segunda-feira, 19 de março de 2018

Quanto vale o Facebook?


O valor de mercado do Facebook caiu cerca de 36 bilhões de dólares somente nesta segunda-feira, refletindo o tombo de 6,8% das ações do Facebook na bolsa de valores Nasdaq, o maior recuo diário registrado desde março de 2014.

As ações do Facebook começaram a cair quando saíram as primeiras notícias de que uma empresa de pesquisa britânica (Cambridge Analytica), ligada à campanha de Donald Trump, utilizou, em 2016, dados de usuários do Facebook sem autorização.

Através de um aplicativo, alguns usuários eram convidados a responder perguntas com objetivo de traçar seu perfil. Porém, ao aceitarem participar da pesquisa, os usuários entregavam não somente seus dados pessoais à empresa, como também os de todos os seus amigos. Pelo menos 300 mil pessoas aceitaram participar da pesquisa espontaneamente, mas com acesso aos dados dos amigos na rede, a empresa conseguiu coletar dados de mais de 50 milhões de usuários.

Neste momento, Mark Zuckerberg, presidente do Facebook, enfrenta pedidos de esclarecimentos por parte de parlamentares norte-americanos e europeus para explicar como uma empresa como a Cambridge Analytica conseguiu dados de uma quantidade gigantesca de usuários, supostamente sem autorização.

Além disso, paira outra preocupação no mercado sobre as reais receitas do Facebook e o impacto que uma regulação poderia causar para empresas do segmento de tecnologia. As ações do Facebook eram negociadas a 18 dólares em 2012.


Neste ano, as ações do Facebook alcançaram 195 dólares, revelando uma valorização significativa no período. Será que os anúncios publicados na rede social geraram tanta receita para as ações se valorizarem de forma tão acentuada? Talvez o grande valor do Facebook possa estar relacionado à gigantesca base de dados de seus usuários. Com esses dados valiosos, empresas podem descobrir o que vender e/ou formular estratégias para vender mais, políticos podem montar agendas para ganhar eleições, entre outros.

O que será que vale mais no Facebook? Dados dos usuários ou anúncios? Fato é que o simples receio de que regulações mais duras para proteger dados dos usuários possam surgir por conta deste último escândalo envolvendo o Facebook fizeram as ações da companhia encerrar o pregão desta segunda-feira aos 172,56 dólares, representando um tombo de mais de 10% frente à máxima alcançada este ano. A queda é considerada relevante, mas ainda deixa as ações muito acima e distante da média dos últimos 6 anos.

FAANG

O efeito Facebook abateu em cheio no conhecido grupo de ações FAANG (Facebook, Amazon, Apple, Netflix e Google). Todas as ações FAANG caíram forte nesta segunda-feira. Twiitter e SnapChat, que estão fora do FAANG, também despencaram.

Muitos investidores norte-americanos gostam de especular nas ações FAANG e o tombo do Facebook azedou o clima no mercado, impulsionando venda nos demais ativos, acionando stops de posições compradas de curto prazo. A especulação em FAANG é relativamente comum e fácil de entender, já que essas empresas passaram (e ainda passam) por um longo período de valorização. O próprio Zuckerberg andou vendendo alguns milhões de ações do Facebook nos últimos dias.

A queda que começou no Facebook se espalhou rapidamente pelo FAANG, Twitter, SnapChat, posteriormente foram abatidas as ações da AMD, Alibaba, Microsoft, Nvidia e até a Tesla. Nesse momento, Wall Street já estava contaminada pelo ambiente pesado desta segunda-feira e os investidores começaram a vender ações de forma generalizada.

Ao final do dia, Dow Jones caiu 1,35%, S&P500 recuou 1,,42% e Nasdaq perdeu 1,84%. O movimento vendedor afetou as demais praças financeiras mundiais, incluindo o Brasil. O Ibovespa recuou 1,15%, aos 83.913 pontos, levemente abaixo da importante linha de suporte dos 84k.

A confirmação da perda deste patamar de sustentação pode acelerar o movimento vendedor na bolsa brasileira iniciado no final do mês de fevereiro, ainda de forma tímida. Abaixo de 84k, o mercado pode ficar mais pesado para venda, provocando receio ou estopadas de posições compradas de curto prazo.

Conte com a minha ajuda na hora de investir o seu dinheiro! Saiba mais clicando aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário