado mexicano acionou mais um importante pivot de alta e renovou a máxima do ano. O expressivo marubozu de alta registrado hoje coincidiu com a divulgação do déficit comercial de 979,9 milhões no mês de julho, surpreendendo negativamente as projeções dos economistas locais.


Este é apenas mais um exemplo que mostra aumento na distorção dos preços dos ativos x fundamentos.  As notícias negativas tem grau de impacto pequeno em mercados eufóricos, da mesma forma que as notícias positivas tem grau de impacto pequeno em mercados depressivos.

No Brasil pode-se observar que boa parte dos analistas continua batendo cabeça, ao ponto de justificar, agora, o rali no Ibovespa pela ascensão da imprevisível candidata Marina Silva nas pesquisas eleitorais. O argumento ilusionista do fator político é cada vez mais forte.

A bolsa brasileira renovou a máxima do ano nesta quarta-feira, superando com extrema facilidade a marca psicológica dos 60k, consequência do impulso provocado pelo rompimento da importante média móvel simples de 200 períodos semanal. Mercado permanece em tendência de alta sem apresentar novidades, acompanhando o mais importante (devido a abrangência) rali global nos preços dos ativos dos últimos cinco anos.


19 comentários:

  1. Interessante ver como o mercado pode se iludir com a idéia falsa acerca da corrida eleitoral. Boa análise FI. Abs, Miguel

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim. Na verdade a ilusão parte da inexperiência/amadorismo dos analistas/mídias nacionais. O mercado está agindo de maneira correta no Brasil frente ao que tem acontecido nas demais praças financeiras mundiais.

      Obrigado Miguel

      Abs, bons negócios

      Excluir
    2. O mercado não se ilude. Há uma explicação pro que acontece, que a mídia não entende ou não quer entender, afinal tornaria a informação de baixa digestão devido à complexidade de termos. Resta então falar que "a bolsa subiu porque a China peidou". A bolsa caiu porque a Dilma cresceu. É bem mais palatável que explicar todo um processo como o FI explica.

      Excluir
  2. FI o que nao me entra na cabeça e o rali do mercado Argentino (Merval)
    Acho que tem alguma explicaçao para essa subida...Poderia ter algo relacionado a INFLACAO?
    Alex

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alex,

      O motivo é bastante simples. Mas antes, vamos lembrar que a bolsa de Caracas, na Venezuela, também está num fortíssimo rali. Cerca de 4 vezes mais forte do que o pânico de alta do mercado argentino. Essas bolsas acumulam ganhos extramente expressivos por três motivos básicos:

      - São mercados bem pequenos, de baixa liquidez. Giro basicamente de investidores, fundos e empresas locais. Comparando com o mercado brasileiro (que ainda é pequeno), os mercados venezuelano e argentino são nanicos.

      - A renda fixa nestes dois países não é atraente. Aplicar em renda fixa na Venezuela ou Argentina significa perder dinheiro, já que a inflação é galopante. O juro real é significativamente negativo. Então não resta outra opção para investidores, fundos e empresas locais aplicarem a "sobra de caixa" que não seja em ativos na bolsa de valores ou imóveis.

      - Os governos destes países restringem o envio de dinheiro ao exterior.

      Então, sem poder mandar o dinheiro pra fora e sem opções de renda fixa, só resta aplicar o dinheiro na bolsa. Ou comprar imóveis. Num mercado de baixa liquidez, operado basicamente por investidores locais, o rali acaba se tornando bastante expressivo.

      Abs, bons investimentos

      Excluir
    2. Obrigado FI, sabia que a Inflaçao sendo alta, "mandaria" dinheiro para a bolsa.
      Tbm sabia que o Merval era pequeno, mas nao imaginava que era tao pequeno assim.
      O Didi Aguiar falou uma vez que ele girava sozinho a bolsa da Argentina.Nao acreditei mas agora acho que ate pode ser possivel.
      Obrigado
      Alex

      Excluir
    3. FI, não se esqueça de que na Vuvuzuela o presidente Maburro ainda baixou uma medida obrigando quem tem imóvel alugado a vendê-lo pro inquilino.

      http://oglobo.globo.com/mundo/governo-da-venezuela-obriga-proprietarios-vender-imoveis-inquilinos-12045262

      O cara conseguiu destruir até a ilusão de que imóvel é investimento seguro. Sobrou SOMENTE o mercado de ações. Mas em breve ele destrói a bolsa de lá também.

      Excluir
    4. Alex, o volume lá gira em torno de 250 milhões de pesos (25/30 milhões de dólares). Bem pouco. Mas é um mercado que investidor estrangeiro não entra.

      Verdade. Bem observado! Já chegaram nesse ponto na Venezuela. É questão de tempo pro governo cair. Quase foi este ano.

      Abs, bons negócios a todos

      Excluir
  3. A Vale está se aproximando de um ponto relevente de suporte, que já foi testado duas vezes nos ultimos 12 meses (25,22 e 25,47). Não obstante os problemas da China e o excesso de oferta e a queda do minério de ferro no mercado à vista, será que está se abrindo uma boa oportunidade numa bolsa em que os demais ativos já subiram muito?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exato. Aqui são 25,28 e 24,90 (gráfico ajustado). A última prega está em 24,05, que é a mínima do ano passado. Não está cara.

      Minério de ferro atingiu hoje os preços de 2009, aos 87,30 dólares. Este preço não se sustenta no médio prazo, já que algumas mineradoras tornam-se improdutivas. Tende a subir gradualmente. Não recomendo fazer stock picking. Os riscos são elevados demais. Entretanto, ao invés de fazer o stock picking para se posicionar, você pode especular. Neste caso, é importante ter a estratégia adaptada ao papel.

      Abs, bons negócios

      Excluir
    2. FI,

      Tem algum site que vc acompanhe o preço do minério de ferro ? se possivel graficamente? Obrigado.

      Excluir
    3. No site indexmundi.com você consegue ver o gráfico do preço do minério de ferro. Já o preço sai quase diariamente nas matérias da Reuters.

      Abs, bom sábado!

      Excluir
  4. FI, muitos economistas estão sustentando a tese de que os juros vão continuar baixos por um período maior de tempo. Eles apoiam essa teoria no baixo crescimento da Europa e do Japão há quem fale ate em japanização da Europa. Saber se vai ou não haver aumento dos juros mundiais e hoje a pergunta de 1 trilhão de dólares.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A situação na zona do euro e no Japão é diferente da situação nos Estados Unidos e Inglaterra. O FED e BoE serão os primeiros a fecharem as torneiras do crédito farto e barato (provavelmente primeiro na Inglaterra e depois nos Estados Unidos), enquanto o BCE e BoJ ainda estarão irrigando o sistema.

      Abs, bom sábado!

      Excluir
  5. FI, trabalho na CSN (Mineração) e gostaria de saber qual sua analise para os próximos dois anos, uma vez que por parte da empresa só se fala em cenário econômico ruim mas estão contratando a "laço" (remuneração salarial abaixo do mercado). Queria poder entender este tipo de manobra por parte da empresa. Desculpe não poder dialogar com ao seu nível de conhecimento rsrs
    Raul

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Raul,

      O setor de mineração tem uma situação bem melhor do que o setor de siderurgia, apesar da queda de curto prazo do preço do minério de ferro. CSN tem um excelente ativo que é a Casa da Pedra. O quadro ruim que se fala dentro da empresa deve se referir ao setor siderúrgico. Vender commodities e emprestar dinheiro são uma das poucas coisas que dão um bom dinheiro no Brasil rs...

      Abs, bom sábado!

      Excluir
  6. quem quer acompanhar preço do minerio de ferro, e outras coisas mais, no indexmundi:
    http://www.indexmundi.com/pt/pre%E7os-de-mercado/?mercadoria=min%c3%a9rio-de-ferro&meses=60

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exato. Esse site é referência em mercado de commodities.

      Abs, bom sábado!

      Excluir
  7. Fi, se já chegamos nos 60k com facilidade, se o fed realmente extende o prazo dos juros pela troca de membros conforme você comentou, se o BCE ligar a torneira la com o QE conforme comentado onde iremos parar?
    Ibov 100 mil pontos?

    ResponderExcluir